CBN - A rádio que toca notícia

VIOLÊNCIA

Escola em Teresina cria código de segurança para alunos entrarem na sala de aula e evitar assaltos

Código foi adotado para tentar diminuir o número de assaltos realizados dentro da escola. Secretaria estadual de Educação estuda adotação de segurança armada

13/04/18, 15:30

N

o bairro Poti Velho, Zona Norte de Teresina, duas unidades de educação do estado resolveram adotar uma iniciativa inovadora para tentar diminuir a quantidade de assaltos contra estudantes e funcionários: adotar um código para entrar nas salas onde acontecem mais assaltos. A medida foi aplicada após um aluno ser agredido por criminosos na última semana.

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) disse que avalia a possibilidade de disponibilizar segurança armada no prédio e a Polícia Militar do Piauí informou que intensificou o policiamento na rede escolar.

De acordo com a comunidade escolar os assaltos costumam acontecer nas salas que ficam em um mesmo corredor. A escola então adotou a estratégia de trancar as salas por dentro após a chegada dos alunos. Se um aluno precisar sair deve na volta tem de informar o nome completo e o número que está na chamada.

“A gente vem para escola para estudar, na intenção de um futuro melhor, mas a gente não está conseguindo pela falta de segurança. Fica a sensação de que qualquer hora pode acontecer novamente”, desabafou a estudante Kelly de Oliveira após a adoção da ideia na escola. O Piauí registra 48 casos de violência nas escolas a cada mês, segundo dados do Sindicato dos Trabalhadores na Educação Básica.

A decisão pela adoção do código aconteceu após cinco homens entrarem na Unidade Escolar Petrônio Portela armados e renderem professores e alunos nas salas de aula. Um estudante foi agredido na cabeça. "Mandou o pessoal ficar calado, baixar a cabeça e começou a recolher os objetos da sala. Eu estava com as mãos na cadeira e ele veio com o cabo da arma e bateu na minha cabeça. Mandou eu ficar quieto e depois saíram", contou o estudante Antônio Oliveira, sobre a agressão.

No mesmo prédio da Unidade Escolar Petrônio Portela funciona o Centro de Educação de Jovens e Adultos Gayoso e Almendra e não é a primeira vez que funcionários e alunos foram assaltados. Em uma mesma semana foram três registros de roubos no prédio. “Eles vem sempre no mesmo local, pulando o muro, por uma árvore que tem porque o muro está baixo. Tem gente que já não vem mais para a escola pela quantidade de assaltos ”, disse o estudante Thalisson Sousa.

Estudantes fazem coleta para ajudar a aumentar muro

O conselho escolar se reuniu para discutir a possibilidade de aumentar o muro da escola e colocar arames, mas faltam recursos. Os próprios alunos estão doando o material e mão de obra para realizar o serviço. "Nós vamos levantar o muro com parte dos recursos que veio da Seduc e outra parte com doações. Alunos estão doando sacos de cimento, mão de obra. Temos alunos que doam concertinas e hastes. Acreditamos que não vai resolver o problema, mas vai amenizar", comentou a secretária escolar Mauricéia Amaral.

A Secretaria Estadual de Educação informou que a Unidade Escolar Petrônio Portela fica situada em uma área vulnerável e que algumas medidas para ampliar a segurança da escola já foram tomadas. A secretaria avalia a possibilidade de disponibilizar segurança armada no prédio.

A Polícia Militar do Piauí informou que a Companhia Independente de Policiamento Escolar, juntamente com os batalhões da área vem intensificando o policiamento em toda a rede escolar. Ainda de acordo com a estatística da PM as prisões dos infratores tem sido feitas na área e geralmente são reincidentes em vários crimes.

Fonte: JL/G1PI
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
10/08/18, 14:35 | EVENTO - Em Teresina, Festival Flores de Holambra traz mais de 100 espécies
10/08/18, 14:29 | PROGRAMAÇÃO - Prefeitura lança campanha de aniversário de Teresina: 166 anos
10/08/18, 12:42 | POLÍTICA - Candidatos progressistas querem rever atos de Temer e criar empregos
10/08/18, 12:37 | SUCESSÃO - Afinal, Lula pode ou não participar dos debates eleitorais?
10/08/18, 12:32 | CRIME - Lava Jato no Rio prende corretor acusado de receber propina
10/08/18, 12:24 | OPINIÃO - Professor de Harvard analisa Bolsonaro como grave perigo à democracia
10/08/18, 12:15 | SALÁRIOS - Após STF, Ministério Público aprova aumento de 16% para procuradores
10/08/18, 12:09 | INCIDENTE - Homens morrem depois de confundir inseticida com bebida alcoólica em Teresina
10/08/18, 11:20 | POLÍTICA - Eleição 2018: confira como foi o primeiro debate entre presidenciáveis
10/08/18, 11:14 | ELEIÇÕES 2018 - No debate da Band, Alckmin vira alvo e nanico Daciolo rouba a cena nas redes
09/08/18, 21:34 | ESTATÍSTICA - Com 63.880 vítimas em 2017, Brasil bate recorde de mortes violentas
09/08/18, 17:54 | SALÁRIOS - Lewandowski rebate crítica a reajuste e diz que juízes recuperam milhões
09/08/18, 17:52 | REDES SOCIAIS - Facebook abre registro a candidatos e partidos para publicar anúncios
09/08/18, 17:48 | POLÊMICA - Presidente da Anamatra diz que reajuste do STF é “questão de justiça”
09/08/18, 15:50 | REPERCUSSÃO - Juristas internacionais enviam carta sobre 'caráter desleal' de processo contra Lula
09/08/18, 15:23 | REFORMA - Desmonte da legislação trabalhista aumenta número de acidentes e mortes
09/08/18, 14:58 | POLÊMICA - Política fiscal de austeridade torna país mais desigual e compromete futuro
09/08/18, 13:41 | ARTIGO - Inelegibilidade Material e Inelegibilidade Processual
09/08/18, 10:43 | CRIME - Professor acusado de matar advogada tentou se matar, diz penitenciária
09/08/18, 10:03 | LIBERTADORES - Torcida do Cruzeiro volta a dar espetáculo no Maracanã e empurra time para vitória mais importante do semestre
09/08/18, 09:55 | POLÊMICA - Senado da Argentina rejeita projeto a favor do aborto e gera protestos
09/08/18, 09:48 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Banqueiro paga fiança de R$ 90 milhões para sair da prisão
09/08/18, 09:26 | ARTIGO - Vontade popular
08/08/18, 21:53 | DECISÃO - Luzilândia, Joca Marques e Madeiro receberão tropas federais para as eleições
08/08/18, 21:10 | CRIME - Marido acusado de matar a advogada Tatiane Spitzner vira réu
08/08/18, 20:55 | JUDICIÁRIO - Supremo Tribunal aprova aumento de 16% no salário dos ministro
08/08/18, 20:34 | JUDICIÁRIO - Gilmar Mendes já soltou 37 investigados da Lava Jato no Rio
08/08/18, 20:01 | MOVIMENTO - Greve nos Correios é suspensa após proposta de acordo do TST
08/08/18, 19:50 | CONFERÊNCIA - Entidades de 40 países discutem futuro do trabalho e ameaças a direitos
08/08/18, 19:47 | INJUSTIÇA - Trabalhadores estão perdendo a esperança na democracia, diz dirigente da CSI
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site