CBN - A rádio que toca notícia

SAÚDE

Programa Saúde da Família sofre após fim do Mais Médicos

Programa recebe o mesmo valor do governo federal há 11 anos

03/12/18, 14:31

O

Programa de Saúde da Família (PSF), criado em 1994 para ser a porta de entrada no atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sofre com o congelamento de repasses federais há 11 anos, além da saída recente de médicos cubanos.

Mesmo com baixo investimento, o programa ainda avança nas regiões mais pobres e remotas do país, garantindo o atendimento de dois a cada três cidadãos, segundo o 'UOL'.

De acordo com a publicação, desde que foi criado, o PSF registrou crescimento da equipe, especialmente a partir de 2013, com a criação do programa Mais Médicos, que enviou profissionais a locais em que não era possível contratar pessoal qualificado.

Segundo dados do Ministério da Saúde, 43.639 equipes atendiam 134 milhões de pessoas em setembro deste ano. O número equivale a 65% da população brasileira, ou o maior índice já registrado pelo programa.

Contudo, o pagamento da equipe é um desafio aos cofres do municípios.

O texto explica que, sem o Mais Médicos, os municípios mais pobres recebem R$ 10.695 por equipe, enquanto os de maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) levam R$ 7.130. Estes valores estão congelados há 11 anos.

Para os municípios que participam do Mais Médicos, o Ministério da Saúde paga uma bolsa de R$ 11.244 ao médico e o município recebe R$ 4.000 para apoio.

Segundo a CNM (Confederação Nacional dos Municípios), em média, uma equipe de saúde da família custa aos cofres municipais R$ 45 mil mensais.

"Esses os valores repassados não são suficientes para custeio da equipe, e os municípios entram com a maior parcela", explica Leopoldina Feitosa, presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Piauí, estado que tem a maior cobertura do PSF: 99%.

"Além do médico, há o enfermeiro, dois técnicos, uma pessoa para limpar o posto, três para vigiar, motorista, uma pessoa para a farmácia e as contas de água, energia, internet e material", pontua.

A situação é pior nos estados maiores, onde há muitas áreas remotas e de difícil acesso.

Contudo, o maior problema ainda é a falta de médicos nas cidades mais pobres. "O deslocamento dos profissionais para fixação é difícil. A nossa formação médica é muito dissociada da pobreza", afirma Charles Tocantins, presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Pará.

Em resposta ao 'UOL', o Ministério da Saúde confirmou o congelamento dos valores pagos pelos municípios, mas afirma que o dinheiro destinado para a atenção básica cresceu.

Em 2010, foram investidos R$ 9,8 bilhões. Para 2018, está previsto um aporte de R$ 21,8 bilhões.

"Cabe ressaltar que, diante da dificuldade relatada pelas prefeituras de arcar com salários que podiam chegar a R$ 30 mil mensalmente por médico, o Mais Médicos veio para garantir e ampliar o número de profissionais na atenção básica, tanto para compor equipes de saúde da família que estavam sem o médico como para atender em unidades básicas em que gestor tinha dificuldade de contratação", justificou a pasta.

O ministério ainda afirma que, desde 2006, há outras iniciativas que aumentaram o repasse financeiro para a atenção básica.
 
Fonte: JL/Notícias ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/04/19, 12:09 | CONFUSÃO - Filho de Bolsonaro ataca vice-presidente por palestra nos EUA
23/04/19, 12:05 | TOMA LÁ DÁ CÁ - Governo Bolsonaro promete ‘verba extra’ para deputado que aprovar Reforma da Previdência
23/04/19, 11:53 | DISCURSO - Se me dessem a mão, chamaria a polícia’, diz Kajuru sobre 4 ministros do STF
23/04/19, 11:50 | SENTENÇA - Coronéis e capitães do Exército são condenados por desvio de R$ 11 milhões
23/04/19, 11:29 | ARTIGO - Governo em autocombustão
23/04/19, 11:25 | ARTIGO - Lula não vai ser solto, porque a Justiça está presa
23/04/19, 10:54 | INTERNACIONAL - Sobe para 11 número de mortos após terromoto nas Filipinas
23/04/19, 10:51 | MOVIMENTO - Após reunião com governo, caminhoneiros descartam grave
23/04/19, 10:39 | MUDANÇAS - CCJ da Câmara deve votar hoje relatório da Reforma da Preidência
22/04/19, 21:23 | JULGAMENTO - Liberdade, prisão domiciliar ou continuar na cadeia: os possíveis desfechos do novo julgamento do ex-presidente Lula
22/04/19, 20:15 | EVENTO - Gilmar Mendes: Lula não deveria ter sido preso após condenação em 2ª instância
22/04/19, 20:07 | POLÊMICA - Verdadeiro dono do sítio de Atibaia pede autorização para vender a propriedade
22/04/19, 20:00 | POLÍTICA - Fernando Henrique Cardoso diz que Bolsonaro tem ideias 'muito atrasadas'
22/04/19, 16:09 | REFORMAS - Governo concorda em retirar pontos da Previdência para fazê-la passar na CCJ
22/04/19, 15:10 | REFORMA - Rodrigo Maia: Comissão só será instalada após fim da censura a dados da reforma da Previdência
22/04/19, 15:01 | REAÇÃO - Funcionalismo público articula para retirar trechos do projeto da Previdência
22/04/19, 14:55 | EDUCAÇÃO - Alunos que tiveram a isenção no Enem negada podem entrar com recurso
22/04/19, 14:45 | POLÍTICIA - É escandaloso como as instituições foram usadas no golpe contra Lula e Dilma, diz Ferrajoli
22/04/19, 14:36 | POLÊMICA - Teixeira critica sigilo sobre a Previdência: falta honestidade em Bolsonaro
22/04/19, 14:28 | REPERCUSSÃO - 'Impressão é que o Brasil é dirigido por um maníaco', diz jornal inglês
22/04/19, 14:02 | PREVIDÊNCIA - Previdência: compare como é a aposentadoria hoje e o que o governo propõe
22/04/19, 13:39 | MEDIDA - Bolsonaro reitera corte em patrocínios culturais da Petrobras
22/04/19, 13:32 | CONFUSÃO - Canal de Bolsonaro remove vídeo em que Olvao critica militares
22/04/19, 13:28 | ESTATÍSTICA - PRF registra queda de 50% no número de mortes durante feriado
22/04/19, 12:30 | ECONOMIA - Projeção de expansão da economia cai pela oitava vez e vai para 1,71%
22/04/19, 12:24 | POLÊMICA - Acordo para votar Previdência na CCJ não terá impacto fiscal
22/04/19, 12:15 | ECONOMIA - Prévia da confiança da indústria sinaliza aumento de 0,4 ponto
22/04/19, 07:54 | TRAGÉDIA - Prefeitura do Rio elabora cronograma para demolições de prédios
22/04/19, 07:51 | SAÚDE - Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe
22/04/19, 07:47 | INTERNACIONAL - Número de mortos em ataques no Sri Lanka sobe para 290
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site