CBN - A rádio que toca notícia

PESQUISA

Lula é o presidenciável com maior potencial de votos, diz Ibope

Desde o impeachment de Dilma Rousseff, há um ano, a rejeição ao ex-presidente caiu 14 pontos

20/04/17, 12:29
 
P
esquisa inédita do Ibope mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a ser o presidenciável com maior potencial de voto entre nove nomes testados pelo instituto. Pela primeira vez desde 2015, os eleitores que dizem que votariam nele com certeza (30%) ou que poderiam votar (17%) se equivalem aos que não votariam de jeito nenhum (51%), considerada a margem de erro. Desde o impeachment de Dilma Rousseff, há um ano, a rejeição a Lula caiu 14 pontos.

A pesquisa foi feita antes de vir a público a lista do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), com as delações de executivos da Odebrecht que acusaram o ex-presidente de corrupção, junto com dezenas de outros políticos. Se a divulgação das denúncias prejudicou a imagem de Lula (e de outros denunciados), não houve tempo de isso ser captado pelo Ibope.

Os três principais nomes do PSDB, por sua vez, viram seu potencial de voto diminuir ao longo do último ano e meio. Desde outubro de 2015, a soma dos que votariam com certeza ou poderiam votar no senador Aécio Neves (PSDB-MG) despencou de 41% para 22%. O potencial do senador José Serra (PSDB-SP) caiu de 32% para 25%, e o do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) foi de 29% para 22%. Os três tucanos aparecem na pesquisa com taxas de rejeição superiores à de Lula: 62%, 58% e 54%, respectivamente.

O Ibope testou pela primeira vez o potencial do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), em uma eleição para presidente. Embora seja muito menos conhecido do que seus colegas de PSDB (44% de desconhecimento, contra 24% de Alckmin e 16% de Serra e Aécio), Doria já tem 24% de eleitores potenciais (metade votaria com certeza), ou seja, tanto quanto os outros tucanos, levando-se em conta a margem de erro. Mas sua vantagem é ter uma rejeição muito menor que a dos concorrentes dentro do partido: 32%.

Assim como os nomes tradicionais do PSDB, a ex-ministra Marina Silva (Rede) sofreu redução de potencial de voto e aumento da rejeição. Agora, um terço dos eleitores a indicam como possível opção - eram 39% há um ano.

Método

Entre os dias 7 e 11 de abril, o Ibope realizou 2.002 entrevistas face a face, em 143 municípios de todas as regiões do Brasil. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. As perguntas eleitorais fizeram parte da pesquisa que o instituto conduz mensalmente com questionário variável, o chamado BUS.

Na pesquisa de potencial de voto, o entrevistador apresenta um nome de cada vez e pede ao eleitor que escolha qual frase descreve melhor sua opinião sobre aquela pessoa: se votaria nela com certeza, se poderia votar, se não votaria de jeito nenhum, ou se não a conhece o suficiente para opinar. É diferente da intenção de voto.

Barbosa

Apesar de ter não contar mais com a projeção e a visibilidade inerente ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa ainda é considerado um candidato viável à Presidência da República por uma parcela considerável dos eleitores. Na pesquisa Ibope, Barbosa aparece com 24% de potencial de voto (soma das respostas "votaria com certeza" e "poderia votar").

O ex-ministro, que se celebrizou ao conduzir o julgamento do mensalão e que se aposentou do STF em 2014, também não sofre com os níveis de rejeição atribuídos aos políticos. Apenas 32% dizem que não votariam nele de jeito nenhum - uma das taxas mais baixas entre as dos nove nomes testados pelo Ibope.

Barbosa, porém, não manifestou a intenção de se candidatar em 2018 e nem sequer é filiado a um partido.

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que tenta se beneficiar da onda de rejeição a políticos - apesar de ser parlamentar desde o começo dos anos 1990 -, aparece com 17% de potencial de voto na pesquisa. Seu possível contingente de eleitores cresceu seis pontos porcentuais desde o ano passado, mas a parcela que o rejeita aumentou ainda mais, de 34% para 42%.

Fonte: JL/Estadão
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
12/12/17, 13:27 | - Ex-lateral do Flu diz que quer voltar ao Brasil e jogar no Botafogo
12/12/17, 11:53 | POLÍTICA - Temer negocia cargos de Geddel com o PR em troca de apoio pela Previdência
12/12/17, 11:49 | CRIME - Gari é atingido com cinco tiros por colega durante o trabalho em Teresina
12/12/17, 11:06 | ELEIÇÃO - Parecer de perito afirma não existir evidência de regularidade da urna 7 do Vasco
12/12/17, 10:16 | PREVIDÊNCIA - INSS: aposentados e pensionistas podem ter o menor reajuste no benefício desde 1995
12/12/17, 10:11 | POLÍTICA - Programas sociais de Lula são aclamados por onde a caravana passa
11/12/17, 22:54 | MOVIMENTO - Moradores fecham avenida e queimam pneus durante protesto em Teresina
11/12/17, 22:46 | FIM DE ANO - Menino carente ganha festa como presente de Natal em Teresina
11/12/17, 21:54 | POLÊMICA - Desembargador suspende liminar de juíza e Janainna realiza festa em Luzilândia
11/12/17, 18:54 | CORRUPÇÃO - Fachin mantém julgamento sobre ‘quadrilhão’ do PMDB para quarta
11/12/17, 18:41 | POLÊMICA - Maia: 'Não é fácil votar na próxima semana Reforma da Previdência'
11/12/17, 18:37 | CRIME - Rocha Loures vira réu por corrupção no 'caso da mala' de R$ 500 mil
11/12/17, 16:47 | ECONOMIA - Quase 60 milhões de brasileiros estão com nome negativado, diz pesquisa
11/12/17, 16:41 | ESPORTE - Oitavas da Champions estão definidas: Real Madrid enfrenta o PSG
11/12/17, 16:35 | MUNDO - Prefeito confirma atentado terrorista em Nova York; suspeito é preso
11/12/17, 16:07 | PROTESTO - Greve de fome de trabalhadores contra Reforma da Previdência completa sete dias
11/12/17, 16:04 | MOBILIZAÇÃO - Movimentos programam reuniões para discutir problemas do país com a população
11/12/17, 16:00 | PREVIDÊNCIA - Militares e altos salários no Legislativo e Judiciário serão 'poupados' da reforma
11/12/17, 12:25 | POLÊMICA - Juíza proibe show-festa no Complexo da Igreja de Santa Luzia em Luzilândia
11/12/17, 08:49 | CRIMES - Mãe de Geddel, idosa e corrupta. Corrupção em larga escala
11/12/17, 08:44 | POSSE - Eduardo Cunha manda e indica ministro no governo Temer
11/12/17, 08:11 | POLÊMICA - General alerta para os riscos de não se eliminar os criminosos da vida pública
11/12/17, 01:05 | CAMPANHA - 'Pirraça' pode levar o mundo à destruição nuclear, diz Nobel da Paz
11/12/17, 00:33 | MOVIMENTO - Instituto Não Aceito Corrupção lança campanha com pautas legislativas
11/12/17, 00:27 | INFRAESTRUTURA - Rua do Centro de Teresina ganha faixa exclusiva para pedestres
10/12/17, 15:18 | POLÍTICA - PSDB tem apenas metade da bancada a favor da reforma da Previdência
10/12/17, 14:10 | ESPORTE - Renato faturou R$ 8 milhões de bonificação por ano vitorioso no Grêmio
10/12/17, 13:39 | ARTIGO - O trauma, a decepção e o desalento causados por Aécio
10/12/17, 12:32 | POLÍTICA - Lula pensa em isenção de IR a pessoas com salário de até R$ 5 mil
10/12/17, 12:22 | PROJETO - Mulher de Moro conta com ajuda do juiz para projetar trabalho
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site