CBN - A rádio que toca notícia

MEMÓRIA

Documentário mostra como futebol foi usado pela ditadura para propaganda política

Jornalistas contam que, historicamente, os grandes eventos esportivos sempre estiveram atrelados às estruturas de poder constituído, seja a Copa ou mesmo os Jogos Olímpicos

06/07/18, 17:43

Em Brasília, Pelé levanta a taça da Copa de 1970 ao lado de Médici
O

futebol e sua relação com as ditaduras na América do Sul foi tema de debate realizado no Rio de Janeiro, na última quarta-feira (4), com a exibição do documentário Memórias do chumbo – o futebol nos tempos do Condor, do jornalista Lúcio de Castro. O filme lançado em 2010 ganhou o prêmio Gabriel García Márquez de jornalismo e foi selecionado por festivais internacionais, trazendo imagens de Pelé e outros encantando o mundo com seu talento. No entanto, a atuação do escrete canarinho também serviu como cortina de fumaça para esconder os crimes de Estado cometidos à época.

A utilização do desempenho da seleção brasileira na Copa de 1970 como propaganda política, no período mais duro da ditadura, não foi uma estratégia exclusiva do Brasil e governos militares de outros países sul-americanos fizeram o mesmo com suas equipes na época, como a Argentina, Uruguai e Chile. 

"Andam dizendo por aí que o futebol e política não se misturam, mas a história mostra que não. Existe uma mistura até hoje. Os regimes democráticos também se valem muitas vezes do esporte, do futebol, para a propaganda, mas é claro que na ditadura isso se acentua profundamente", afirma Lúcio de Castro, em entrevista à repórter Viviane Nascimento, da TVT.

Historicamente, os grandes eventos esportivos sempre estiveram atrelados às estruturas de poder constituído. "Para você ter uma ideia, o passeio da tocha olímpica, que mobilizou o Brasil, em 2015, foi criada pelos nazistas para Olimpíadas de 1936, em Berlim. Hitler não realizou os Jogos à revelia do Comitê Olímpico Internacional, eles fizeram juntos. A estrutura de poder do esporte naquele momento se aliou ao regime nazista da Alemanha para fazer o seu evento", relata o jornalista Aydano André Motta.

Para o jornalista Agostinho Vieira, se o discurso de vitória e superação fosse transposto para o contexto político, seria possível ampliar a conscientização social e ainda ganhar a Copa do Mundo. 

"Acho que a gente tem que equilibrar as duas coisas. O futebol faz parte da vida do brasileiro e a gente não pode abrir mão disso, mas não se pode esquecer do resto. A gente tem que entender que é possível ter um país mais justo, menos desigual e, ao mesmo tempo, torcer pelo futebol. Essas coisas não são incompatíveis", explica.

Lúcio lembra que torcer sem dor na consciência também é um direito do cidadão. "Os caras tiraram muita coisa da gente, não vão poder tirar meu prazer pelo futebol", brinca.

Fonte: JL/RBA
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/09/18, 12:33 | ARTIGO - “O ódio como política” e o discurso intolerante
23/09/18, 12:20 | - Corrupção na Ditadura: Estado autoritário impedia a investigação contra militares e aliados
23/09/18, 12:03 | O Direito Achado Na Rua - Não há mais possibilidade de controle das massas, afirma ex-reitor da UNB
23/09/18, 11:53 | VATICANO - Papa alerta contra novas formas de totalitarismo
23/09/18, 11:47 | ELEIÇÕES 2018 - Após ataque a CPMF, Alckmin diz que Bolsonaro privilegia ricos com novo IR
23/09/18, 11:41 | POLÍTICA - Ciro Gomes volta a comparar Bolsonaro a Hitler e lembra alerta de Churchill sobre nazismo
23/09/18, 11:37 | INFRAÇÕES - Multas por uso de celular ao volante crescem 33% em 2018
23/09/18, 11:31 | TELECOMUNICAÇÕES - Celulares irregulares serão notificados a partir deste domingo
23/09/18, 11:27 | ATENTADO - PF reforça versão de que agressor de Bolsonaro atuou sozinho
23/09/18, 11:22 | ECONOMIA - Preço da gasolina bate recorde e chega ao maior valor em dez anos
22/09/18, 21:50 | POLÍTICA - Polarização leva eleitores a querer resolver parada no 1º turno
22/09/18, 21:42 | DEBOCHE - Filho de Bolsonaro fala em morrer trocando tiros 'com quem merece'
22/09/18, 21:32 | CONSTATAÇÃO - Muitos idosos cometem suicídio com previdência privada
22/09/18, 21:04 | MOVIMENTO - Ato de mulheres em São Paulo vira esquenta para o dia 29, contra Bolsonaro
22/09/18, 21:01 | REAÇÃO - Flamenguistas e colorados engrossam coro de torcidas contra Bolsonaro
22/09/18, 20:46 | POLÊMICA - Contra o facismo de Bolsonaro, palmeirenses assinam manifesto
22/09/18, 14:30 | POLÍTICA - Artistas e intelectuais lançam manifesto por Haddad e Manuela
22/09/18, 14:17 | OPINIÃO - Reinaldo Azevedo: ricos aderem a Bolsonaro por ódio aos pobres e à diferença
22/09/18, 13:54 | SAÚDE PÚBLICA - Álcool matou mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, aponta OMS
22/09/18, 13:48 | EMPREGO - Preconceito é entrave para a contratação de pessoas com deficiência
22/09/18, 13:42 | LEVANTAMENTO - Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
21/09/18, 21:55 | PESQUISA - DataPoder360: Bolsonaro tem 26% e Haddad 22%; os 2 empatam no 2º turno
21/09/18, 21:52 | COMÍCIO - Ciro chama Bolsonaro de ‘nazista filho da puta’
21/09/18, 21:23 | ELEIÇÕES - Pesquisa: 53% dos brasileiros estão pessimistas com as eleições
21/09/18, 21:20 | POLÊMICA - Candidatos recusam proposta de FHC e descartam abrir mão de campanha
21/09/18, 20:57 | POLÍTICA - Bolsonaro defende Guedes e chama Alckmin de covarde em 1ª entrevista
21/09/18, 15:22 | DEBATE - HADDAD: 'O Brasil tem que plantar paz para colher paz'
21/09/18, 15:17 | ELEIÇÕES 2018 - "Bolsonaro vai contra tudo o que somos", afirma conselheiro da Gaviões da Fiel
21/09/18, 15:05 | POLÍTICA - FHC é um dos responsáveis pela situação que nós vivemos, diz Ciro
21/09/18, 14:51 | POLÍTICA - Alckmin reitera carta de FHC, mas nega acordo com adversários
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site