CBN - A rádio que toca notícia

REAÇÃO

'Reforma' trabalhista será alvo de disputa nas ruas e nos tribunais

Para representantes de trabalhadores e especialistas em direito, em debate no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, país já provou que é possível criar empregos sem reduzir direitos

13/11/17, 21:53

A

nova legislação trabalhistas sancionada pelo governo Temer, que entrou em vigor no último sábado (11), não está consolidada, e será alvo de disputa jurídica, nos tribunais do trabalho e instâncias superiores, e política, nas ruas, nas fábricas e nas eleições do ano que vem. Essas foram as impressões compartilhadas por especialistas do direito, sindicalistas e políticos, em debate promovido pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, realizado nesta segunda-feira (13), em São Bernardo do Campo. 

As mudanças na legislação, segundo os debatedores, foram feitas sem que os trabalhadores fossem consultados, e atendem, portanto, somente aos interesses da classe patronal, que pretende enfraquecer os sindicatos durante as negociações e criar obstáculos para o acesso à Justiça do Trabalho. O debate sobre o dia seguinte à reforma trabalhista também foi acompanhado de perto pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que defende a realização de um referendo revogatório sobre essa e outras medidas do governo Temer. 

Ao contrário do discurso oficial do governo, que alega que as novas regras estimularão a criação de novas vagas de emprego, os participantes foram unânimes em dizer que o que, de fato, vai aumentar com a reforma trabalhista é a precarização das relações do trabalho e a queda dos rendimentos gerais dos salários. 

Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, o efeito geral é que, se essa nova legislação não for revogada, todos os trabalhadores com o atual modelo de contratação serão demitidos, e recontratados de maneira precarizada, na forma de terceirizado, autônomo ou intermitente. 

Ele também criticou o dispositivo que consta da nova lei que considera que as negociações coletivas terão prevalência sobre a legislação, até mesmo quando retirarem direitos. Segundo Freitas, negociação sem a presença do sindicato, como legítimo representante dos trabalhadores, não pode ser considerada com uma negociação coletiva. "Não há negociação coletiva sem um sindicato forte", ressaltou. 

Vagner defendeu a união de sindicatos em macro-setores, que reúna todo um determinado seguimento de trabalhadores, para, assim, terem maior poder de negociação e menores custos de manutenção de estruturas de assistência jurídica, por exemplo. 

Fonte: JL/RBA
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
13/11/17, 13:46 | POLÍTICA - Não pretendo ser candidato à presidência do partido, diz Alckmin
13/11/17, 13:38 | POLÍTICA - FHC quer que Tasso desista da disputa pelo comando do PSDB
13/11/17, 13:32 | MUNDO - Mais de 440 pessoas morrem em terremoto entre Irã e Iraque
12/11/17, 21:10 | BRASILEIRÃO - Cruzeiro aproveita expulsão de Marlon e vence Flu de virada no Mineirão
12/11/17, 21:06 | BRASILEIRÃO - Grêmio empata em 1x1 com o Vitória e vê Corinthians abrir dez pontos na liderança
12/11/17, 21:02 | BRASILEIRÃO - De dispensável a destaque, Deyverson marca duas vezes e Verdão bate o Flamengo
12/11/17, 17:58 | CONCURSO - ‘Não somos só moças bonitas’, diz Monalysa antes de confinamento para Miss Universo
12/11/17, 17:46 | VIOLÊNCIA - Chega a 118 número de policiais militares assassinados este ano no Rio
12/11/17, 17:36 | LUTO - Morre a psicanalista Eliane Berger, mulher do ex-ministro Guido Mantega
12/11/17, 17:29 | EDUCAÇÃO - Com tricô e oração, pais incentivam filhos e aguardam do lado de fora do Enem
12/11/17, 17:14 | AFRONTA - Fundo político-eleitoral retira R$ 70 milhões de verbas da Saúde
12/11/17, 17:05 | RACHA NO NINHO - Do tucano Pedro Tobias: 'Aécio devia colocar o pijama e voltar para casa'
12/11/17, 16:52 | POLÍTICA - Evento do PSDB em São Paulo tem coro de 'Fora, Aécio!' e tentativa de pacificação
12/11/17, 16:10 | ARTIGO - Morosidade, Celeridade e as inovações introduzidas pelo Novo CPC
12/11/17, 09:51 | LOTERIA - Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 29 milhões na próxima quinta
12/11/17, 09:48 | EXAME - Gabarito oficial do Enem 2017 será divulgado na quinta-feira
12/11/17, 09:43 | EDUCAÇÃO - Enem 2017 tem segundo dia neste domingo com provas de exatas
12/11/17, 09:14 | DELATOR - Joesley coloca à venda apartamento em NY, iate e ilha em Angra
12/11/17, 09:07 | INVESTIGAÇÕES - Ações de Temer e de políticos podem comprometer Lava Jato
12/11/17, 08:50 | RACHA POLÍTICO - Reforma ministerial de Temer sairá em breve e PSDB pode ficar isolado
11/11/17, 21:12 | REFORMA - Saiba o que os tribunais ainda podem rever após vigência da nova lei trabalhista
11/11/17, 19:49 | POLÍTICA - Aécio reconhece que PSDB deve deixar Temer: 'Sairemos pela porta da frente'
11/11/17, 19:41 | PROJETO - Teresina em Ação realiza mais de 13 mil atendimentos no Bela Vista
11/11/17, 19:32 | PROGRAMAÇÃO - Crianças pintam muro para ajudar entidade que cuida de animais em Teresina
11/11/17, 19:26 | SAÚDE - Jovens estão perdendo audição por uso de fones de ouvido, alerta Conselho de Fonoaudiologia
11/11/17, 19:20 | FRAGMENTAÇÃO - 'Cenário das eleições de 2018 será parecido com o de 1989', diz professor
11/11/17, 19:07 | VIOLÊNCIA - Interlagos tem segurança reforçada após equipe da Mercedes ter sido assaltada
11/11/17, 18:56 | ARTIGO - O “amicus curiae” no Novo Código de Processo Civil
11/11/17, 18:50 | MUNDO - Catalunha: 750 mil vão às ruas pedir liberdade de políticos presos
11/11/17, 16:43 | LAVA JATO - Moraes nega pedido de Cunha para agilizar julgamento de habeas corpus
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site