CBN - A rádio que toca notícia

SAÚDE

Justiça determina que USP entregue medicamento que

Pacientes e parentes de pessoas com a doença fazem filas na USP (Universidade de São Paulo) unidade de São Carlos, no interior paulista, em busca da pílula

15/10/15, 21:52

H
á alguns dias circula nas redes sociais um vídeo que apresenta um medicamento à base de fosfoetanolamina sintética, o qual este seria capaz de combater o câncer. Pacientes e parentes de pessoas com a doença fazem filas na USP (Universidade de São Paulo) unidade de São Carlos, no interior paulista, em busca da pílula.

A procura foi registrada após o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) reconsiderar a decisão que proibia a distribuição. Diante disso, mais de 700 liminares já concedidas em primeira instância voltaram a ter validade.

A grande procura – que levou à distribuição de senhas e o temor de que aumente ainda mais o número de interessados – fez com que a Universidade divulgasse um comunicado. A instituição alega que não é indústria química ou farmacêutica e não tem condições de atender demanda em larga escala.

A droga não foi testada ainda em humanos, mas quem está tomando a fórmula garante que faz efeito. A substância também não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas na quinta-feira passada, 8, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a entrega para uma paciente do Rio de Janeiro. No dia seguinte, o TJ-SP voltou atrás em sua proibição.

Cada paciente recebe 60 cápsulas por liminar, quantidade que é suficiente para até 20 dias. Mas a universidade informou que esta substância “não é remédio” e que “exploradores oportunistas” fazem propaganda da droga

Gilberto Orivaldo Chierice, professor aposentado da Universidade e que coordenou por mais de 20 anos os estudos com a fosfoetanolamina sintética, que imita uma substância presente no organismo e sinaliza células cancerosas para a remoção pelo sistema imunológico afirma que “a fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer”, disse o especialista.

Inicialmente a droga era fornecida gratuitamente em São Carlos, mas uma portaria da universidade proibiu a distribuição até o registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pacientes que tinham conhecimento dos estudos entraram na Justiça para obter as cápsulas. A Anvisa disse que não identificou um processo formal para a avaliação do produto em seus registros e que não houve por parte da instituição de pesquisa nenhuma iniciativa ou atitude prática no sentido de transformar o produto em um medicamento. Segundo a agência, para obter o registro, além da requisição, é preciso apresentar documentos e análises clínicas.

Fonte: JL/Conews
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
20/08/18, 19:31 | POLÊMICA - Raquel Dodge e MPF defendiam obediência às determinações da ONU
20/08/18, 19:26 | DECISÃO - Ministro Barroso já reconheceu a ONU em decisões anteriores
20/08/18, 19:24 | ELEIÇÕES 2018 - Pesquisa Ibope: Lula segue disparado com 37% das intenções de voto
20/08/18, 19:19 | DECISÃO - Procurador do MPF e da Lava Jato diz que TSE tem que acatar a ONU
20/08/18, 14:56 | EDUCAÇÃO - Começam hoje inscrições para bolsas remanescentes do ProUni
20/08/18, 14:52 | LITÍGIO - Fechamento de fronteira com Venezuela é impensável, diz ministro
20/08/18, 14:45 | SEMINÁRIO - Ministras do STF conclamam mulheres a buscar igualdade pelo voto
20/08/18, 13:22 | ARTIGO - O Direito Internacional e o Sistema Jurídico Nacional
20/08/18, 13:14 | POLÍTICA - Conheça o caminho do registro de candidatura de Lula e Haddad até as urnas
20/08/18, 12:51 | ELEIÇÕES 2018 - Em pesquisa CNT/MDA só com Lula, petista lidera com o dobro de Bolsonaro
20/08/18, 12:47 | POLÍTICA - Assustado com Bolsonaro, FHC defende aliança com PT em eventual segundo turno
20/08/18, 12:43 | ELEIÇÕES 2018 - Alckmin e Ciro lideram rejeição popular, indica pesquisa Ipsos
20/08/18, 12:40 | DESCASO - Roraima pediu apoio militar há um ano, mas Temer ignorou, diz governadora
20/08/18, 12:22 | POLÊMICA - Janot também defendeu que Brasil cumpra decisões internacionais no Supremo
20/08/18, 12:11 | CRIMINALIDADE - Justiça do Piauí julga nesta semana 300 casos de violência contra a mulher
20/08/18, 12:07 | VIOLÊNCIA - Criminosos invadem escola em Teresina, causam pânico e vigias são esfaqueados
20/08/18, 11:54 | PESQUISA - Com 59,59% dos votos válidos, Wellington Dias venceria a eleição no primeiro turno
20/08/18, 08:19 | ARTIGO - Brasil deve cumprir recomendação da ONU e deixar Lula se candidatar a presidente
19/08/18, 19:17 | AVALIAÇÃO - 'Nordeste pode ser decisivo na eleição deste ano', avalia Tereza Cruvinel
19/08/18, 17:47 | ELEIÇÕES - Iniciada a campanha, candidatos a presidente vão ao Nordeste
19/08/18, 17:44 | ELEIÇÕES 2018 - Alckmin pode perder 36% do tempo de TV por causa do MDB
19/08/18, 17:41 | CONFLITO - Exército diz que 1,2 mil venezuelanos saíram do Brasil após violência
19/08/18, 13:52 | VIOLÊNCIA - Quatro presos são encontrados mortos na Penitenciária de Alcaçuz
19/08/18, 13:32 | BRASILEIRÃO - Atlético-PR vence e impede Flamengo de ser líder do Brasileiro
19/08/18, 13:11 | POLÍTICA - OEA enviará observadores que devem acompanhar eleições de outubro
19/08/18, 12:16 | ELEIÇÕES - Wilson diz que saída de Rodrigo representa uma baixa, mas não enfraquece o grupo
19/08/18, 12:04 | ESPORTE INTERNACIONAL - Vinicius Júnior é relacionado para estreia do Real Madrid no Espanhol
19/08/18, 11:37 | POLÍTICA - Bolsonaro diz que bíblia prega o armamento
19/08/18, 11:33 | ARTIGO - Plano de Negócio e o Empreendedor
19/08/18, 09:48 | VIOLÊNCIA - Homens com fuzis invadem bar e rendem candidato a vice de Romário
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site