CBN - A rádio que toca notícia

LEGISLAÇÃO

Advogado de São Paulo diz que Lei da Ficha Limpa é inconstitucional

01/08/10, 10:57
Lei da Ficha Limpa é inconstitucional
 
Quem conhece minimamente qualquer sistema jurídico tem por base que a constituição de um país é a sua lei maior. Isso significa que todas as demais leis devem estar de acordo com os seus conceitos e princípios. Com outras palavras, nenhuma lei de um país tem validade jurídica se contrariar a constituição federal daquele país.

No Brasil, cabe ao Supremo Tribunal Federal declarar se uma lei ou um ato administrativo é inconstitucional, com os efeitos da decisão tendo alcance sobre todos os brasileiros. Existe a possibilidade de um juiz singular reconhecer a inconstitucionalidade de uma lei num caso concreto. Algumas matérias da nossa Constituição podem ser alteradas por meio de emendas, e em quaisquer hipóteses por meio de constituição originária. Essa introdução se fez necessária para se chegar à discussão sobre a constitucionalidade ou não da chamada Lei da Ficha Limpa.

Os reiterados atos de corrupção geraram um desgaste generalizado nos políticos nacionais que, diante do clamor popular por ética, aprovaram a chamada Lei da Ficha Limpa, a lei complementar 135/2010. O ponto de maior destaque ficou por conta da proibição das pessoas se candidatarem quando tiverem sido condenadas por órgãos colegiados. De acordo com o sistema jurídico brasileiro, esses órgãos só existem a partir da Segunda Instância e pode chegar a três ou quatro.

Ocorre que a lei não exigiu a condenação com trânsito em julgado para que a pessoa ficasse impossibilitada de se candidatar. Uma decisão transita em julgado quando não cabe mais recurso a outra instância. Grosso modo, este é o conceito de trânsito em julgado.

Como é pacífico que uma lei não tem valor jurídico se contrariar a Constituição federal, transcrevo os trechos de ambas sobre a vedação aos candidatos condenados. Prescreve a Constituição Federal, artigo 15, III: “É vedada a cassação dos direitos políticos, cuja perda ou suspensão só se dará nos casos de: condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos”.

Já a referida lei complementar dispõe em seu artigo 2º, d: “os que tenham contra sua pessoa representação julgada procedente pela Justiça Eleitoral, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado, em processo de apuração de abuso do poder econômico ou político, para a eleição na qual concorrem ou tenham sido diplomados, bem como para as que se realizarem nos 8 (oito) anos seguintes;”.

A Constituição federal explicita a necessidade de trânsito em julgado de qualquer condenação. Da mesma forma a lei é cristalina em afirmar que basta uma condenação de órgão colegiado, transitada em julgado ou não.  Essa lei, neste ponto, está de acordo com a norma constitucional?

Quando sentir necessidade de mudança, cabe à população brasileira exigir dos seus congressistas que alterem a Constituição para adequá-la aos valores desejáveis, mas a Suprema Corte do país não deve atuar como se estivesse na apresentação de um programa televiso de auditório, fazendo de tudo para agradar seu público.

No meu ponto de vista, o Supremo Tribunal Federal só pode declará-la constitucional por meio de uma “masturbação” jurisdicional, pois essa lei é flagrantemente inconstitucional. 

 por Pedro Cardoso da Costa

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
24/06/18, 13:33 | CRIME - PF deve concluir inquérito que investiga Temer no início de julho
24/06/18, 13:28 | TECNOLOGIA - Uso de mídias sociais, internet e smartphone aumenta no mundo, diz pesquisa
24/06/18, 13:15 | SEGURANÇA - 6.368 pessoas morreram nas cadeias do país de 2014 a 2017
24/06/18, 12:49 | SEGURANÇA - Presos fazem buraco em parede de cela e fogem da delegacia de Barras-PI
24/06/18, 12:42 | POLÊMICA - Uruguai legalizou maconha e elevou penas para tráfico de outras drogas
24/06/18, 12:34 | ACOLHIMENTO - Refugiados e estrangeiros elogiam receptividade dos brasileiros
24/06/18, 12:27 | COPA DO MUNDO - Panamá é goleado pela Inglaterra, mas festeja primeiro gol em Copas
23/06/18, 18:26 | ENTREV ISTA - Ministro do STF diz que prisão de Lula “viola a Constituição”
23/06/18, 17:46 | POLÍTICA - Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%, diz pesquisa
23/06/18, 17:04 | ESPORTE - Kroos marca nos acréscimos contra a Suécia e mantém a Alemanha viva na Copa
23/06/18, 16:55 | IGREJA - Vaticano condena sacerdote acusado de pedofilia a cinco anos de prisão
23/06/18, 16:50 | DADOS - Seis em cada 10 jovens pensam em deixar o país para morar no exterior
23/06/18, 16:46 | COPA - Lesão tira Douglas Costa do jogo do Brasil contra a Sérvia
23/06/18, 16:43 | COPA DO MUNDO - Bélgica goleia Tunísia por 5 a 2 em Moscou
23/06/18, 16:40 | COPA DO MUNDO - México vence a Coreia por 2 a 1 e chega a seis pontos no Grupo F
23/06/18, 08:38 | INFRAESTRUTURA - Brasil precisa investir R$ 345,8 bi para universalizar saneamento até 2033
23/06/18, 08:35 | POLÊMICA - Fazenda Nacional questiona juiz Sérgio Moro por decisão
23/06/18, 08:12 | COPA - Torcedores do Brasil e da Argentina se envolvem em pancadaria
23/06/18, 07:53 | SAÚDE PÚBLICA - SUS incorpora novos tratamentos para doenças raras
23/06/18, 07:50 | CRIME - ONU Mulheres condena assédio promovido por brasileiros na Rússia
23/06/18, 07:47 | INTERNACIONAL - PF prende brasileiro foragido em estádio de São Petersburgo na Rússia
22/06/18, 22:24 | COPA DO MUNDO - Quatro seleções já estão classificadas para a próxima fase
22/06/18, 22:11 | ELEITOR - Datafolha mostra Lula como preferido para tirar Brasil da crise
22/06/18, 22:09 | LEI - Código de Defesa do Usuário do Serviço Público entra em vigor
22/06/18, 21:35 | DIREITOS HUMANOS - Manifestantes fazem passeata no Rio pela legalização do aborto
22/06/18, 21:29 | ESPORTE - Nono dia da Copa teve vitórias do Brasil, Nigéria e Suíça
22/06/18, 21:01 | COPA DO MUNDO - Neymar reage a críticas e desabafa nas mídias sociais
22/06/18, 00:04 | INVESTIGAÇÃO - Cármen Lúcia aquiva investigação sobre menções a ministros do STF na delação da JBS
21/06/18, 23:58 | PARLAMENTO - Deputados tentam mas não conseguem barrar CPI das delações
21/06/18, 23:52 | INVESTIGAÇÃO - Barroso inclui delação de Funaro em inquérito contra Temer
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site