CBN - A rádio que toca notícia

ARTIGO

Desnudez da República

Não pode, de forma nenhuma, o governo agir à revelia da Nação

12/07/17, 12:34

Por Deusval Lacerda de Moraes, Economista

N
ão há o que discutir, foi despida a República brasileira. Os erros, vícios e defeitos dela estão revelados, surgem aos nossos olhos. Basta querer enxergar. Fazer vista grossa das coisas até que faz parte do comportamento humano, todavia, neste caso, encobri-los, em razão de algumas vantagens obtidas, é desinteligência por ser perceptível por todos, inclusive pela ótica internacional.

A República tupiniquim na era do golpe parlamentar-constitucional-judicial, que instalou o governo ilegítimo de Michel Temer no Palácio do Planalto, está doente. E, se não receber urgentemente o tratamento de higidez estrutural natural, pode ficar em estado de coma, isto é, vegetativo ou de inconsciência pela paralisia orgânico-funcional.

Está provado que o governo não governa. E todos os segmentos da sociedade sabem disso. E os responsáveis diretos pelo poder não se importam com isso. A eles só interessam as reformas que estão em curso que alimentam as expectativas e perspectivas de dias melhores para uma casta restrita dos estamentos sociais.

Não pode, de forma nenhuma, o governo agir à revelia da Nação, já que o povo não tem governo. Isso, por si só, é a própria negação da República, cujo termo vem do latim res publica, “coisa pública”, mas coisa pública sem a dissimulação do público para irrigar, robustecer, os interesses privados, particulares.

Os brasileiros não podem ficar, em pleno apogeu da informação e da comunicação digital, on line, circunscritos aos acordos e desacordos entre os poderes Executivo e Legislativo, como se isso fossa uma nova modalidade de governar. Já que, nesse cambalacho, não entra de jeito algum a governação do Estado brasileiro para todos.

O que se vê, em plena luz solar, é um estado de coisas que afronta a decência pública, quando o governo cambaleante, incriminado, de forma abusiva e desesperada, utiliza os recursos públicos, sem qualquer cerimônia, para buscar apoio através da cooptação de deputados da própria base aliada por meio das famigeradas emendas parlamentares.

Pois o governo utiliza as verbas públicas em benefício próprio. O pior é que tudo isso acontece depois de falsamente propalar equilíbrio fiscal de araque, que ultimamente só tem ficado na falácia, congelando e cortando investimentos nas áreas cruciais para o socorro humanitário da população conjugado com o desenvolvimento nacional.

O indigitado governo está restrito ao seu jogo do poder, qual seja, o do toma-lá-dá-cá para tentar manter o governo de pé, e contra o povo, contra o Brasil e contra a democracia universal.

Dito isso, acredita-se que a República brasileira não foi criada de fachada, como querem hoje os ocupantes do governo, mas para o público ser da coletividade pátria sem promiscuidade com o pessoal, particular ou grupal. Pois vestida da res publica. Por isso, está na hora dos poderes da República mostrar que não é efetivamente uma republiqueta bananeira, como muito se tem designado algumas Repúblicas das Américas.
Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
23/01/18, 21:50 | JULGAMENTO HISTÓRICO - As armas de Lula e Moro: os principais argumentos de cada lado
23/01/18, 19:49 | POLÊMICA - Conselho da Caixa destitui três vice-presidentes afastados e um volta ao cargo
23/01/18, 19:33 | MANDATO - PGR denuncia vice-líder do governo Temer por omitir depósitos do IR
23/01/18, 19:28 | JUDICÁRIO - Saiba como será o julgamento de Lula em Porto Alegre
23/01/18, 19:21 | DESCONFIANÇA - Procuradoria investiga troca na chefia da Polícia Federal de Santos
23/01/18, 19:13 | ARTIGO - O que está por trás da campanha da Globo
23/01/18, 19:00 | ARTIGO - TJ-PI – Um colegiado com número par e não ímpar!
23/01/18, 14:12 | SAÚDE - OMS vem ao Brasil para acompanhar fracionamento da vacina contra febre amarela
23/01/18, 13:45 | VIOLÊNCIA - Homem é preso após alugar arma e matar rival com tiros e pauladas em Teresina
23/01/18, 13:38 | CORRUPÇÃO - Ex-secretário de Obras do Rio é preso em operação da PF e do Ministério Público
23/01/18, 13:28 | POLÍTICA - Odorico Paraguaçu completa 45 anos e segue atual na política brasileira
23/01/18, 12:05 | REPERCUSSÃO - New York Times: partidário, Moro jogou a democracia brasileira no abismo
23/01/18, 12:01 | ECONOMIA - IBGE: gastos maiores com alimentos e transportes pressionam inflação
23/01/18, 11:58 | VÍRUS - Ministro da Saúde diz que febre amarela está 'sob controle'
23/01/18, 11:29 | BENEFÍCIOS - Rombo na Previdência revela que militar pesa 16 vezes mais que segurado do INSS
23/01/18, 11:18 | LAVA JATO - Defesa de Lula pede prescrição de crimes no caso do triplex
23/01/18, 11:13 | POLÍTICA - Mulheres são apenas 9,9% dos pré-candidatos aos governos estaduais
23/01/18, 11:08 | POLÊMICA - ‘PL da Eletrobras, como está, não passa em 2018 nem nunca’, diz Aleluia
23/01/18, 10:27 | CLT - Lula a sindicalistas: FHC prometeu, mas foi Temer que acabou com 'Era Vargas'
23/01/18, 10:23 | ACIDENTE - Globocop cai e deixa pelo menos dois mortos no Recife
23/01/18, 10:07 | CRIMES - Com ficha polical imensa, ex-prefeito Ronaldo Lages é preso em Esperantina
23/01/18, 09:39 | HISTÓRIA - Primeira negra diplomata no Itamaraty é filha do Piauí
22/01/18, 18:32 | INVESTIGAÇÃO - FAB: avião que caiu com Teori não registrou pane ou mau funcionamento
22/01/18, 18:28 | POLÊMICA - Pré-candidata à presidência, ex-apresentadora da Globo chama Bolsonaro de mentiroso e o desafia para um debate público
22/01/18, 16:26 | DESMANDOS - TCE-PI investigará gastos de carnaval em municípios com dificuldades financeiras
22/01/18, 15:59 | VIOLÊNCIA - Jovem baleada em praia do Rio continua internada em estado grave
22/01/18, 15:54 | POLÊMICA - Governo encaminha ao Congresso projeto com regras para privatizar Eletrobras
22/01/18, 15:50 | LAVA JATO - Moro pede que PF justifique uso de algemas durante transferência de Cabral
22/01/18, 13:35 | VIOLÊNCIA - Jovem é assassinado e namorada morre por engano com tiro na cabeça em Teresina
22/01/18, 13:23 | MANIFESTAÇÃO - Temer é xingado durante caminhada, sorri e ignora protesto
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site