CBN - A rádio que toca notícia

CRIMINALIDADE

Bandidos invadem a Urca no Rio e desmoralizam os generais da intervenção

Para o advogado Lauro Schuch, também morador do bairro, os casos são fruto do sucateamento na segurança pública: “Estamos presenciando assaltos até durante o dia. A coisa ficou ainda pior com a intervenção, mesmo tendo os militares como vizinhos”

13/04/18, 18:41

C

ercado de um lado pelo mar e do outro pelas montanhas, o bucólico bairro da Urca transformou-se em alvo frequente de assaltantes. Depois de ocorrências de roubos a pedestres e furtos de veículos, um arrastão, na Rua Ramon Franco, na segunda-feira, deixou moradores em pânico. Naquela noite, quatro homens num automóvel fecharam um Mercedez-Benz onde estava um casal, obrigando-os a desembarcar. Dois carros que vinham atrás também foram roubados. 

Além da Rua Ramon Franco, outro endereço apontado pelos moradores como alvo frequente de criminosos é a Rua Cândido Gaffree, perpendicular à Avenida Portugal. A cerca de dez metros dali está o Forte de São João, onde moram o interventor general Walter Braga Netto e o secretário de segurança pública do Rio, o também general Richard Nunes. A onda de violência que invade o bairro revela que o ordenamento na segurança pública, ao qual se propunha a intervenção federal, não foi bem-sucedido nem na vizinhança dos próprios militares.

Na esquina da Avenida Portugal com a Rua Cândido Gaffree, a jornaleira Maria Deusamar, de 60 anos, que trabalha ali há 14, dá a tônica da transformação do cotidiano do lugar: “Temos assaltos aqui diariamente. Antes, não era assim. Hoje em dia, toda hora passa uma pessoa aqui na banca dizendo que foi roubado. É celular, bolsa, carro... Estão levando tudo”, conta. 

A alguns metros dali, na Rua Ramon Franco, a estudante Amancia de Souza, de 40 anos, que mora na Vila Militar, diz que se mudou para o bairro em janeiro, quando, “em uma semana a rua teve oito assaltos”: “Só guardo o celular dentro da roupa. Tenho medo de passar sozinha aqui, mas, às vezes, não tem jeito”. 

No mesmo logradouro, o assessor Celso de Lima, de 44 anos, conta que escapou por pouco do último arrastão, quando ia para a casa da cunhada. “Dei ré no carro quando vi que alguns veículos começaram a voltar na contramão. Já fui assaltado aqui no bairro, e a gente se acostuma a sentir medo. No dia do arrastão, escapei por pouco”, relembra ele que mora na Rua Xavier Sigaud: “Na minha rua, tivemos assaltos nos três últimos sábados. Nem a cabine da polícia inibe os bandidos”. 

Para o advogado Lauro Schuch, também morador do bairro, os casos são fruto do sucateamento na segurança pública: “Estamos presenciando assaltos até durante o dia. A coisa ficou ainda pior com a intervenção, mesmo tendo os militares como vizinhos”. 

O quadro de insegurança no bairro não é à toa. A área de cobertura do 2º Batalhão de Polícia Militar (Botafogo) não está sendo protegida por nenhuma das oito motocicletas destinadas à região. Todas estão paradas por falta de manutenção. Com as viaturas, o cenário não é diferente. Moradores contam que os veículos só saem às ruas quando a população se cotiza para consertá-las.

Comandante do 2º BPM, o tenente-coronel Carlos Henrique, que assumiu a unidade há uma semana, conta que toda a frota está sendo recuperada. “Sem as motos-patrulha, a indicação é fazermos o policiamento de carro. Mas não conseguimos passar em alta velocidade. Estamos com um contrato novo de reforma das viaturas. Três delas já estão voltando às ruas. Depois, outras nove serão consertadas”, promete o oficial. 

Além dos militares que vivem no Forte de São João, onde se localizam a Escola de Educação Física do Exército e a Escola Superior de Guerra do Exército, o bairro conta ainda com o Instituto Militar de Engenharia, a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e a Escola de Guerra Naval. O bairro é conhecido ainda por abrigar o cantor mais famoso do país, Roberto Carlos, e compositores de talento como o pernambucano Lenine, além de concentrar muitos jovens na popular mureta, vizinha ao forte.

Fonte: JL/JB
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/10/18, 20:43 | CRIME - MPE vai apurar suspeita de doações ilegais à campanha de Bolsonaro
18/10/18, 12:55 | EDUCAÇÃO - Cartões do Enem serão liberados na segunda-feira, dia 22
18/10/18, 12:51 | DIEESE - Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
18/10/18, 12:45 | MOVIMENTO - Com juristas, Haddad chama campanha anti-PT de “tentativa de fraude
18/10/18, 09:44 | FUTEBOL - Cruzeiro 2 x 1 Corinthians: hexacampeão da Copa do Brasil
18/10/18, 09:39 | POLÊMICA - Em casos anteriores, STF suspendeu indiciamento de autoridades pela PF
18/10/18, 08:59 | AGENDA - Dia é de definições para os candidatos à Presidência da República
17/10/18, 19:11 | ECONOMIA - Um em cada três clientes ignora valor da fatura do cartão de crédito
17/10/18, 19:08 | POLÍTICA - Pesquisa constata só 8% de imagens verdadeiras no WhatsApp
17/10/18, 19:04 | BENEFÍCIO - Nascidos em outubro já podem sacar abono do PIS de 2017
17/10/18, 18:47 | JUDICIÁRIO - STF decide que imóveis de programa habitacional não pagam tributos
17/10/18, 16:43 | POLÍTICA - De salto alto, Bolsonaro e filhos já cantam vitória antes da hora
17/10/18, 16:00 | POLÍTICA - Haddad diz que Igreja Universal tem pretensões de governar o país
17/10/18, 15:39 | REAÇÃO - Mais de mil juristas assinam manifesto em apoio a Haddad
17/10/18, 15:33 | AGRESSÃO - Dom Mauro Morelli sobre Bolsonaro: 'Desequilibrado e vulgar'
17/10/18, 15:27 | POLÍTICA - Bancada feminina na Câmara terá maior número da história: 77 deputadas eleitas
17/10/18, 15:20 | PARLAMENTO - Congresso derruba veto de Temer a piso salarial de agentes de saúde
17/10/18, 13:55 | ARTIGO JURÍDICO - A importância da fundamentação para um processo justo
17/10/18, 13:49 | CRIME - Temer recebeu R$ 5,9 milhões em propina do setor portuário, diz PF
16/10/18, 22:01 | INTERNACIONAL - Cerca de 820 milhões de pessoas passam fome no mundo, estima ONU
16/10/18, 21:56 | ELEIÇÕES - Haddad prepara carta a evangélicos e mira ex-petistas de Bolsonaro
16/10/18, 21:50 | PARLAMENTO - Senado rejeita projeto de venda de distribuidoras da Eletrobras
16/10/18, 21:35 | CORRUPÇÃO & PROPINA - PF indicia Michel Temer e filha Maristela por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização crimnosa
16/10/18, 18:19 | PARLAMENTO - Senado aprova MP que trata de dívidas de produtores rurais
16/10/18, 18:15 | POLÍTICA - Comparação de projetos econômicos nivela Bolsonaro ao governo Temer
16/10/18, 17:57 | AMISTOSO - Miranda marca no fim, Seleção vence Argentina, e capitão Neymar levanta seu primeiro troféu
16/10/18, 17:26 | SEGURANÇA - Inaugurada em Brasília 5ª penitenciária federal de segurança máxima
16/10/18, 17:21 | EDUCAÇÃO - Maioria de adolescentes acompanhados na atenção básica se alimenta mal
16/10/18, 17:10 | POLÍTICA - Haddad diz que substituirá toda a equipe econômica caso vença
16/10/18, 10:08 | POLÍTICA - “Bolsonaro deseja retroagir o Brasil em 50 anos”, alerta Requião
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site