CBN - A rádio que toca notícia

LAVA JATO

STF pode julgar habeas corpus de Lula ainda neste ano, diz Fachin

Defesa de Lula argumenta que juiz Moro não agiu de forma imparcial

07/11/18, 19:00

O

ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse hoje (7) acreditar na possibilidade de que seja julgado ainda neste ano na Corte o mais recente habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa pede a soltura de Lula sob o argumento de que o juiz federal Sérgio Moro não agiu com imparcialidade.

“É possível, se os prazos forem cumpridos”, afirmou Fachin, em sessão plenária nesta quarta-feira (7). Ontem (6), ele deu prazo de cinco dias para Moro e o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) se manifestarem no processo. Em seguida, a Procuradoria-Geral da República terá o mesmo tempo para dar seu parecer.

Questionado se o caso deve ser, de fato, apreciado na Segunda Turma, e não no plenário do STF, Fachin afirmou que sim.

“A matéria é pacífica sobre o tema, creio que não há razão de enviar para o plenário como houve em outras hipóteses que havia questões importantes para que o plenário definisse. Como há jurisprudência assentada, a competência originariamente é da Turma”, disse.

Para o ministro Gilmar Mendes, que também integra a Segunda Turma, no entanto, o mais recente pedido de liberdade de Lula deve voltar a ser discutido em plenário. “Eu acho que a matéria acabará vindo para o plenário, acho que é natural”, disse.

“A Turma é que delibera. Acho que essa [de levar a plenário] é que será a avaliação. É uma decisão do colegiado, mas considerando a complexidade do tema, a delicadeza, os precedentes anteriores, é de se esperar que seja essa a decisão. Mas a Turma é soberana”, acrescentou Mendes.

Lula está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação confirmada pelo TRF4, que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Argumentos

No pedido, a defesa de Lula volta a suscitar a suspeição do juiz Sérgio Moro para julgar Lula. Os argumentos foram reforçados após o magistrado ter aceitado o cargo de ministro da Justiça no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Os advogados de Lula querem que seja reconhecida a suspeição de Moro para julgar processos contra o ex-presidente e que sejam considerados nulos todos os atos processuais que resultaram na condenação no caso do triplex do Guarujá (SP).

O pedido ainda requer que sejam suspensas outras ações penais contra Lula que estavam sob a responsabilidade de Moro, como as que tratam de suposto favorecimento por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP) e de supostas propinas da empresa Odebrecht. Nesta última, o depoimento do ex-presidente está marcado para 14 de novembro.

“Lula está sendo vítima de verdadeira caçada judicial entabulada por um agente togado que se utilizou indevidamente de expedientes jurídicos para perseguir politicamente um cidadão, buscando nulificar, uma a uma, suas liberdades e seus direitos”, afirmam os advogados.

Em entrevista concedida ontem (6), Moro rebateu os argumentos da defesa de Lula. "Isso [o convite para ser ministro] não tem nada a ver com o processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele foi condenado e preso porque cometeu um crime e não por causa das eleições", disse o juiz.
 
Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
14/03/19, 16:34 | ANÁLISE - Bolsonaro contamina jovens como o atirador de Suzano
14/03/19, 15:27 | ANÁLISE - A postura do clã do presidente Bolsonaro no caso Marielle Franco
14/03/19, 15:14 | CRIME - Estudante de Manaus é detido após fazer apologia à tragédia de Suzano
14/03/19, 15:09 | TENTATIVA - Aluno ameaça cometer atentado e polícia é acionada em Manaus
14/03/19, 14:23 | SAÚDE - Saúde alerta para prevenção e diagnóstico precoce de doença renal
14/03/19, 14:16 | TRAGÉDIA - Doria quer acelerar indenizações às famílias de vítimas de massacre
14/03/19, 13:57 | DECISÃO - Ministro vota por cassação integral de coligação com laranja no Piauí
14/03/19, 12:07 | REPERCUSSÃO - Manifestações no Brasil e no exterior cobram respostas do assassinato de Marielle
14/03/19, 11:58 | POSIÇÃO - Apologia ao Crime: Bolsonaro diz só conseguir dormir com arma de fogo ao lado
14/03/19, 10:57 | POLÊMICA - Flexibilização do porte de arma é 'barbárie', diz Rodrigo Maia
14/03/19, 10:36 | TRAGÉDIA - Atirador matou comparsa e depois se suicidou, diz PM
14/03/19, 10:28 | POLÊMICA - Massacre em escola de Suzano reacende debate sobre porte de armas
14/03/19, 10:15 | LUTO - Massacre de Suzano mostra 'que precisamos de paz e não de mais armas', diz Lula
14/03/19, 10:07 | POLÍTICA - Míriam Leitão diz que Bolsonaro vendeu 'ficção eleitoral', mas omite seu papel e o da Globo no filme
14/03/19, 10:00 | OPINIÃO - Um ano sem Marielle: seu legado para o Brasil esmaga seus assassinos
14/03/19, 09:24 | TRAGÉDIA - Atirador de Suzano era fã de pistolas, facas, games e Bolsonaro
13/03/19, 18:43 | LEVANTAMENTO - Columbine, Realengo e Suzano, os mais sangrentos massacres nas escolas de Brasil e EUA
13/03/19, 18:11 | MOVIMENTO - Coletivo de mulheres lança movimento contra flexibilização de armas no Brasil
13/03/19, 17:55 | REPERCUSSÃO - 'Mais armas geram mais violência'. Políticos repercutem massacre
13/03/19, 17:28 | POLÊMICA - Justiça Eleitoral não está apta a julgar crime de corrupção, diz Moro
13/03/19, 17:24 | CRIME - Advogado nega que suspeito de matar Marielle seja dono de 117 fuzis
13/03/19, 17:16 | REAÇÃO - Toffoli anuncia representação contra procurador da Lava Jato
13/03/19, 14:12 | DADOS - Brasil reúne histórico recente de tragédias em escolas
13/03/19, 14:08 | TRAGÉDIA - Autores de massacre em escola de Suzano são identificados
13/03/19, 14:02 | TRAGÉDIA - Major Olímpio diz que massacre seria evitado com professores armados
13/03/19, 12:35 | INTERNACIONAL - Edifício, onde havia uma escola, desmorona na Nigéria e deixa vítimas
13/03/19, 12:31 | TRAGÉDIA - Adolescentes usaram revólver e arma medieval durante ataque em Suzano/SP
13/03/19, 11:41 | OPINIÃO - Economista avalia: os dias estão contados para Bolsonaro
13/03/19, 11:14 | REPERCUSSÃO - New York Times destaca o elo entre Bolsonaro e as milícias do Rio
13/03/19, 10:53 | POLÊMICA - Em ação no STF, Raquel Dodge pede fim do fundo da Lava Jato: 'é ilegal'
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site