CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO & PROPINA

Fachin autoriza inquérito para investigar doações a senadores do MDB

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela PGR

16/05/18, 21:22

O

ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje (16) determinar abertura de inquérito para investigar suposto repasse de R$ 40 milhões em doações eleitorais a políticos do MDB do Senado. As investigações devem envolver os senadores emedebistas Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR), Eunício Oliveira (CE), Eduardo Braga (AM), Edison Lobão (MA), Valdir Raupp (RO), Roberto Requião (PR), além do ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rego.

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela Procuradoria-Geral da República (PGR), com base nos depoimentos de delação premiada do ex-diretor da Transpetro, subsidiária da Petrobras, Sérgio Machado, e do executivo do grupo J&F, Ricardo Saud.

Em um dos depoimentos, Machado disse que “nas reuniões ocorridas na residência de Renan Calheiros, que o grupo JBS iria fazer doações ao PMDB, a pedido do PT, na ordem de R$ 40 milhões”.

“Com relação à abertura das investigações, como sabido, uma vez requerida a abertura de investigações pela Procuradoria-Geral da República, incumbe ao relator deferi-la, não lhe competindo qualquer aprofundamento sobre o mérito das suspeitas apontadas, exceto se, a toda evidência, revelarem-se inteiramente infundadas”, decidiu Fachin.

Defesa

Em nota, o MDB afirmou que "repudia mais uma tentativa de criminalização da política". "Esperamos que a conclusão deste inquérito seja rápida e acreditamos que ao final a verdade será restabelecida", defendeu a legenda em nota.

Em comunicado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, classificou de "falsa e caluniosa" a afirmação dos delatores. Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, Eunício "nunca recebeu" doações de Sérgio Machado que é, de acordo com os assessores, adversário político histórico do senador. Ele também negou o recebimento de dinheiro proveniente do PT.

O senador Renan Calheiros negou o recebimento de caixa 2 ou vantagens e disse que o inquérito será arquivado "por falta de provas". Assim como os demais parlamentares, Calheiros disse que as doações foram declaradas na prestação de contas e ocorreram na forma da lei.

"O inquérito será uma oportunidade para mostrar as mentiras contadas por criminosos confessos, que negociaram acordos vantajosos com o Ministério Público. Machado, inclusive, já perdeu benefícios da delação por não comprovar nada do que disse", afirmou.

Também por meio de nota, o senador Eduardo Braga disse confiar na investigação da Polícia Federal. "Todas as doações da campanha de 2014 foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral". Na mesma linha, a defesa de Edison Lobão disse que não tem preocupação com as "delações em massa que não fazem provas" e que vão ser questionadas pelo Judiciário.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
07/09/18, 20:18 | PROGRAMA ELEITORAL - Após atentado, Alckmin retira propagandas no rádio que atacam Bolsonaro
07/09/18, 20:16 | ATENTADO - Defesa diz que Adélio agiu sozinho e motivado por 'discurso de ódio' de Bolsonaro
07/09/18, 20:01 | ATENTADO - Caso Bolsonaro: Não foi crime político, diz a Polícia Federal
07/09/18, 19:39 | FAKE NEWS - Caso Bolsonaro: Senador e picaretas usam foto falsa para prejudicar Lula e o PT
07/09/18, 19:35 | HISTÓRIA - Grito dos Excluídos pede redução da desigualdade
07/09/18, 19:32 | INCÊNDIO - Quinta da Boa Vista recebe turistas e manifestação pelo Museu Nacional
07/09/18, 11:54 | EDUCAÇÃO - Novo presidente terá de garantir mais vagas no ensino superior
07/09/18, 11:47 | DIADA PÁTRIA - Cerca de 30 mil pessoas acompanham o desfile na Esplanada
07/09/18, 11:27 | ATENTADO - Bolsonaro usará bolsa de colostomia por até três meses, diz médica
06/09/18, 21:41 | ATENTADO - Todas as lesões têm risco de morte, diz médico que operou Bolsonaro
06/09/18, 19:27 | INVESTIGAÇÃO - PF instaura inquérito para apurar ataque contra Bolsonaro
06/09/18, 19:24 | REPERCUSSÃO - Temer: atentado contra Bolsonaro é exemplo de intolerância em campanha
06/09/18, 19:20 | ATENTADO - Suspeito de atacar Bolsonaro tem passagem na polícia por lesão
06/09/18, 18:54 | POLÍTICA - TRE indefere candidatura de Garotinho ao governo do Rio
06/09/18, 18:51 | REPERCUSSÃO - Presidenciáveis repudiam ato de violência contra Bolsonaro
06/09/18, 18:35 | CRIME - Bolsonaro é esfaqueado em ato de campanha em Minas
06/09/18, 14:48 | EDUCAÇÃO - Desafio do próximo presidente é melhorar qualidade do ensino no país
06/09/18, 14:34 | POLÍTICA - Temer ataca Alckmin: “Me dirijo a você pelas falsidades”
06/09/18, 14:08 | ELEIÇÕES - Ibope divulga nova pesquisa nacional: Ciro Gomes foi o que mais cresceu
06/09/18, 13:55 | PESQUISA - Ciro lidera Ibope no Nordeste e entre população mais pobre
06/09/18, 12:44 | PESQUISA - Wilson Martins e Ciro Nogueira lideram a corrida ao Senado
06/09/18, 12:28 | ELEIÇÕES 2018 - Pesquisa Amostragem: Wellington Dias cresce e atinge 40,19%
06/09/18, 10:25 | POLÍTICA - Temer volta à carga contra Alckmin: ‘Não faça como aqueles que mentem’
06/09/18, 10:21 | PROPINA - Há indícios de que Temer recebeu R$ 1,4 mi em propina da Odebrecht, diz PF
05/09/18, 17:37 | JUSTIÇA - Pais de Marielle: Mataram-na para que não fosse um Lula de saia
05/09/18, 17:28 | ELEIÇÕES 2018 - Ibope e Datafolha cancelam pesquisas eleitorais com nome de Lula
05/09/18, 17:13 | ENTREV ISTA - 'Vamos resgatar o Brasil para os brasileiros', diz Haddad na Record
05/09/18, 16:11 | PESQUISA - No Piauí, surpreende o número de indecisos para deputado estadual
05/09/18, 16:06 | POLÍTICA - No Piauí, é elevado número de indecisos para deputado federal
05/09/18, 16:03 | POLÍTICA - INSTITUTO OPINAR: Wilson e Ciro empatados para o Senado
« Anterior 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 | 391 - 420 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site