CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Advogados pedem prisão de Moro e de delegado da PF no Paraná

Segundo o grupo de advogados, o juiz Sérgio Moro não poderia se pronunciar sobre a prisão de Lula por estar em férias e, portanto, “sem jurisdição em sua própria vara”. A decisão teria sido igualmente descumprida pelo delegado por uma suposta determinação de Sérgio Moro

08/07/18, 19:45

O

Coletivo Advogadas e Advogadas pela Democracia pediu hoje (8) ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região a prisão do juiz federal Sérgio Moro e do delegado da Polícia Federal no Paraná Roberval Drex pelos crimes de desobediência e contra a administração da Justiça.

A ação é direcionada ao desembargador plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Rogério Favreto. No início deste domingo, o desembargador mandou soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva,mas até o momento a decisão não foi cumprida e Lula continua preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Segundo o grupo de advogados, o juiz Sérgio Moro não poderia se pronunciar sobre a prisão de Lula por estar em férias e, portanto, “sem jurisdição em sua própria vara”. A decisão teria sido igualmente descumprida pelo delegado por uma suposta determinação de Sérgio Moro.

Recurso

Um advogado de Fortaleza, Rodrigo Magalhães Nóbrega, recorreu ao presidente do TFR4, desembargador Thompson Flores, para que revogue a decisão de soltar o ex-presidente. Na alegação do advogado, o habeas corpus não poderia ter sido concedido a Lula durante o plantão judiciário. Além disso, ele alega que a decisão pode gerar insegurança jurídica.

“Diversos prejuízos poderão ser causados não apenas aos processos que envolvam o apenado, Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, mas a todos os processos de cunho semelhante, promovendo grave insegurança jurídica”, argumenta.

Até o momento, não há decisão em nenhuma das duas ações.

Entenda o caso

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que determinou a execução provisória da pena de 12 anos de prisão na ação penal do triplex do Guarujá (SP), após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.

Na manhã de hoje (8), o desembargador federal Rogério Favreto, do TRF-4, concedeu habeas corpus ao ex-presidente. A decisão deveria ser cumprida em regime de urgência, ainda neste domingo, e por não se tratar de dia útil, seria dispensado o exame de corpo de delito, caso fosse de interesse do próprio Lula.

No entanto, após a decisão, Moro argumentou que Favreto não teria competência para mandar soltar o ex-presidente. Logo em seguida, o Ministério Público Federal também se posicionou de forma contrária à soltura.

Em nota, a assessoria de imprensa da Justiça Federal no Paraná disse que o juiz Sergio Moro informou que está de férias de 2 a 31 de julho. Mas, ao ter sido citado como autoridade coatora no habeas corpus, entendeu ser possível despachar no processo.

Também em nota, a Procuradoria-Geral da República afirmou que está atuando em conjunto com o Ministério Público Federal na 4ª Região e confirmou a posição da instituição em favor da manutenção da prisão de Lula até o trânsito em julgado da ação.

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) afirmou que o ex-presidente estava muito cético com a possibilidade de ser solto neste domingo. "Estive agora com o presidente Lula [na Superintendência da Policia Federal, em Curitiba]. Desde que lhe dei a notícia, sempre demonstrou ceticismo quanto ao cumprimento da decisão judicial", disse em entrevista. Damous é advogado e foi incluído na equipe de defesa do ex-presidente.

Após as decisões conflitantes, Rogério Favreto voltou a determinar a soltura do ex-presidente. No entanto, até o momento, Lula permanece preso na Superintendência da PF em Curitiba.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
24/11/18, 09:51 | POLÍTICA - TSE vai julgar contas da campanha de Bolsonaro no dia 4 de dezembro
23/11/18, 19:34 | SAÚDE - Infecção adia cirurgia de Jair Bolsonaro para depois da posse
23/11/18, 19:29 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Delegada indicada Moro diz que ainda há pessoas dispostas a roubar
23/11/18, 19:26 | ANTICORRUPÇÃO - Moro apresentará no início do governo projeto de combate ao crime
23/11/18, 19:05 | REPERCUSSÃO - Entidades de 87 países assinam moção contra censura a professores no Brasil
23/11/18, 14:27 | ECONOMIA - Desvalorizar salário mínimo e aposentadorias agravará crise social
23/11/18, 14:03 | SAÚDE PÚBLICA - Semana Nacional de Combate ao Aedes começa domingo
23/11/18, 14:00 | SAÚDE - Câncer: segunda causa de morte entre crianças e adolescentes
23/11/18, 12:13 | PARLAMENTO - Comissão aprova projeto que impede remoção de veículo por débito de IPVA
23/11/18, 12:06 | TRANPORTE - Aplicativos de transporte poderão ter limite de comissão por corrida
23/11/18, 11:55 | SAÚDE PÚBLICA - Programa Mais Médicos já registra 84% das vagas definidas
23/11/18, 09:34 | CRIME - Nova fase da Lava Jato cumpre 22 mandados de prisão
23/11/18, 09:30 | TRANSIÇÃO - Futuro presidente do BB fala em "privatizar o que for possível"
23/11/18, 09:19 | DIREITOS HUMANOS - Alunos do DF criam painel em alusão à Declaração dos Direitos Humanos
23/11/18, 09:15 | PROGRAMA - Médicos cubanos deixam o país pelo Aeroporto de Brasília
23/11/18, 08:47 | ARTIGO - OAB para os advogados e para a sociedade
22/11/18, 15:00 | SAÚDE - Maternidades da Prefeitura de Teresina registram aumento de demanda após interdição parcial da Evangelina Rosa
22/11/18, 14:30 | ECONOMIA - Intenção de Consumo das Famílias cresce 1,1% de outubro para novembro
22/11/18, 14:26 | EDUCAÇÃO - Inscrições para o Sisu 2019 serão de 22 a 25 de janeiro
22/11/18, 13:14 | CRISE - Indefinição e críticas a Onyx Lorenzoni marcam primeira reunião do PSL depois das eleições
22/11/18, 12:10 | LEVANTAMENTO - Levantamento inédito do TCU aponta riscos de fraude e corrupção em 38 órgãos federais
22/11/18, 10:47 | CRIME - PF cumpre mandados em operação contra lavagem de dinheiro e tráfico
22/11/18, 10:32 | ESPORTE - Fábio Carille se chateia com árabes e pode retornar ao Corinthians
22/11/18, 10:28 | BRASILEIRÃO - Flamengo vence Grêmio e mantém disputa de título com Palmeiras
22/11/18, 08:06 | BRASILEIRÃO - Queda no fim do Brasileiro mostra carências e dúvidas sobre o Inter
21/11/18, 16:34 | TRANSIÇÃO - Após prometer 15 ministérios, equipe de Bolsonaro admite até 20
21/11/18, 16:28 | POLÍTICA - Em carta a Bolsonaro, governadores do Nordeste pregam diálogo nacional
21/11/18, 15:29 | DIREITOS HUMANOS - Direitos humanos são pautas de todos e para todos, afirma ministro
21/11/18, 15:26 | DECISÃO - STJ mantém foro privilegiado de desembargadores
21/11/18, 14:48 | POLÍTICA - Governadores do Nordeste debatem propostas em tramitação no Congresso
« Anterior 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 | 391 - 420 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site