CBN - A rádio que toca notícia

DIREITOS HUMANOS

Campanha marca o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

A consequência é a falta de competência e qualificação necessárias para inserção no mercado de trabalho e, provavelmente, aposentadoria precoce devido às sequelas adquiridas, ligadas às atividades de risco

12/06/18, 16:33

 
H
oje (12), no Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) lança a campanha Não proteger a infância é condenar o futuro, uma parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O foco são as modalidades chamadas de "piores formas" de trabalho, como tarefas relacionadas à agricultura, atividades domésticas, tráfico de drogas, exploração sexual e trabalho informal urbano. Em razão dos riscos e prejuízos, o emprego de meninos e meninas nessas tarefas é proibido até os 18 anos.

Nas demais situações, o trabalho é permitido a partir dos 16 anos, sendo possível também a partir dos 14 anos caso ocorra na função de aprendiz.

De acordo com a assessora do fórum, Tânia Dornellas, mais de 2 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos trabalham no Brasil. “Qual o futuro que essas crianças vão ter? Uma criança que trabalha não tem a mesma concentração e energia que precisa para estudar. Só o fato de o Estado não garantir educação pública de qualidade para todos já é uma agressão. Quando aliado à iniciação precoce ao trabalho, você condena essas crianças”, afirmou.

A consequência é a falta de competência e qualificação necessárias para inserção no mercado de trabalho e, provavelmente, aposentadoria precoce devido às sequelas adquiridas, ligadas às atividades de risco.

Houve aumento, nos últimos anos, no número de crianças de 5 a 9 anos trabalhando na agricultura, uma das piores formas de trabalho infantil, segundo Tânia Dornellas. “Embora o número absoluto de trabalho infantil seja no meio urbano. Do ponto de vista relativo, nas áreas rurais há menor concentração, mas é onde elas mais trabalham”, disse.

A última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) mostra que, em 2015, havia 2,7 milhões de crianças e adolescentes trabalhando irregularmente. 

O objetivo da campanha é chamar a atenção de órgãos públicos, empresas, organizações civis e da sociedade em geral para o problema e fomentar ações que contribuam para o combate a prática, especialmente as de maior impacto para meninos e meninas. As ações da campanha ocorrem de forma descentralizada em vários locais do país.

Dados

Brasil não cumpriu o compromisso da Convenção 182,T da OIT, de erradicar todas as piores formas de trabalho infantil até 2016. O compromisso foi revisto e a meta agora é de erradicar todas as formas da prática até 2025, conforme preveem os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. “Dificilmente vamos atingir a meta”, disse a assessora. "O Estado precisa se voltar para um projeto político que privilegie a inclusão social e reforce a educação de qualidade."

“O que percebemos,nos últimos anos, com a crise política e econômica em que o país entrou, foi um impacto, em toda a sociedade, sobretudo nas famílias em vulnerabilidade social. E uma das causas para o trabalho infantil é a desigualdade social e a pobreza. Mas o que temos visto, com o próprio redirecionamento das políticas públicas, é um enfoque maior no resgate econômico do que na inclusão social”, afirmou.

De acordo com o Sistema Nacional de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde, foram registradas 236 mortes de meninos e meninas em atividades perigosas entre 2007 e 2017. O sistema recebeu, no mesmo período, notificações de 40 mil acidentes de pessoas de 5 a 17 anos. Deste total, mais de 24 mil foram graves, resultando em fraturas ou membros amputados.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/08/18, 18:09 | EVENTO - Praticam crimes com muita naturalidade no Brasil, diz juiz da Lava Jato
18/08/18, 17:36 | SAÚDE PÚBLICA - Postos de saúde têm baixa procura no 'Dia D' de vacinação
18/08/18, 17:32 | POLÍTICA - MDB contesta coligação do PSDB no TSE; Alckmin fala em ‘tapetão’
18/08/18, 17:29 | INTERNACIONAL - Sobe para 43 número de mortos em queda de ponte em Gênova
18/08/18, 15:34 | POLÍTICA - Deputado Federal Rodrigo Martins desiste da candidatura à reeleição
18/08/18, 15:30 | INTERNACIONAL - Morre o ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan
18/08/18, 15:21 | ELEIÇÕES 2018 - TSE: Dos 27,4 mil registros de candidaturas, 8,4 mil são de mulheres
18/08/18, 15:14 | OPINIÃO - Robôs nas eleições: manipulação, engajamento e os novos desafios do Direito
18/08/18, 14:56 | ARTIGO - CASO LULA - ONU, Direito Internacional e Soberania Nacional
18/08/18, 14:50 | CONDECORAÇÃO - Medalha Conselheiro Saraiva homenageia presidente da OAB-PI
18/08/18, 14:20 | EVENTO - Neta de Bernardo Dias é empossada no Instituto dos Advogados Piauienses
17/08/18, 21:37 | DIREITO INTERNACIONAL - Qual o efeito político e jurídico da decisão da ONU sobre o caso Lula
17/08/18, 21:33 | POLÍTICA - Qual o valor prático dos planos de governo entregues ao TSE pelos candidatos
17/08/18, 21:02 | PROPINA - Documentos mostram depósitos em conta na Suíça gerida por filha de Serra
17/08/18, 20:52 | CULTURA - Orquestra Sinfônica de Teresina dá continuidade a intercâmbio musical com Alemanha
17/08/18, 20:51 | ELEIÇÕES 2018 - TRE-PI recebeu registro de 417 candidaturas para disputa nas Eleições 2018
17/08/18, 16:16 | REGISTRO DE CANDIDATURAS - Renan e Jucá 'empobrecem'; Ciro Nogueira e Aécio multiplicam fortuna
17/08/18, 16:13 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisa: como candidato de Lula, Haddad salta e encosta em Bolsonaro
17/08/18, 15:38 | ELEIÇÕES 2018 - TSE publica registros de candidatos a presidente e prazo para impugnação é aberto
17/08/18, 14:17 | ECONOMIA - Especialistas apontam perdas e retrocessos com venda de estatais
17/08/18, 14:11 | MOVIMENTO - Entidades ligadas à CNBB lançam manifesto por 'resistência
17/08/18, 14:08 | CRIMINALIDADE - Livro indica razões para o crescimento da organização PCC
17/08/18, 12:53 | ELEIÇÕES - ONU pronuncia-se oficialmente: Lula tem direito de ser candidato
17/08/18, 12:50 | ESPORTE - Real Madrid quer pagar mais de R$ 1 bilhão por Neymar
17/08/18, 12:48 | VIOLÊNCIA - Dois homens são mortos no feriado do aniversário de Teresina
17/08/18, 12:04 | POLÍTICA - Vice de Lula, Haddad inicia campanha de Wellington no Piauí
17/08/18, 12:01 | SAÚDE BUCAL - Pesquisa indica que 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente
17/08/18, 11:58 | SAÚDE - Dia D de vacinação contra pólio e sarampo será neste sábado
17/08/18, 11:55 | SELEÇÃO BRASILEIRA - Tite convoca para amistosos Paquetá, Pedro, Dedé, Éverton e Arthur
17/08/18, 11:51 | ELEIÇÕES 2018 - Propaganda eleitoral paga na internet terá que ser identificada
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site