CBN - A rádio que toca notícia

ESPORTE

Copa inclusiva leva emoção a deficientes em São Paulo

Carlos contou com a ajuda de Renato Rodrigues, que, segurando suas mãos, interpretou, em Libras - a linguagem brasileira de sinais - os lances do jogo, acompanhado de uma tábua em formato de campo de futebol, o campinho tátil

06/07/18, 18:23

O

s tapinhas nas costas de Carlos não são apenas cumprimentos. Foi assim que Vinicius Alves mostrou, por meio da interpretação áptica (tátil), para Carlos Junior, de 31 anos, deficiente auditivo desde o nascimento, que ficou cego aos 27, os lances do jogo entre Brasil e Bélgica e os números dos jogadores em campo.

Carlos contou com a ajuda de Renato Rodrigues, que, segurando suas mãos, interpretou, em Libras - a linguagem brasileira de sinais - os lances do jogo, acompanhado de uma tábua em formato de campo de futebol, o campinho tátil.

“Já consegui enxergar, mas com a perda visual, eu precisava do auxílio de outra pessoa, e o Hélio [seu guia intérprete anterior] teve esse ideia do campinho tátil. E, com ele, sinto a mesma emoção e alegria que milhões de brasileiros, na íntegra, naquele exato momento. Hoje, outros surdocegos têm a mesma sensação e é muito importante que sintam isso”, disse. 

Carlos não é um espectador passivo, ele é crítico e tem opinião formada sobre os jogadores. “O Marcelo, sei que ele é um dos melhores jogadores do mundo, sempre está em conexão com Neymar, eu sei quando um jogador é bom ou ruim através da mensagem que o guia intérprete passa. Eu sei que a defesa do Brasil está bem fechada e tem essa variedade de bons zagueiros também”, opinou.

Para Renato, ser intérprete não tem preço. “Além de sentir a emoção de ver o jogo, é um prazer imensurável saber que outra pessoa, por meio de minhas mãos, está tendo acesso, naquele mesmo momento, àquela mesma sensação, naquele exato segundo. Estou muito feliz por poder proporcionar essa informação na íntegra para outra pessoa”. 

É assim, com a ajuda de audiodescrição e intérprete de libras, que diversos deficientes auditivos e visuais acompanharam o jogo entre Brasil e Bélgica, no Memorial da Inclusão, em São Paulo.

“A ideia de ter acessibilidade aos jogos surgiu em Carlos, junto com seu guia, o Hélio. A ideia foi crescendo, as pessoas surdocegas também querendo ter o mesmo acesso, e como boas ideias precisam ser difundidas, hoje estamos aqui, fazendo essa Copa inclusiva em que pessoas com ou sem deficiência podem estar juntas, curtindo o jogo. O futebol movimenta o Brasil e a Copa, o mundo todo, e as pessoas com deficiência não podem ficar de fora”, defendeu a coordenadora de desenvolvimento de programas da Secretaria do Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Lara Santana.

O professor Edvaldo Paes da Gama acompanhou o jogo, pela primeira vez, com o auxílio da guia com o campinho tátil. Deficiente visual desde os dois anos de idade, ele gostou da inovação.

“Foi algo ímpar, fantástico. Vim para conhecer como seria a transmissão do jogo com o recurso da audiodescrição, acompanhei um pouco. Pelo pouco de acompanhei, percebi que a audiodescrição é melhor do que a narração esportiva televisiva, mas ainda não chega aos pés da aproximação que o campo tátil traz daquilo que acontece de fato no campo. Faz com que a gente consiga sentir as emoções dos quase gols, toda a vibração, dá para perceber isso de forma muito clara”, descreveu o professor. 

Gama contava com uma virada do Brasil, mas gostou da atuação da seleção brasileira. “Apesar do Brasil ter perdido acho que foi um bom jogo, especialmente no segundo tempo o Brasil foi para cima, fez várias tentativas, só não foram concluídas porque o goleiro belga é muito bom, mas foi um bom jogo.”

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
19/01/19, 18:11 | PLANALTO - Bolsonaro designou três ministros para vigiar de perto o vice
19/01/19, 17:28 | IMBRÓGLIO - Moro seria um aliado da Globo na sua guerra contra Bolsonaro?
19/01/19, 17:16 | ARTIGO JURÍDICO - Enriquecimento sem Causa
19/01/19, 16:59 | CRIME - Em livro, Moro descreve depósitos fracionados como lavagem de dinheiro
19/01/19, 16:26 | CRIME - Ex-motorista de Bolsonaro: Investigação apura lavagem de dinheiro
19/01/19, 16:19 | INVESTIGAÇÃO - Planalto age para que suspeita sobre Flávio Bolsonaro não vire crise
19/01/19, 16:15 | ESCÂNDALO - Bolsonaro recebe visita de Flávio após revelação de depósitos suspeitos
19/01/19, 16:00 | POLÍTICA - ‘Só vai passar se pactuarmos com os governadores’, diz Maia sobre Previdência
19/01/19, 15:57 | MOVIMENTO - Associações planejam atos para protestar contra fim da Justiça do Trabalho
19/01/19, 15:54 | POLÍTICA - Candidatura de Lula ao Nobel da Paz tem até o fim do mês para ser efetivada
19/01/19, 12:40 | MIGRAÇÃO - Brasil já recebeu 1,1 milhão de imigrantes e 7 mil refugiados
19/01/19, 12:35 | ESPORTE - Amistoso entre Brasil e República Tcheca será dia 26 de março
19/01/19, 12:11 | LAVA JATO - Após perder foro, Pezão vira réu e será julgado por Bretas
19/01/19, 11:53 | IMBRÓGLIO - Para criminalista, Fux se contradiz e acaba prejudicando Jair Bolsonaro
19/01/19, 11:44 | ENTREVISTA - Flávio Bolsonaro fala à Record, ataca MP e não esclarece caso Queiroz
19/01/19, 11:30 | GEOLOGIA - Bairro em Maceió está afundando e famílias têm de desocupar residências
19/01/19, 11:16 | ESCÂNDALO - Assessores do presidente cobram resposta de Flavio sobre depósitos
19/01/19, 09:27 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Coaf aponta que Flávio Bolsonaro recebeu 48 depósitos suspeitos em 1 mês, no total de R$ 96 mil
18/01/19, 17:19 | ESCÂNDALO - As principais contradições da família Bolsonaro no caso Queiroz
18/01/19, 17:09 | SUPREMO - ‘Foro só vale no cargo’, diz Marco Aurélio sobre pedido de Flávio
18/01/19, 17:05 | ESCÂNDALO - Heleno diz que Bolsonaro vê caso Queiroz como ‘assunto do Flávio’
18/01/19, 16:50 | POLÍTICA - Bolsonaro nomeia secretária acusada de improbidade e danos ao erário
18/01/19, 16:16 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Caso Fabrício Queiroz: origens, cronologia dos fatos e personagens
18/01/19, 15:08 | PRÊMIO - Unesco anuncia Rio como primeira Capital Mundial da Arquitetura
18/01/19, 15:05 | EDUCAÇÃO - Aumenta pela primeira vez desde 2011 nota máxima na redação do Enem
18/01/19, 15:02 | DECISÃO - Governo prorroga por um ano Operação Acolhida a venezuelanos
18/01/19, 14:35 | INTERNACIONAL - Apoio de Bolsonaro à oposição venezuelana coloca Brasil em risco de guerra
18/01/19, 14:32 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Para jurista, Bolsonaro ‘passou recibo’ sobre sua relação com caso Queiroz
18/01/19, 14:30 | PRESTAÇÃO DE CONTAS - Em duas campanhas, Onyx recebeu R$ 200 mil de fabricante de armas
18/01/19, 13:35 | PARLAMENTO - Senadores gastaram R$ 21 milhões da Cota Parlamentar em 2018
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site