CBN - A rádio que toca notícia

INVESTIGAÇÃO

Ministros do Supremo arquivam investigações contra quatro parlamentares

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, havia pedido que o caso fosse enviado para a primeira instância da Justiça com base na restrição de foro estabelecida pelo Supremo no início do mês passado

09/06/18, 20:50
D
urante a semana, os ministros Luiz Fux, Luis Roberto Barroso e Alexandre de Moraes arquivaram investigações contra o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES), Omar Aziz (PSD-AM) e Eduardo Braga (MDB-AM). Os inquéritos apuravam acusações de uso de caixa dois em campanha e propina em troca de favorecimentos. As três investigações foram arquivadas por falta de provas e tinham origem em delações premiadas de ex-executivos da Odebrecht.
 
Onyx e Ferraço eram acusados de terem recebidos doações ilegais para suas campanhas eleitorais, em 2006 e em 2010, respectivamente. Já os amazonenses eram alvos de um inquérito sobre obras na ponte do Rio Negro.

No caso do deputado gaúcho, o delator da Odebrecht Alexandrino de Salles Ramos de Alencar havia dito em depoimento que procurou Onyx durante a campanha de 2006 para oferecer uma doação, identificada em uma planilha sob o codinome “inimigo”. Segundo o delator, Onyx sabia que a doação oferecida seria via caixa dois. Fux considerou que não havia provas suficientes contra o deputado e determinou arquivamento do processo na última quinta-feira (7).

Em um vídeo, publicado em suas redes sociais, Onyx celebrou o arquivamento e afirmou que nunca esteve envolvido em corrupção.

O inquérito contra Ferraço, que tinha Barroso como relator, foi arquivado ontem (sexta, 8). Ferraço foi citado por dois delatores da empreiteira. Sergio Luiz Neves e Benedicto Júnior, o BJ, afirmaram que Ferraço teria recebido R$ 400 mil via caixa dois para sua campanha em 2010.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, havia pedido que o caso fosse enviado para a primeira instância da Justiça com base na restrição de foro estabelecida pelo Supremo no início do mês passado. Barroso, entretanto, entendeu que, após mais de um ano de investigação, o Ministério Público Federal não conseguiu juntar elementos comprobatórios que corroborassem a delação. O senador afirmou que acreditava que “a Justiça seria feita”.

Os senadores e ex-governadores do Amazonas Omar Aziz e Eduardo Braga eram investigados por cobrar propina para favorecer a Odebrecht. O ex-executivo Arnaldo Cumplido de Souza afirmou, em depoimento, que havia feito um “acordo” com os ex-governadores para que a empreiteira fosse favorecida nas obras da ponte do Rio Negro em troca de propina.

O ministro relator do caso, Alexandre de Moraes, arquivou o inquérito por entender que Cumplido não apresentou provas concretas contra os amazonenses, e não havia, portanto, justificativa para a continuidade da investigação.

Fonte: JL/Congresso em Foco
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
02/10/18, 09:06 | DADOS - Senadores que tentam reeleição não votaram em 28% das sessões
02/10/18, 08:56 | ARTIGO - Estado Contemporâneo, Corrupção e Eleição
02/10/18, 08:44 | INVESTIGAÇÃO - Irmão de deputado do PSDB é detido com R$ 500 mil após sair de banco
02/10/18, 08:10 | BRASILEIRÃO - Vasco empata com o Paraná, mas sai da zona de rebaixamento
02/10/18, 08:05 | POLÍTICA - Candidatos à Presidência querem alterar reforma trabalhista de Temer
02/10/18, 08:02 | PESQUISA - Maioria dos eleitores de Alckmin diz votar em Haddad no segundo turno
02/10/18, 07:37 | MOVIMENTO - Catalunha é tomada por protestos 1 ano após referendo de separação
02/10/18, 07:32 | POLÊMICA - Toffoli suspende de novo entrevista de Lula; decisão será do plenário
02/10/18, 07:26 | PESQUISA - Ibope: Bolsonaro vai a 31%; Haddad tem 21%; e Ciro 11%
01/10/18, 19:33 | POLÍTICA - Moro liberou delação de Palocci para efeito político, diz defesa
01/10/18, 19:16 | POLÍTICA - 'É a eleição mais doida que eu já vi', diz Duda Mendonça
01/10/18, 18:21 | POLÍTICA - Crimes eleitorais tendem a crescer na semana que antecede as eleições
01/10/18, 17:26 | INVESTIGAÇÃO - PF aponta fraudes e desvios de R$ 27 milhões no saque do abono salarial
01/10/18, 17:21 | TERCEIRA IDADE - Três a cada quatro idosos usam exclusivamente o SUS, diz estudo
01/10/18, 17:18 | INTERNACIONAL - Trump acusa Brasil de tratar empresas americanas injustamente
01/10/18, 17:13 | VATICANO - Papa diz que Igreja sofre 'ventos contrários e violentos'
01/10/18, 17:00 | POLÊMICA - Lewandowski contraria Fux e volta a autorizar entrevista de Lula
01/10/18, 14:38 | RECURSOS PÚBLICOS - Candidatos réus no STF já ganharam R$ 24 mi de recursos para eleição
01/10/18, 14:13 | POLÍTICA - Mais de 940 mil eleitores com necessidades especiais votarão este ano
01/10/18, 08:28 | EPISÓDIO - Programa Diálogo Brasil debate a força das facções criminosas
01/10/18, 08:22 | EVENTO - Rio terá 1ª edição na América Latina do Festival Mulheres do Mundo
01/10/18, 08:19 | DIREITOS HUMANOS - Falta de conselhos dificulta execução integral do Estatuto do Idoso
30/09/18, 20:30 | POLÍTICA - Ciro Gomes diz que manifestações apontam para derrota de Bolsonaro
30/09/18, 19:21 | POLÍTICA - Vice de Bolsonaro fala em reduzir o Bolsa Família
30/09/18, 19:09 | FUTEBOL - São Paulo empata com o Botafogo no Rio e cai para o 3º lugar do Brasileirão
30/09/18, 18:58 | INTERNACIONAL - O candidato que disputou 95 eleições e perdeu todas
30/09/18, 18:48 | POLÍTICA - #EleNão: A manifestação histórica liderada por mulheres no Brasil vista por quatro ângulos
30/09/18, 18:42 | ELEIÇÕES - Exata: Dino deve ser reeleito com o dobro dos votos de Roseana
30/09/18, 18:28 | POLÍTICA - Manifestações contra Bolsonaro se espalham no Brasil e no exterior
30/09/18, 18:20 | LUTO - Morre a cantora Angela Maria, aos 89 anos, em São Paulo
« Anterior 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site