CBN - A rádio que toca notícia

DEPOIMENTO

Amigo de Temer diz à PF que presidente tem um andar inteiro em prédio de luxo em SP

O único negócio com Temer citado no depoimento de Yunes à PF foi o andar no prédio aonde fica localizado o escritório político do presidente

08/01/18, 18:35

I

nvestigado pela Operação Lava Jato, o advogado e ex-assessor da presidência da República José Yunes relatou em depoimento à Polícia Federal que fez apenas uma operação de venda de imóvel para Michel Temer; ele respondeu a 30 perguntas sobre sua relação com o peemedebista, de quem é amigo há 50 anos e de quem foi assessor no Palácio do Planalto, no inquérito que investiga suposta propina a Temer no Porto de Santos

Advogado e ex-assessor da Presidência da República José Yunes relatou em depoimento à Polícia Federal, no dia 30 de novembro, que realizou apenas uma operação de venda de imóvel para o presidente Michel Temer. A GloboNewsobteve a íntegra do depoimento de Yunes, que é investigado por suspeita de corrupção na Lava Jato.

Ele respondeu a 30 questões sobre a sua relação com presidente, de quem é amigo há 50 anos e de quem foi assessor no Palácio do Planalto, no inquérito que investiga suposta propina a Temer no Porto de Santos. Yunes pediu demissão do cargo em dezembro de 2016, após ser delatado pela Odebrecht.
 
Na pergunta de número 24, Yunes é questionado pelo delegado Ricardo Ishida sobre quais negócios realizou com Temer e se já havia vendido algum imóvel ou repassado algum valor ao presidente. Yunes respondeu:

“QUE nunca vendeu nenhum imóvel para ele como pessoa física; QUE há cerca de vinte anos, quando o declarante tinha uma incorporadora, MICHEL TEMER comprou um andar em um prédio comercial da incorporadora do declarante à época; QUE o andar adquirido é o da Rua Pedroso Alvarenga, 900, 10º andar, sendo tudo contabilizado e informado nas declarações de imposto de renda do declarante e de MICHEL TEMER; QUE não se recorda de nenhum outro negócio envolvendo o Presidente TEMER; QUE nunca fez repasses de valores para Presidente TEMER ou para qualquer emissário dele ou do partido PMDB”.

O único negócio com Temer citado no depoimento de Yunes à PF foi o andar no prédio aonde fica localizado o escritório político do presidente.

O advogado de Yunes, José Luís Oliveira Lima, negou ao blog que tenha havido qualquer omissão no depoimento de Yunes à PF. Segundo ele, quando Yunes prestou depoimento, respondeu a todas as perguntas que lhe foram feitas: “Esclareceu que o presidente Temer comprou há vinte anos um imóvel comercial de uma incorporadora que lhe pertenceu. Essa operação foi devidamente registrada no IR”, explicou.

Yunes é apontado pelo operador financeiro Lúcio Funaro, que fez uma delação premiada, como um dos responsáveis por administrar as propinas supostamente pagas ao presidente e por fazer o “branqueamento” dos valores. De acordo com Funaro, para lavar o dinheiro e disfarçar a origem, Yunes investia os valores ilícitos em sua incorporadora imobiliária.

Em julho passado, a revista “Veja” revelou que a família de Temer comprou do advogado dois escritórios, uma casa e o andar de um prédio em áreas nobres de São Paulo que valeriam atualmente, segundo a reportagem, R$ 18,4 milhões, e foram adquiridos entre os anos 2000 e 2010, quando Temer era deputado federal.

Indagado sobre o fato de não terem sido citados outros imóveis que foram negociados entre as famílias Yunes e Temer, o advogado afirmou que não houve perguntas a respeito.

Um desses imóveis é um andar do edifício Spazio Faria Lima, no Itaim Bibi. Em relação a ele, Oliveira Lima disse que o imóvel foi “vendido pela empresa YUNY, a qual José Yunes não tem nenhuma relação societária”. A empresa YUNY foi fundada por Yunes, mas hoje pertence aos filhos dele. O imóvel foi comprado por Temer três anos antes do seu lançamento, em 2003.

Em junho de 2010, Yunes comprou uma casa no bairro Alto de Pinheiros, zona também nobre de São Paulo, por R$ 750 mil. Um mês depois o imóvel foi vendido à atual primeira-dama Marcela Temer por R$ 830 mil, quantia doada a ela pelo marido antes da compra, segundo informou a assessoria do Planalto à revista.

Sobre a casa de Marcela Temer, primeira-dama, o advogado afirmou que “em momento algum José Yunes foi indagado pela autoridade policial sobre qualquer operação comercial efetuada com a Sra. Marcela Temer, se tivesse sido perguntado teria esclarecido pois a mesma foi absolutamente regular e inserida no IR”.

Yunes e Temer são amigos há 50 anos. Costumam se encontrar quando o presidente viaja a São Paulo, nos finais de semana. Uma dessas vezes ocorreu no dia 10 de novembro, na casa do presidente da Fiesp, Paulo Skaf. Outra, no dia 26 de novembro, quatro dias antes do depoimento à Polícia Federal. Temer estava em recuperação no hospital Sírio Libanês e foi visitado pelo advogado. Uma semana após o depoimento, já em dezembro, eles se encontraram novamente em São Paulo no escritório político do presidente.

Sobre o encontro de Yunes com Temer quatro dias antes do depoimento, o advogado José Luís Oliveira Lima disse que “José Yunes e o presidente, como é sabido, são amigos há 50 anos e a visita ao hospital Sírio Libanês foi fruto dessa amizade”.

Fonte: JL/Globo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
05/01/18, 14:53 | APOIO - Entidades internacionais de trabalhadores estarão no julgamento de Lula
05/01/18, 14:37 | ARTIGO - Caso Emily: A Prevenção Penal pela Prisão Preventiva
05/01/18, 13:52 | POLÊMICA - OAB pede anulação de portaria da PM no Caso Emily: 'Crime contra a Administração da Justiça'
05/01/18, 13:47 | ARTIGO - Caso Emily – Distinção entre Forças Armadas e Forças de Segurança
04/01/18, 20:25 | POLÊMICA - População doa roupas a deputados em protesto contra criação de “auxílio-vestimenta”
04/01/18, 19:25 | MOBILIDADE URBANA - Conselho de Transporte define tarifa de ônibus de R$ 3,71 em Teresina
04/01/18, 19:10 | ESPORTE - Fred diz realizar "sonho" em retorno ao Cruzeiro e afirma: "Time do coração"
04/01/18, 18:32 | EMPREGO - Empregadores domésticos têm até amanhã para pagar guia de dezembro do eSocial
04/01/18, 18:25 | ECONOMIA - Temer sanciona lei que permite uso de até R$ 15 bi do FGTS pela Caixa
04/01/18, 18:15 | NOMEAÇÃO - Quem é Cristiane Brasil, a nova ministra do Trabalho do governo Temer
04/01/18, 16:42 | ECONOMIA - Preço de imóveis cai pela 1ª vez em 10 anos, segundo Fipezap
04/01/18, 16:35 | POLÍTICA - PT aciona PGR para investigar acordo firmado pela Petrobras nos EUA
04/01/18, 16:33 | ARTIGO - Caso da menina Emily - Equívoco jurídico insustentável
04/01/18, 16:30 | BAIXA - Ministro da Saúde anuncia que também deixará o cargo para concorrer à reeleição
04/01/18, 16:16 | MISTÉRIO - Um ano após acidente, filho de Teori não descarta assassinato do pai
03/01/18, 18:32 | CORRUPÇÃO - Defesa de Maluf quer usar mortes de detentos na Papuda para soltá-lo
03/01/18, 18:27 | CORRUPÇÃO - Moro questiona os contrários a prisão em segunda instância: “Vamos retomar a impunidade como regra?”
03/01/18, 16:45 | CELEBRIDADES - Gêmeas de 7 anos são as novas 'meninas mais bonitas do mundo'
03/01/18, 16:41 | SUCESSÃO - Entenda possíveis cenários que podem definir futuro político brasileiro
03/01/18, 16:26 | POLÍTICA - Dilma vai abrir 'vigília' na frente de tribunal para julgamento de Lula
03/01/18, 15:57 | POLÊMICA - Petrobrás de Temer e PSDB vai “indenizar” investidores americanos em R$ 10 bilhões
03/01/18, 15:54 | SEGURANÇA PÚBLICA - Comitiva inspeciona presídio onde nove presos foram mortos durante rebelião em Goiás
03/01/18, 15:34 | ECONOMIA - Pesquisa mostra que 48% dos consumidores pretendem reduzir gastos em 2018
03/01/18, 15:24 | CRIME - Adolescentes vão responder por homicídio após morte de menino com linha com cerol em Teresina
03/01/18, 15:18 | ECONOMIA - Brasil caminha para ser como uma nação pobre da África, mostram dados do FMI
03/01/18, 15:00 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisa mostra que povo enxerga perseguição do Judiciário contra Lula
03/01/18, 13:52 | LUTO - Advogado morre depois de cair de escada durante festas de fim de ano no PI
03/01/18, 13:42 | GOVERNO - Ministro Marcos Pereira entrega carta a Temer pedindo demissão
03/01/18, 13:39 | DISCUSSÃO - Parecer de projeto que combate a violência contra mulheres será apresentado após recesso no PI
03/01/18, 13:06 | DENÚNCIA - Deputada Janainna Marques responde notícia de acusação por improbidade administrativa
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site