CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Associação de procuradores critica Segóvia e diz que arquivamento cabe ao MP

Após a intimação, o diretor-geral negou que tenha antecipado informação sobre arquivamento do inquérito contra Temer durante entrevista concedida ontem à imprensa e disse que vai se explicar diretamente a Barroso na próxima quarta-feira (14)

11/02/18, 09:56

O

presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), José Robalinho Cavalcanti, publicou nota lamentando as declarações do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, sobre um possível arquivamento do inquérito que investiga o presidente Michel Temer. De acordo com ele, decisões desse tipo são atribuições "exclusivas" da Procuradoria-Geral da República, e o trabalho policial deve continuar sendo "técnico e independente".

"Quando o País se vê diante do espetáculo dantesco de um diretor-geral de polícia dando declarações no lugar dos responsáveis por uma investigação percebe-se que é sorte para a sociedade brasileira que quem determina se um inquérito policial terá proposta de arquivamento, ou se a investigação continuará em busca de novas diligências não é a polícia, e sim o Ministério Público”, afirmou. No comunicado, a entidade elogia a decisão deste sábado (10) do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, que intimou Segóvia a prestar esclarecimentos.

Após a intimação, o diretor-geral negou que tenha antecipado informação sobre arquivamento do inquérito contra Temer durante entrevista concedida ontem à imprensa e disse que vai se explicar diretamente a Barroso na próxima quarta-feira (14). Na entrevista, o delegado disse que os indícios contra Temer “são muito frágeis” e sugere que o inquérito "pode até concluir que não houve crime".

"As declarações de Segóvia desrespeitaram sua própria instituição e seus subordinados. A Polícia Federal é um órgão de Estado, e não de governo, e seus profissionais são sérios, técnicos e sempre terão o Ministério Público ao seu lado todas as vezes que sua independência técnica for colocada em risco", escreveu Robalinho.

Temer é investigado por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro por ter, supostamente, recebido vantagens indevidas de uma empresa para editar o chamado Decreto dos Portos. A determinação de Barroso foi feita após a entrevista porque ele é o relator do caso no STF.

Na nota, a instituição lembra que cabe ao MP, "destinatário" de eventuais provas, avaliar "o momento" e decidir se apresenta denúncia ou pede o arquivamento ao Poder Judiciário.

Também por meio de nota, a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) também se manifestou. Segundo o órgão, nenhum dirigente deve se posicionar sobre investigações em andamento "independentemente da posição que ocupe" na PF.

"A ADPF espera que o diretor-geral garanta, nas palavras e nos atos, os instrumentos necessários para que os delegados exerçam suas atribuições de forma técnica e republicana, sem temor por reações do poder político e econômico", afirmou a entidade.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
08/11/18, 21:32 | JUDICIÁRIO - Em evento com magistrados negros, Toffoli defende cotas raciais
08/11/18, 21:28 | ECONOMIA - Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC
08/11/18, 21:23 | REFORMA - Servidores dão abraço simbólico no prédio do Ministério do Trabalho
08/11/18, 17:33 | CRISE - Bolsonaro garante que intervenção no Rio vai até dezembro, diz Witzel
08/11/18, 17:29 | TRANSIÇÃO - Moro quer plano anticrime simples para rápida aprovação no Congresso
08/11/18, 17:15 | CRIMES - MPF e PF fazem operação e prendem mais sete deputados estaduais no Rio
08/11/18, 14:15 | ECONOMIA - Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
08/11/18, 14:07 | ECONOMIA - Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
08/11/18, 13:20 | INVESTIGAÇÃO - Hackers invadiram sistema da Justiça Eleitoral antes do 2º turno; TSE investiga
08/11/18, 13:10 | POLÍTICA - 'Ciro é um ser humano que vale a pena', diz Lula
08/11/18, 12:57 | PROPINA & CORRUPÇÃO - PF cumpre ordens de prisão contra deputados do Rio em desdobramento da Lava Jato
08/11/18, 12:52 | REFORMAS - Com fim do Ministério do Trabalho, funcionário vai virar refém do patrão
08/11/18, 12:48 | JUDICIÁRIO - 'Agora poderemos enfrentar auxílio-moradia', diz Toffoli após reajuste
08/11/18, 12:43 | CRIMES - Cresce número de blogueiros assassinados no país, aponta relatório
08/11/18, 12:21 | CRIME - Testemunha: Daniel foi convidado a fazer sexo com esposa de suspeito
08/11/18, 09:31 | CRIME - PF cumpre 9 mandados de busca ligados a inquérito que investiga Jucá
07/11/18, 19:07 | POLÍTICA - Presidente eleito vai se reunir com governadores no dia 14
07/11/18, 19:03 | POLÍTICA - Deputada é confirmada primeira mulher no ministério de Bolsonaro
07/11/18, 19:00 | LAVA JATO - STF pode julgar habeas corpus de Lula ainda neste ano, diz Fachin
07/11/18, 18:28 | INVESTIGAÇÃO - Governador eleito do DF foi beneficiado por disparos no WhatsApp
07/11/18, 18:20 | MUNDO - Eleições legislativas nos EUA têm recorde de mulheres vencedoras
07/11/18, 18:15 | REFORMAS - Equipe de Bolsonaro pensa em fusão do BB com Bank of America
07/11/18, 17:57 | ECONOMIA - Cesta básica sobe em 16 das 18 capitais pesquisadas pelo Dieese
07/11/18, 17:52 | POLÍTICA - Jucá diz que MDB não está negociando cargos com Bolsonaro
07/11/18, 17:35 | TRANSIÇÃO - Bolsonaro diz que "muita coisa" do governo Temer vai ser mantida
07/11/18, 14:56 | TSE - Diplomação de Bolsonaro deve ocorrer em 10 de dezembro
07/11/18, 14:49 | PREVIDÊNCIA - Pagamento da segunda parcela do 13º pelo INSS começa no dia 26
07/11/18, 14:40 | ESTUDO - População carcerária feminina no Brasil é uma das maiores do mundo
07/11/18, 14:33 | TRANSIÇÃO - Bolsonaro coleciona idas e vindas na formação do governo
07/11/18, 14:24 | REFORMAS - Jair Bolsonaro anuncia extinção do Ministério do Trabalho
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site