CBN - A rádio que toca notícia

EVENTO

No Brasil, Malala defende que a educação é o melhor investimento

A ativista disse que o empoderamento das meninas vem da educação

09/07/18, 19:38

A

ativista paquistanesa Malala Yousafzai, em visita hoje (9) à capital paulista, defendeu a educação a longo prazo como melhor investimento, em especial para o desenvolvimento feminino. “O empoderamento das meninas vem da educação, tem a ver com emancipação”, disse. Ela participou de evento promovido pelo Itaú Unibanco, no Auditório Ibirapuera.

Malala é a pessoa mais jovem a receber um Prêmio Nobel da Paz, aos 17 anos de idade. Com 15 anos, ela foi baleada pelo Talibã por se manifestar contra a proibição da educação para mulheres. A paquistanesa lembra que, quando era uma aluna em seu país, outras colegas de sua classe também defendiam a educação feminina. “A diferença é que os meus pais nunca me impediram de falar o que eu pensava”, disse.

A ativista lembrou uma situação em que uma colega da escola chegou atrasada para aula. A garota tinha de esperar os pais saírem de casa e, assim, sair para estudar escondida. “O papel dos pais e das mães é fundamental no empoderamento feminino”, disse. “É importante que as mulheres se expressem, as mulheres têm que quebrar essas barreiras”, completou.

Viagem ao Brasil

A ativista disse que um dos seus objetivos no Brasil é “achar meios para que as 1,5 milhão de meninas [fora da escola] tenham acesso à educação”. Outra razão que levou Malala a viajar para o Brasil foi a força dos ativistas locais descobertos por ela. A ativista quer promover a educação entre as comunidades menos favorecidas do Brasil, especialmente as afro-brasileiras.

“Trabalhando junto com os defensores da educação e podendo dar a todas as pessoas, que vem das camadas menos privilegiadas, a esperança de que todos em volta se sintam seguras em receber educação de alta qualidade”, disse. Malala afirmou ainda que vai anunciar, em breve, um projeto do Fundo Malala para que a educação seja abordada pelas campanhas eleitorais.

Participou também do debate sobre o assunto, a ativista Tábata Amaral, de 24 anos, nascida na periferia de São Paulo, que representou o Brasil em competições internacionais de ciências e estuda astrofísica em Harvard. Tábata questionou sobre a possibilidade da união entre os ativistas internacionais. Em resposta, Malala disse acreditar na solução nascida entre os líderes comunitários. “Temos que ir às comunidades de base e trabalhar com os ativistas locais, que entendem os problemas e sabem a melhor maneira de resolvê-los”, disse.

Leitura

Outra participante foi a escritora mineira Conceição Evaristo, doutora em literatura comparada e vencedora do Prêmio Jabuti na categoria contos pela obra Olhos d'Água (2014). Conceição destacou o poder da leitura e da escrita incentivados por Malala, já que a adolescente partilhou a sua história e luta em seu livro.

“As pessoas que não têm acesso [à leitura], não têm uma cidadania incompleta. Que a sua presença fortifique essa ideia e o compromisso que o estado brasileiro precisa ter com a alfabetização”, disse a escritora. “A escrita amplia o seu papel, porque, enquanto leitor, você pode abarcar o mundo através da leitura. Mas quando você escreve, tem esse poder de intervenção no mundo”, acrescentou.

Em resposta ao tema, Malala lembrou da história da própria mãe, que parou de estudar aos seis anos. “Como filha, estou lendo para a minha mãe, é uma experiência maravilhosa”, disse. Segundo a paquistanesa, a sua mãe está estudando novamente, e este é seu grande estímulo para continuar na buscar pela educação das mulheres.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
28/11/18, 19:10 | MINISTÉRIO PÚBLICO - PGR quer tirar foro privilegiado de políticos que não se reelegeram
28/11/18, 19:07 | POLÍTICA - Presidente eleito diz que futuro governo poderá ter 22 ministérios
28/11/18, 18:34 | TRANSIÇÃO - Quatro ministros de Bolsonaro tiveram ou têm cargos no governo Temer
28/11/18, 17:30 | ECONOMIA - Crise afeta saúde mental e eleva pedidos de afastamento do trabalho
28/11/18, 17:27 | SAÚDE - Morte de crianças por câncer caiu 13% em 10 anos, diz Saúde
28/11/18, 17:21 | BENEFÍCIO - Bolsonaro diz que não concederá indulto de Natal para criminosos
28/11/18, 14:09 | POLÍTICA - Congresso Nacional vê desprestígio de Onyx no novo governo
28/11/18, 13:49 | SAÚDE - AM: mais de 40% das vagas deixadas por cubanos não foram preenchidas
28/11/18, 13:11 | MISTÉRIO - Filha de brasileiros, jovem e namorado são encontrados mortos nos EUA
28/11/18, 12:32 | SAÚDE - Mais Médicos foi para muitos chance de ser atendido pela 1ª vez
28/11/18, 12:23 | PARLAMENTO - Senado pagará em janeiro mais de R$ 100 mil para cada senador reeleito
28/11/18, 12:18 | ECONOMIA - Confiança do comércio atinge maior patamar desde março de 2014
28/11/18, 12:13 | PARLAMENTO - Comissão do Senado aprova uso terapêutico da maconha
28/11/18, 11:18 | ARTIGO JURÍDICO - A Calúnia, a Difamação e a Injúria no jornalismo
28/11/18, 09:26 | POLÍTICA - JORNAL FRANCÊS: 'Bolsonaro é a pornografia política'
28/11/18, 08:47 | DISCURSO - Líder do PT acusa Judiciário e Ministério Público de complô para matar Lula
28/11/18, 08:44 | JUSTIÇA - Supremo Tribunal retoma julgamento do decreto de indulto de Natal
28/11/18, 08:42 | PARLAMENTO - Câmara aprova urgência para projeto que prevê segurança máxima em presídios
28/11/18, 08:37 | POLÍTICA - Senado inclui JK no Livro dos Heróis e das Heroínas da Pátria
28/11/18, 00:08 | JUSTIÇA - CNJ julgará em dezembro situação de procedimentos contra Moro
28/11/18, 00:01 | JUDICIÁRIO - Justiça Federal absolve Renan Calheiros por improbidade administrativa
27/11/18, 23:59 | LAVA JATO - Turma do STF deve julgar pedido de liberdade de Lula em dezembro
27/11/18, 23:42 | TRANSIÇÃO - Bolsonaro admite ter 20 ministérios e fala de articulação com Congresso
27/11/18, 15:24 | CRIME - Polícia Federal deflagra 6ª fase da Operação Lama Asfáltica
27/11/18, 15:18 | EDUCAÇÃO - MEC lança plataforma digital para melhorar ensino médio
27/11/18, 15:16 | OPERAÇÃO - Exército faz cerimônia para destruir 10 mil armas ilegais
27/11/18, 14:41 | ESPORTE - Final da Libertadores será dia 8 ou 9 de dezembro, fora da Argentina
27/11/18, 14:38 | SAÚDE - Aids: casos e óbitos caem 16% nos últimos quatro anos no Brasil
27/11/18, 14:17 | ADMINISTRAÇÃO - Prefeitos de 400 cidades preparam apelos e sugestões para Bolsonaro
26/11/18, 22:55 | RELATÓRIO - Diferença salarial entre mulheres e homens aumenta após 23 anos
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site