CBN - A rádio que toca notícia

CRIMINALIDADE

Bandidos invadem a Urca no Rio e desmoralizam os generais da intervenção

Para o advogado Lauro Schuch, também morador do bairro, os casos são fruto do sucateamento na segurança pública: “Estamos presenciando assaltos até durante o dia. A coisa ficou ainda pior com a intervenção, mesmo tendo os militares como vizinhos”

13/04/18, 18:41

C

ercado de um lado pelo mar e do outro pelas montanhas, o bucólico bairro da Urca transformou-se em alvo frequente de assaltantes. Depois de ocorrências de roubos a pedestres e furtos de veículos, um arrastão, na Rua Ramon Franco, na segunda-feira, deixou moradores em pânico. Naquela noite, quatro homens num automóvel fecharam um Mercedez-Benz onde estava um casal, obrigando-os a desembarcar. Dois carros que vinham atrás também foram roubados. 

Além da Rua Ramon Franco, outro endereço apontado pelos moradores como alvo frequente de criminosos é a Rua Cândido Gaffree, perpendicular à Avenida Portugal. A cerca de dez metros dali está o Forte de São João, onde moram o interventor general Walter Braga Netto e o secretário de segurança pública do Rio, o também general Richard Nunes. A onda de violência que invade o bairro revela que o ordenamento na segurança pública, ao qual se propunha a intervenção federal, não foi bem-sucedido nem na vizinhança dos próprios militares.

Na esquina da Avenida Portugal com a Rua Cândido Gaffree, a jornaleira Maria Deusamar, de 60 anos, que trabalha ali há 14, dá a tônica da transformação do cotidiano do lugar: “Temos assaltos aqui diariamente. Antes, não era assim. Hoje em dia, toda hora passa uma pessoa aqui na banca dizendo que foi roubado. É celular, bolsa, carro... Estão levando tudo”, conta. 

A alguns metros dali, na Rua Ramon Franco, a estudante Amancia de Souza, de 40 anos, que mora na Vila Militar, diz que se mudou para o bairro em janeiro, quando, “em uma semana a rua teve oito assaltos”: “Só guardo o celular dentro da roupa. Tenho medo de passar sozinha aqui, mas, às vezes, não tem jeito”. 

No mesmo logradouro, o assessor Celso de Lima, de 44 anos, conta que escapou por pouco do último arrastão, quando ia para a casa da cunhada. “Dei ré no carro quando vi que alguns veículos começaram a voltar na contramão. Já fui assaltado aqui no bairro, e a gente se acostuma a sentir medo. No dia do arrastão, escapei por pouco”, relembra ele que mora na Rua Xavier Sigaud: “Na minha rua, tivemos assaltos nos três últimos sábados. Nem a cabine da polícia inibe os bandidos”. 

Para o advogado Lauro Schuch, também morador do bairro, os casos são fruto do sucateamento na segurança pública: “Estamos presenciando assaltos até durante o dia. A coisa ficou ainda pior com a intervenção, mesmo tendo os militares como vizinhos”. 

O quadro de insegurança no bairro não é à toa. A área de cobertura do 2º Batalhão de Polícia Militar (Botafogo) não está sendo protegida por nenhuma das oito motocicletas destinadas à região. Todas estão paradas por falta de manutenção. Com as viaturas, o cenário não é diferente. Moradores contam que os veículos só saem às ruas quando a população se cotiza para consertá-las.

Comandante do 2º BPM, o tenente-coronel Carlos Henrique, que assumiu a unidade há uma semana, conta que toda a frota está sendo recuperada. “Sem as motos-patrulha, a indicação é fazermos o policiamento de carro. Mas não conseguimos passar em alta velocidade. Estamos com um contrato novo de reforma das viaturas. Três delas já estão voltando às ruas. Depois, outras nove serão consertadas”, promete o oficial. 

Além dos militares que vivem no Forte de São João, onde se localizam a Escola de Educação Física do Exército e a Escola Superior de Guerra do Exército, o bairro conta ainda com o Instituto Militar de Engenharia, a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e a Escola de Guerra Naval. O bairro é conhecido ainda por abrigar o cantor mais famoso do país, Roberto Carlos, e compositores de talento como o pernambucano Lenine, além de concentrar muitos jovens na popular mureta, vizinha ao forte.

Fonte: JL/JB
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/07/18, 10:40 | ECONOMIA - Após semana com preço estável, Petrobras volta a baixar gasolina
23/07/18, 10:36 | ECONOMIA - Especialistas contestam propostas de CPI dos Cartões de Crédito
23/07/18, 09:59 | BENEFÍCIO - Novo período para saque do abono salarial 2016 começa dia 26 de julho
22/07/18, 21:51 | POLÍTICA - Bolsonaro: “Quero agradecer ao Alckmin por reunir a nata do que há de pior do Brasil ao seu lado”
22/07/18, 21:40 | BRASILEIRÃO - Em jogo com polêmicas, Cruzeiro vira sobre Atlético-PR
22/07/18, 21:34 | ELEIÇÕES - Janaina Paschoal critica seguidores de Bolsonaro em convenção
22/07/18, 21:26 | ACIDENTE - Mulher morre e outros cinco ficam feridos durante colisão entre dois carros na entrada da Lagoa do Portinho
22/07/18, 21:12 | POLÊMICA - Para PF, Moro errou ao interceder em decisão sobre soltar Lula
22/07/18, 15:08 | LEGISLAÇÃO - Poder Executivo é autor de um terço das leis aprovadas nos últimos 10 anos
22/07/18, 15:04 | PREVIDÊNCIA - Confira para quanto pode ir a aposentadoria em 2019
22/07/18, 13:35 | DECISÃO - Justiça determina regularização do abastecimento da farmácia do HUT
22/07/18, 13:17 | POLÍTICA - Senadores gastaram R$ 10,6 milhões com atividades do cargo
22/07/18, 13:04 | DECISÃO - Bens de um cônjuge não respondem por obrigação de ato ilícito do outro
22/07/18, 12:37 | OPINIÃO - Caso do ex-presidente Lula é uma tragédia típica brasileira
22/07/18, 11:45 | PRINCÍPIO DA LAICIDADE - Lei que exige Bíblia em espaços públicos de leitura é inconstitucional, decide TJ-AM
22/07/18, 11:40 | ÁUDIOS REVELADORES - Poder Legislativo peruano destitui cúpula do Judiciário do país
22/07/18, 11:28 | ARTIGO - Venda da Embraer: o agente oculto
21/07/18, 21:45 | ESPORTE - Fla bate o Botafogo e continua firme na liderança do Brasileirão
21/07/18, 21:28 | CORRUPÇÃO - Juiz eleitoral devolve o caso do tucano Beto Richa a Sergio Moro
21/07/18, 20:57 | ECONOMIA - Empresários aguardam Refis do Supersimples para não fechar portas
21/07/18, 20:46 | VIOLÊNCIA - Número de tiroteios aumenta no Rio após intervenção federal
21/07/18, 20:27 | POLÍTICA - Tem “propina até no STF”, diz jingle distribuído por Jair Bolsonaro
21/07/18, 15:24 | ELEIÇÕES - Segurança e economia são os temas mais debatidos por brasileiros no Facebook
21/07/18, 15:16 | DESTAQUES - Prêmio Congresso em Foco já acumula mais de 300 mil votos
21/07/18, 15:06 | POLÍTICA - Congresso terá número recorde de candidatos à reeleição
21/07/18, 14:22 | ELEIÇÕES - Deputados vão denunciar Bolsonaro por crime de incitação à violência
21/07/18, 14:16 | POLÍTICA - Veja os candidatos à Presidência já anunciados e datas das convenções
21/07/18, 13:53 | MUNDO - Nove dos 17 mortos em naufrágio nos EUA eram da mesma família
20/07/18, 23:53 | CRIME - Dr. Bumbum e mãe foram suspeitos por morte do namorado dela em 1997
20/07/18, 22:42 | POLÍTICA - Plano de governo do PT propõe ‘reformar Justiça para garantir direitos’
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site