CBN - A rádio que toca notícia

IMBRÓGLIO

Desembargador Federal nega recurso e nomeação e posse de ministra de Temer continua suspensa

Presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, desembargador André Fontes, se declarou suspeito para decidir sobre o pedido

09/01/18, 17:11

O
desembargador Guilherme Couto de Castro, vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, negou recurso da AGU que buscava garantir a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do trabalho.

Castro diz na decisão que os argumentos, apresentados pela Advocacia-Geral da União (AGU), de que a liminar causa “grave lesão à ordem econômica ou à saúde” não se aplicam.

“A decisão atacada não tem o condão de acarretar grave lesão à ordem, à saúde, à segurança e à economia pública. E a suspensão não é apta a adiantar, substituir ou suprimir exame a ser realizado na via judicial própria”, relatou o desembargador.

Couto de Castro afirmou, na decisão, que a liminar não causa os prejuízos alegados pelo recurso da união. Sendo assim, o pedido de intervir na suspensão da posse da deputada federal foi negado.

“As questões a serem respondidas positivamente, para autorizar o manejo da suspensão, são muito simples: (i) há grave lesão à ordem econômica ou à saúde? (ii) há tumultuária inversão de origem jurídica e administrativa, apta a autorizar suspensão, independente do debate na via própria?”, continua.

“Apenas a concessão da liminar que, por ora, impede posse de Deputada Federal indicada não é apta, por si, a responder positivamente a tais pressupostos”, completou.

O caso foi analisado por Couto de Castro depois que o presidente do Tribunal, desembargador André Fontes, se declarou suspeito para decidir sobre o pedido de suspensão de liminar da deputada federal. Ele afirmou que o motivo foi foro íntimo.

AGU entra com recurso

Na noite de segunda-feira (8), a Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com um recurso contra a suspensão da posse de Cristiane Brasil como ministra do Trabalho. A medida foi tomada após o juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal Criminal de Niterói, suspender, de forma liminar (provisória), a posse da deputada.

No recurso, a Advocacia-Geral da União (AGU) disse que impedimento da posse da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho gera interferência do Judiciário em uma função que compete ao presidente da República.

"A Constituição Federal é clara ao estabelecer a competência do Presidente da República para nomear e exonerar Ministros de Estado (...) Ou seja, cabe somente ao Presidente da República o juízo sobre quem deve ou não ser nomeado Ministro de Estado, especialmente porque não há qualquer impedimento legal no que tange à nomeação da Deputada Federal Cristiane Brasil", afirma a AGU no recurso.

Também na segunda-feira, o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-1) determinou, na última segunda-feira (8), a inclusão do nome de Cristiane Brasil no Banco Nacional de Devedores Trabalhistas (BNDT).

O TRT esclareceu, porém, que de acordo com o Ato TST.GP 001/2012, do Tribunal Superior do Trabalho, existe o período de 30 dias, contados a partir da inscrição da empresa (no caso, da pessoa física) no BNDT, para que as empresas regularizem seus débitos trabalhistas. Durante o período de regularização, a certidão será negativa.

Nesta terla, Cristiane depositou o montante de 30% do débito e requereu o parcelamento do restante da dívida. Assim, como a deputada pediu o parcelamento e se comprometeu a efetuar o pagamento, a inscrição no BNDT deverá ser alterada, devendo constar que ela possui dívida incluída no BNDT com exigibilidade suspensa (ou seja, posteriormente sairá uma certidão positiva com efeitos de negativa).

Dívidas trabalhistas

A ação popular que busca impedir a posse de Cristiane foi movida por um grupo de advogados e foi acatada pela 4ª Vara Federal de Niterói.

A decisão judicial veio após a denúncia de que Cristiane Brasil foi condenada a pagar R$ 60 mil por dívidas trabalhistas com dois ex-motoristas. Além de suspender a posse, o juiz também fixou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento da liminar.

Em sua decisão, o magistrado destaca que decidiu conceder a liminar sem ouvir os demais envolvidos "encontra-se justificado diante da gravidade dos fatos sob análise" e que a nomeação de Cristiane Brasil fere o princípio da moralidade administrativa.

"Em exame ainda que perfunctório, este magistrado vislumbra fragrante desrespeito à Constituição Federal no que se refere à moralidade administrativa, (...) quando se pretende nomear para um cargo de tamanha magnitude, Ministro do Trabalho, pessoa que já teria sido condenada em reclamações trabalhistas, condenações estas com trânsito em julgado", escreveu Couceiro.

Fonte: JL/Globo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
01/05/18, 08:11 | CORRUPÇÃO - Envolvido no caso Odebrecht, ex-presidente do Peru sai da prisão
01/05/18, 08:08 | COMEMORAÇÃO - 1º de maio: veja como países celebram o Dia do Trabalho
01/05/18, 07:26 | ACIDENTE - Prédio de 26 andares em chamas desaba no centro de São Paulo
30/04/18, 18:39 | CORRUPÇÃO - Igreja onde Meirelles orou teve verba publicitária de Temer
30/04/18, 18:32 | PLANO - Economia piora e frustram planos de Alckmin, Temer e Meirelles
30/04/18, 18:28 | POLÊMICA - Ministro do STJ tira outro processo da Lava Jato das mãos de Moro
30/04/18, 16:27 | CRIMINALIDADE - Polícia prende quarto suspeito de assalto a banco e apreende explosivos
30/04/18, 16:21 | CRIME - Suspeito de torturar e matar a própria namorada é preso em Teresina
30/04/18, 16:11 | CRIME - Ex-técnico da seleção de ginástica artística é acusado de assediar atletas
30/04/18, 15:59 | MUNDO - Atentados em Cabul matam 25 pessoas; seis jornalistas morreram
30/04/18, 14:49 | SUSPEITAS - Prefeito de Luzilândia já responde a duas investigações pelo Ministério Público Federal
30/04/18, 09:21 | RECURSOS PÚBLICOS - Em quatro meses, Luzilândia já recebeu quase R$ 14 milhões do Governo Federal
29/04/18, 19:31 | JUDICÁRIO - STF decide nesta semana sobre fim do foro privilegiado a parlamentares
29/04/18, 19:11 | MUNDO - Árvore plantada por Trump e Macron na Casa Branca desaparece misteriosamente
29/04/18, 18:44 | CRIME - Mulher é executada a tiros na porta de casa em Joaquim Pires
29/04/18, 18:37 | BRASILEIRÃO - Em jogo de lances polêmicos, Corinthians leva gol no fim e sofre primeira derrota
29/04/18, 18:05 | ESPORTE - Com três de Messi, Barcelona rebaixa La Coruña e conquista taça do Espanhol
29/04/18, 12:40 | EVENTO - Dia do Trabalhador terá esquema especial de segurança em Curitiba
29/04/18, 12:31 | POLÊMICA - Novo motivos para o impeachment para Gilmar Mendes
29/04/18, 12:17 | ENTREVISTA - Combate à corrupção será tema primordial nas eleições, diz cientista político da UnB
29/04/18, 12:02 | VIOLÊNCIA - Três homens são presos suspeitos de latrocínio no Norte do Piauí
29/04/18, 11:50 | MUNDO - Papa elogia acordo entre as duas Coreias e pede sequência do diálogo
29/04/18, 11:15 | JUDICIÁRIO - Desembargador faz críticas à decisão de Sergio Moro
29/04/18, 11:00 | LUTO - Humorista Agildo Ribeiro morre no Rio de Janeiro aos 86 anos
27/04/18, 17:10 | PROPINA - Temer agride PF: ‘apuração é perseguição criminosa disfarçada de investigação’
27/04/18, 13:36 | POLÍTICA - Alckmin afirma que 'não teve contato' com presidente Temer
27/04/18, 13:34 | RECURSOS - Caixa vai liberar R$ 1,5 bi para Estados e municípios
27/04/18, 13:27 | ESPORTE - Fifa pune ex-presidente da CBF com suspensão vitalícia do futebol
27/04/18, 11:51 | POLÊMICA - 'Moro continuar com processos de Lula após decisão do STF é uma afronta', diz juiz
27/04/18, 11:46 | ECONOMIA - Desemprego sobe pela 3ª vez consecutiva e atinge 13,1%, aponta IBGE
« Anterior 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 | 391 - 420 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site