CBN - A rádio que toca notícia

CRIME

Onda de violência afeta rotina de moradores em Fortaleza

Pelas ruas da capital cearense, o que se percebe é a baixa circulação de ônibus

06/01/19, 14:29

Q

uem precisa se deslocar na região metropolitana de Fortaleza, seja para trabalhar, visitar familiares ou outro compromisso, enfrenta muitas dificuldades com a redução da frota de ônibus, após a série de ataques contra veículos, órgãos públicos, agência bancárias, estabelecimentos comerciais e equipamentos de segurança do Ceará. Os atentados, organizados por facções criminosas, seriam uma represália ao anúncio do governo estadual de medidas para endurecer as regras no sistema penitenciário do Ceará. O governador do Ceará, Camilo Santana, avisou que não vai recuar no combate ao crime e à violência que se agravaram nos últimos dias no estado.

Pelas ruas da capital cearense, o que se percebe é a baixa circulação de ônibus. Os poucos veículos vistos pelas ruas estão sendo escoltados por três policiais militares cada um. Eles viajam dentro dos próprios veículos para evitar qualquer tipo de ataque. Desde a última quarta-feira (2), já foram incendiados 22 ônibus em Fortaleza, região metropolitana e cidades do interior.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) anunciou que a operação emergencial de ônibus vai continuar neste domingo (6). Em Fortaleza, 77 linhas de ônibus estão disponíveis aos usuários, com uma frota total de 108 ônibus. Para se ter uma ideia, a frota normal é de 1.810 ônibus urbanos e 350 metropolitanos, em mais de 300 linhas.
 
Turismo e rotina em Fortaleza

Em um hotel do bairro de Praia de Iracema, zona turística da cidade, por exemplo, dois funcionários que trabalham na recepção não vieram trabalhar neste domingo por falta de transporte público. O gerente do hotel, Hélder Moreira, que tem carro próprio, teve que substituí-los. Em plena temporada de verão, a onda violência tem preocupado os turistas que tem pacotes para visitarem a cidade, conta o gerente.

"Desde que eclodiu a violência, temos recebido ligações de turistas, que já tem pacotes comprados para Fortaleza, pedindo informações sobre o cancelamento", relata Hélder. O auxiliar de serviços gerais José Almir, que trabalha na área de manutenção de um hotel da cidade, conta que conseguiu pegar um ônibus de Maranguape, cidade da região metropolitana, até o centro da capital, mas o restante do percurso até a orla de Iracema, ele teve que percorrer a pé, andando cerca de 4 quilômetros. "Os ônibus que vi circulando em Fortaleza estão sendo acompanhados por policiais", relatou.    

Em um shopping da cidade, funcionários de uma loja, que encerraram o expediente às 22 horas da última sexta-feira (4), não tiveram como retornar para suas casas e dormiram no próprio estabelecimento, por falta de transporte no horário da noite. A vendedora Ana Moraes, que trabalha no local, só tem conseguido chegar ao trabalho, nos últimos quatro dias, com táxi ou usando aplicativos de transporte particular. "Nos últimos quatros dias, gastei entre R$ 120 e R$ 140 para conseguir chegar ao trabalho e as empresas não estão oferecendo alternativa para os funcionários. Ou eles dão um jeito de vir ou se faltam tem o ponto descontado", explica.

Também na madrugada da última sexta-feira, criminosos atacaram a delegacia do 27º Distrito Policial, no bairro João XXIII, na capital, onde explodiram um veículo que estava estacionado no pátio da unidade. A explosão, provocada por dinamites, pôde ser ouvida a quilômetros de distância, inclusive em bairros vizinhos. "Eu estava na casa dos meus pais quando ouvi um estrondo. A delegacia fica a cerca de 1,5 quilômetros (km) de distância, deu para ver o clarão", relata o atleta Glauber Lorran.

No balanço mais recente da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, 86 suspeitos de envolvimento com a onda de ataques foram presos na capital e em mais 23 municípios. Já foram contabilizadas mais de 80 ocorrências, como incêndio de veículos, ataques a prédios públicos, entre outras ações de dano ao patrimônio. Por determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, cerca de 300 homens das Força Nacional de Segurança já estão fazendo o policiamento ostensivo nas ruas de Fortaleza, em apoio aos agentes de segurança do estado.
 
Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
22/03/19, 21:22 | POLÍTICA - Dois assessores de Bolsonaro doaram mais de R$ 100.000 reais a campanhas da família
22/03/19, 20:45 | CRISE - Bolsonaro compara Maia a namorada que separa e pede diálogo
22/03/19, 20:36 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Ministro do Supremo nega liberdade ao ex-ministro Moreira Franco
22/03/19, 17:45 | ARTIGO - Prisão de Temer não merece comemoração e nem solidariedade
22/03/19, 17:23 | ARTIGO - Entregou o coração da Democracia numa bandeja e foi para a cadeia
22/03/19, 16:53 | ECONOMIA - Devedores contumazes da União poderão ter CNPJ cancelado
22/03/19, 16:47 | POLÍTICA - 'Será necessário o uso da força na Venezuela', diz filho de Bolsonaro
22/03/19, 16:42 | POLÍTICA - Isolado, Temer vivia amargurado desde que deixou a presidência
22/03/19, 16:20 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Michel Temer fica em silêncio em depoimento na Políca Federal no Rio
22/03/19, 16:13 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Desembargador nega liminar em habeas corpus e Temer permanece preso
22/03/19, 13:48 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Veja as 10 investigações e acusações contra o ex-presidente Temer
22/03/19, 13:15 | NOMEAÇÕES - Comissionado que não atender critério de idoneidade será exonerado
22/03/19, 13:12 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Associação dos Delegados da PF defende ação na prisão de Temer
22/03/19, 13:10 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Temer, Moreira e coronel Lima prestam depoimento na PF no Rio
22/03/19, 12:51 | EDITORIAL O GLOBO - Prisão do ex-presidente Temer é demonstração de força da Lava-Jato
22/03/19, 11:58 | PREVENÇÃO - Com alerta de temporais, Governo envia mais 20 bombeiros a Parnaíba-PI
22/03/19, 11:48 | MELHOR AMIGO - Cães permanecem ao lado de motorista após acidente e são resgatados
22/03/19, 11:36 | CRIME - Justiça bloqueia bens de investigados por fraude em licitações de obras no Piauí
22/03/19, 11:30 | ARTIGO - As elites racharam e o pacto que lhes deu poder agora corre risco
22/03/19, 11:23 | POLÍTICA - Rodrigo Maia avisa Guedes que está fora da articulação para Reforma da Previdência
22/03/19, 11:05 | POLÍTICA - Maia se irrita com Carlos e ameaça 'abandonar' Previdência
22/03/19, 10:56 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Delação que pode atingir Fux faz STF ligar sinal vermelho
21/03/19, 20:39 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Juiz: Prisão de Temer é para evitar destruição de provas
21/03/19, 20:35 | PRISÃO - Sobre prisão de Temer, Bolsonaro diz: 'Justiça nasceu para todos'
21/03/19, 20:30 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Prisão de Temer deixa a esposa Marcela em estado de choque
21/03/19, 20:17 | QUADRILHA - Coaf detectou tentativa de depósito de R$ 20 milhões em espécie para operador quando Temer ainda era presidente
21/03/19, 17:27 | PRISÃO - Coronel Lima escondeu celulares no sofá quando a PF chegou
21/03/19, 17:21 | LAVA JATO - Temer foi grampeado antes de prisão para identificar endereço
21/03/19, 17:16 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Michel Temer entra com pedido de habeas corpus no TRF-2
21/03/19, 16:08 | POLÍTCA - Prisão de Michel Temer pode ter sido soco no estômago da Reforma da Previdência
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site