CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

7 eleições presidenciais indicam que só 5 candidatos têm chance em 2018

Ter menos de 7% agora é mortal. Lula e Bolsonaro são os líderes. Nome “do PT” também é competitivo. Grande dúvida: a taxa de “não voto”

09/07/18, 18:00

A

história dificilmente se repete e o Brasil tem poucas eleições diretas para presidente na atual fase democrática (apenas 7 disputas). Ainda assim, não custa analisar o que mostra o cenário atual à luz do que já se passou em campanhas presidenciais.

Nas 7 disputas (1989, 1994, 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014), os candidatos que venceram ou foram ao 2º turno já estavam sempre com, no mínimo, 7% nas pesquisas de intenção de voto a esta altura da disputa.

O Poder360 fez uma compilação de todas as pesquisas nas eleições presidenciais passadas:

“NÃO VOTO” É RECORDE

Como se observa, chama a atenção 1 fato relevante no atual ciclo eleitoral: nunca a taxa de “não voto” foi tão alta.

Neste momento, segundo o DataPoder360 da última semana de junho, os que dizem votar em branco, nulo, afirmam estar indecisos ou não respondem vão de 40% a 42%, a depender do cenário testado.

Nas eleições anteriores, o “não voto” em junho era de, no máximo, 30% –na disputa de 2014, justamente a que já sinalizava a grande polarização da sociedade brasileira, hoje elevada ao paroxismo.

O que isso significa? Que possivelmente o número de não votantes (ou que votam em branco ou nulo) possa ser recorde em 7 de outubro. Há indícios que sinalizam esse desfecho quando se observa o que se passou em disputas recentes. Essa tem sido uma tendência em 2017 e 2018.

No Tocantins, em junho de 2018, a taxa de “não voto” foi de 52% numa eleição suplementar para governador. No Amazonas, que também escolheu 1 governador tampão em 2017, o “não voto” ficou perto de 40%.

Muitos candidatos hoje em baixa nas pesquisas argumentam que esse contingente de “não voto” ainda está disponível para ser conquistado –e que é ali que todos pretendem pescar mais apoios. Isso não é impossível, mas parece improvável a esta altura da corrida pelo Planalto.

A disputa de 2018 está parecida, em certa medida, com a de 1989. Naquele ano, o eleitor queria mudança e os extremos foram favorecidos.

Agora, o cenário também favorece –pelo menos por enquanto– as pontas do espectro político. Jair Bolsonaro (PSL) aparece pela direita. Pela esquerda, por enquanto está posicionado Ciro Gomes (PDT). Mas o potencial de 1 nome do PT é enorme, como mostra o DataPoder360 sobre a possível transferência de voto de Lula para algum aliado.

Em 1989 havia candidatos respeitáveis de centro. É possível citar 3: Ulysses Guimarães, Mário Covas e Guilherme Afif. Eles até esboçaram alguma competitividade, mas ficaram para trás ao longo do processo.

Hoje, Geraldo Alckmin (PSDB) tem feito propagandas em vídeo para a internet exaltando sua experiência. Numa delas, afirma que está filiado ao seu partido há 30 anos. Ocorre que uma parcela enorme do eleitorado não dá valor a esses predicados. Aliás, isso (ser político experiente e fiel a uma legenda) é considerado mais 1 defeito do que uma qualidade.

Outros que fazem propagandas ou têm discursos parecidos ao de Alckmin são Henrique Meirelles (MDB) e Guilherme Afif (PSD). Têm obtido pouca aderência no eleitorado.

O Poder360 tem a maior compilação da internet com pesquisas sobre intenção de voto em todas as eleições desde o ano 2000 (clique aqui para ler a lista completa).

Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
24/11/18, 09:51 | POLÍTICA - TSE vai julgar contas da campanha de Bolsonaro no dia 4 de dezembro
23/11/18, 19:34 | SAÚDE - Infecção adia cirurgia de Jair Bolsonaro para depois da posse
23/11/18, 19:29 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Delegada indicada Moro diz que ainda há pessoas dispostas a roubar
23/11/18, 19:26 | ANTICORRUPÇÃO - Moro apresentará no início do governo projeto de combate ao crime
23/11/18, 19:05 | REPERCUSSÃO - Entidades de 87 países assinam moção contra censura a professores no Brasil
23/11/18, 14:27 | ECONOMIA - Desvalorizar salário mínimo e aposentadorias agravará crise social
23/11/18, 14:03 | SAÚDE PÚBLICA - Semana Nacional de Combate ao Aedes começa domingo
23/11/18, 14:00 | SAÚDE - Câncer: segunda causa de morte entre crianças e adolescentes
23/11/18, 12:13 | PARLAMENTO - Comissão aprova projeto que impede remoção de veículo por débito de IPVA
23/11/18, 12:06 | TRANPORTE - Aplicativos de transporte poderão ter limite de comissão por corrida
23/11/18, 11:55 | SAÚDE PÚBLICA - Programa Mais Médicos já registra 84% das vagas definidas
23/11/18, 09:34 | CRIME - Nova fase da Lava Jato cumpre 22 mandados de prisão
23/11/18, 09:30 | TRANSIÇÃO - Futuro presidente do BB fala em "privatizar o que for possível"
23/11/18, 09:19 | DIREITOS HUMANOS - Alunos do DF criam painel em alusão à Declaração dos Direitos Humanos
23/11/18, 09:15 | PROGRAMA - Médicos cubanos deixam o país pelo Aeroporto de Brasília
23/11/18, 08:47 | ARTIGO - OAB para os advogados e para a sociedade
22/11/18, 15:00 | SAÚDE - Maternidades da Prefeitura de Teresina registram aumento de demanda após interdição parcial da Evangelina Rosa
22/11/18, 14:30 | ECONOMIA - Intenção de Consumo das Famílias cresce 1,1% de outubro para novembro
22/11/18, 14:26 | EDUCAÇÃO - Inscrições para o Sisu 2019 serão de 22 a 25 de janeiro
22/11/18, 13:14 | CRISE - Indefinição e críticas a Onyx Lorenzoni marcam primeira reunião do PSL depois das eleições
22/11/18, 12:10 | LEVANTAMENTO - Levantamento inédito do TCU aponta riscos de fraude e corrupção em 38 órgãos federais
22/11/18, 10:47 | CRIME - PF cumpre mandados em operação contra lavagem de dinheiro e tráfico
22/11/18, 10:32 | ESPORTE - Fábio Carille se chateia com árabes e pode retornar ao Corinthians
22/11/18, 10:28 | BRASILEIRÃO - Flamengo vence Grêmio e mantém disputa de título com Palmeiras
22/11/18, 08:06 | BRASILEIRÃO - Queda no fim do Brasileiro mostra carências e dúvidas sobre o Inter
21/11/18, 16:34 | TRANSIÇÃO - Após prometer 15 ministérios, equipe de Bolsonaro admite até 20
21/11/18, 16:28 | POLÍTICA - Em carta a Bolsonaro, governadores do Nordeste pregam diálogo nacional
21/11/18, 15:29 | DIREITOS HUMANOS - Direitos humanos são pautas de todos e para todos, afirma ministro
21/11/18, 15:26 | DECISÃO - STJ mantém foro privilegiado de desembargadores
21/11/18, 14:48 | POLÍTICA - Governadores do Nordeste debatem propostas em tramitação no Congresso
« Anterior 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 | 391 - 420 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site