CBN - A rádio que toca notícia

REPERCUSSÃO

Para Planalto, fala de Segovia foi uma trapalhada e reacende inquérito sobre propina no porto de Santos

Para interlocutores de Temer ao invés de o assunto cair no esquecimento, voltou a ganhar os holofotes justamente no período de carnaval

10/02/18, 16:02

A

pesar de aliados do governo minimizarem as declarações do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, no Palácio do Planalto a entrevista concedida à Reuters foi considerada uma trapalhada e teve forte efeito negativo, reacendendo o inquérito que trata de suposta propina em troca de decreto que beneficiaria o setor de portos.

Para interlocutores de Temer ao invés de o assunto cair no esquecimento, voltou a ganhar os holofotes justamente no período de carnaval.

O presidente é investigado no inquérito que apura suposto recebimento de propina para favorecer a Rodrimar, que opera áreas do porto de Santos (SP). O dinheiro teria chegado ao Planalto por intermédio de Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor especial de Temer.

O diretor disse na entrevista que as investigações não comprovaram que houve pagamento de propina por parte de representantes da empresa Rodrimar para a edição do decreto que prorrogava contratos de concessão e arrendamento portuários, assinado por Temer em maio do ano passado.

Num primeiro momento, a entrevista chegou a ser comemorada pelo núcleo mais próximo de Michel Temer, pelo fato de Segovia sinalizar uma especie de arquivamento da investigação. Mas, diante da ampla repercussão negativa, e da reação da própria coorporação, caiu a ficha no Palácio do Planalto.

O temor é que o assunto volte a ganhar prioridade não só de investigadores, mas da própria procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

A expectativa no Palácio do Planalto era de que Dodge fosse pedir o arquivamento dessa investigação. Mas, agora, o futuro desse caso é considerado incerto no governo.

A própria manifestação do ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), foi recebida com preocupação.

Barroso intimou Fernando Segovia a explicar declarações dadas em entrevista sobre investigação sobre o presidente Michel Temer.

Fonte: JL/Globo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
19/09/18, 20:57 | CAMPANHA - Ciro chama de fascista proposta de economista de Bolsonaro sobre IR
19/09/18, 20:49 | ELEIÇÕES - FHC adere ao 'ele não' e sinaliza voto em Haddad no segundo turno
19/09/18, 20:41 | POLÍTICA - Virgílio: Alckmin não é seu candidato e se recusa a recebê-lo em Manaus
19/09/18, 20:24 | PESQUISA - DATA AZ: Wellington supera adversários em terceira pesquisa realizada em todo o Piauí
19/09/18, 16:49 | JULGAMENTO - TSE libera Lula a aparecer no programa de Haddad
19/09/18, 16:41 | ELEIÇÕES - Mulheres convocam ato nacional ‘ele não’ dia 29
19/09/18, 16:16 | CARTA - Lula: 'não julgue avós e mães pobres por um conceito medíocre'
19/09/18, 16:10 | ELEIÇÕES - ‘Presidente precisa de autocontrole’, diz Haddad sobre Ciro
19/09/18, 15:57 | POLÍTICA - “O PT já está no segundo turno”, diz Geraldo Alckmin
19/09/18, 14:52 | ELEIÇÕES 2018 - TRE-DF prepara urnas eletrônicas que serão enviadas ao exterior
19/09/18, 14:44 | EXCEÇÃO - Moro defende sua competência para julgar ação sobre sítio de Atibaia
19/09/18, 14:41 | ATENTADO - PF abre segundo inquérito para investigar agressão a Bolsonaro
19/09/18, 12:46 | ARTIGO - Bolsonaro, Mourão e a Síndrome de Estocolmo
19/09/18, 12:43 | ARTIGO - Erros políticos do PT como lições para o futuro
19/09/18, 12:29 | RECEITA - Economista de Bolsonaro quer reduzir IR dos ricos e aumentar o dos pobres
19/09/18, 12:26 | POLÍTICA - Justiça proíbe propaganda de Doria na TV com cenas de escolas dos EUA e da Rússia
19/09/18, 12:10 | ANÁLISE - Rejeição de mulheres a Bolsonaro sobe de 43% para 49%; entre pobres, de 41% para 46%; rejeitam-no 40% os pardos; e 51% os negros
19/09/18, 09:08 | MINISTÉRIO PÚBLICO - Em balanço de um ano, Raquel Dodge destaca combate à corrupção
19/09/18, 09:03 | POLÍTICA - Eleições: site recebe denúncias de mensagens de ódio e discriminação
19/09/18, 07:58 | ELEIÇÕES - Ibope: Bolsonaro continua líder, Haddad sobe 11 pontos e se isola de Ciro e Alckmin
18/09/18, 17:04 | PESQUISA - OPINAR: Em uma semana, Haddad dispara no Piauí de 16% para 41%
18/09/18, 15:09 | ELEIÇÕES - Haddad diz que vai retomar política de preços da Petrobras da era Lula
18/09/18, 15:07 | POSIÇÃO - Brasil é criticado na ONU por incapacidade de solucionar caso Marielle
18/09/18, 14:58 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisa Amostragem: Haddad já lidera para presidente em Teresina
18/09/18, 14:44 | INFORME - Uma criança morre a cada cinco segundos no mundo, alerta OMS
18/09/18, 14:37 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisa Amostragem: Wellington Dias amplia vantagem em Teresina
18/09/18, 12:32 | POLÍTICA - Ciro diz que não critica Lula porque ex-presidente está na cadeia
18/09/18, 11:53 | CAMPANHA ELEITORAL - Aliados querem que Alckmin dissemine pânico, e miram votos de Bolsonaro
17/09/18, 22:02 | PESQUISA - Um terço da população vê campanha conduzida com ódio e sem discutir soluções
17/09/18, 22:00 | PESQUISA - Dilma mantém 28% e lidera com folga para o Senado em MG, aponta Ibope
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site