CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

'Realista', Rodrigo Maia tira reforma da pauta da Câmara

Governo admite que ainda não tem os 308 votos para a aprovação do projeto na Casa

02/12/17, 16:14

S

em os 308 votos necessários para aprovar a matéria, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não incluiu a reforma da Previdência na pauta de votações do plenário da próxima semana. Governistas trabalham agora para que a proposta seja votada na Casa na semana de 13 de dezembro, caso haja certeza dos votos para a aprovação. Em encontro com o presidente Michel Temer, há duas semanas, Maia tinha combinado com o governo tentar por a reforma em votação na próxima quarta-feira. Porém, após rodada de conversas com líderes de partidos da base aliada, o presidente da Câmara decidiu não incluir a matéria na pauta, por não ter os votos suficientes para aprová-la.

No domingo (3), Temer participará de jantar com lideranças e dirigentes de partidos da base. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também deve comparecer ao encontro, que está marcado para começar às 19h30, na residência oficial do presidente da Câmara em Brasília.

“O combinado é, depois do jantar, passar segunda, terça e quarta conversando em busca de votos e na quinta vamos fazer uma avaliação para ver se há como pautar ainda este ano”, disse o líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP).

Cautela. Segundo Maia, é melhor se manter realista sobre as dificuldades de se aprovar a reforma da Previdência na Casa ainda este ano. “É melhor ser realista do que ser muito otimista”, afirmou o democrata. “Sabemos que está muito distante dos 308 votos (necessários à aprovação), mas também que a única forma de melhorar a questão da segurança é reformar o Estado. Se você não organizar a despesa, não tem como conseguir dinheiro para as áreas fundamentais. A reforma é que vai garantir os investimentos e manter os salários dos servidores em dia”, defendeu.

“Os mais pobres, que ganham um ou dois salários mínimos, estão financiando a Previdência dos que ganham perto de R$ 30 mil, que estão em todos os poderes. Não quero atacar A, B ou C, mas não é justo, por mais que a aposentadoria pelo tempo de serviço seja um direito. Vamos enfrentar o tema, que é polêmico, mas com a certeza de que se nós conseguirmos que quem ganha mais trabalhe mais a gente vai ter condição de olhar para frente e construir um planejamento para investir”, acrescentou o presidente da Câmara.

O presidente da Câmara garantiu que os servidores da Polícia Federal não ficarão de fora da reforma, mas ressalvou que os pleitos feitos pelo novo superintendente, Fernando Segovia, serão atendidos. Os policiais poderão se aposentar com idade mínima de 55 anos e terão direito à integralidade do salário mesmo tendo ingressado no serviço público depois de 2003, em respeito a uma decisão judicial. “Ele (Segovia) não pediu para que a PF fique fora da reforma. A instituição está muito bem atendida. Vai ficar claro que o que eles têm garantido por liminar ficará garantido. E depois da emenda constitucional todos serão iguais”, disse.

O que pode mudar

Idades. A idade mínima para aposentadoria será de 62 anos para mulheres e de 65 anos para homens, com exceção para professores (60 anos para homens e mulheres) e policiais (55 anos para ambos os sexos).

Tempo. O tempo mínimo de contribuição previsto é de 15 anos para os
trabalhadores do regime geral. Para os servidores o tempo segue em 25 anos.

Teto. Nos dois regimes, os trabalhadores que
quiserem receber o teto da aposentadoria terão de contribuir por 40 anos.

Placar em DF

Enquete com 510 deputados federais:

Contrários: 213

Favoráveis: 42

Favoráveis em parte: 11

Indecisos: - 44

Seguirão o partido: 15

Recusaram responder: 107

Não encontrados: 78

Fonte: JL/OTempo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
15/11/18, 20:58 | SAÚDE - Prefeitos alertam: saída de cubanos é “desastrosa” para municípios
15/11/18, 20:54 | IMPOSTO - Receita paga amanhã sexto lote da restituição do Imposto de Renda
15/11/18, 20:43 | PROGRAMA - Fim da parceria: médicos cubanos começam a deixar o Brasil no dia 25
15/11/18, 20:28 | BRASILEIRÃO - Dourado marca, César defende pênalti e Flamengo bate o Santos
15/11/18, 20:10 | BRASILEIRÃO - Botafogo vence em Chapecó e se distancia do rebaixamento
15/11/18, 14:48 | SAÚDE - Congresso de Saúde ensina técnica francesa de tratamento de varizes
15/11/18, 14:39 | POLÍTICA - Aliados de Bolsonaro reclamam de falta de interlocução com Onyx
15/11/18, 14:10 | ARTIGO JURÍDICO - A polêmica do cálculo da pensão alimentícia
15/11/18, 13:07 | DEPOIMENTO - 'Sou o dono do sítio ou não?': pergunta Lula para juíza federal
15/11/18, 12:32 | MUNDO - Sobe para 59 o número de mortos nos incêndios na Califórnia
15/11/18, 12:29 | INSEGURANÇA - Brasil registra mais de 38 mil mortes violentas em nove meses
15/11/18, 12:01 | PROGRAMA - Saída de cubanos do Mais Médicos deixa 24 milhões sem atendimento
15/11/18, 11:48 | POLÊMICA - Nordeste teme apagão da saúde com saída de cubanos do Mais Médicos
15/11/18, 10:01 | MEIO AMBIENTE - Desmatamento na Amazônia está próximo de atingir estágio irreversível
15/11/18, 09:56 | PROGRAMA - Programa Mais Médicos perderá 8.600 profissionais cubanos após fala de Bolsonaro
15/11/18, 09:51 | SÍTIO DE ATIBAIA - Lula se mostra perplexo ante arbitrariedades da acusação
14/11/18, 20:48 | EDUCAÇÃO - Entidades educacionais apresentam propostas ao governo de transição
14/11/18, 20:44 | POLÊMICA - Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
14/11/18, 19:31 | JUDICIÁRIO - STF decide: punir motorista que foge do local do acidente é constitucional
14/11/18, 18:32 | POLÊMICA - Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso
14/11/18, 18:29 | TRANSIÇÃO - Embaixador Ernesto Araújo é escolhido para Relações Exteriores
14/11/18, 18:23 | EVENTO - Governadores se reúnem em Brasília para discutir pacto federativo
14/11/18, 18:16 | ENCONTRO - Só um governador do Nordeste, Wellington Dias, participa de encontro em Brasília
14/11/18, 18:02 | REUNIÃO - Bolsonaro pede empenho dos estados em aprovação de reformas
14/11/18, 16:25 | CRIME - Anistia Internacional denuncia descaso em investigação do caso Marielle
14/11/18, 15:58 | ARTIGO - A Filosofia e o nosso cotidiano
14/11/18, 15:55 | POLÍTICA - Com governadores, Bolsonaro defende aprovação de medidas amargas
14/11/18, 15:51 | POLÍTICA - Ministros com acusação contundente devem deixar governo, diz Bolsonaro
14/11/18, 15:42 | SAÚDE - Cuba cancela parceria com Brasil no Mais Médicos; Bolsonaro é o motivo
14/11/18, 15:37 | ECONOMIA - Desemprego fica acima da média nacional em 14 estados no 3º trimestre
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site