CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO

Gilmar Mendes: “Em um momento houve canonização da Lava Jato”

“Qualquer decisão contra a ação do Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”, criticou o ministro do STF

07/07/18, 12:35

D

urante passagem por Londres, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu suas decisões em que revogou prisões ordenadas por juízes de primeira instância da Lava Jato. Além disso, declarou que houve um momento de “canonização” da operação no País, em que qualquer questionamento a ela era considerado “antirrepublicano”, disse, em entrevista à Célia Froufe, do Estado de São Paulo.

O ministro destacou, ainda, que a lei de abuso de autoridade é uma das coisas nas quais o Brasil precisa “pensar” para os próximos anos. “Em um momento houve a canonização da Lava Jato. Então, qualquer decisão contra a ação do (juiz Sergio) Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”.

Gilmar está na capital inglesa para participar de um seminário na Universidade de Londres e no qual falou sobre os 30 anos da Constituição brasileira. “A Lava Jato começou a pensar que era uma entidade, quis legislar, mudar habeas corpus e outras coisas. Depois se viu que eles eram suscetíveis a problemas sérios e que a corrupção estava ali perto, como o caso (do ex-procurador Marcello) Miller”, afirmou Gilmar, em referência ao ex-procurador da República que, na semana passada, se tornou réu por supostamente atuar como advogado do Grupo J&F quando ainda integrava o Ministério Público Federal.

O ministro também criticou procedimentos adotados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal não só na Lava Jato como também na Carne Fraca e Satiagraha – operações em que foi questionado por ter revogado decisões expedidas pela primeira instância. Sobre isso, Gilmar disse estar “muito tranquilo”. “Nunca houve uma decisão minha que não fosse confirmada pela turma ou pelo pleno”.

O magistrado defendeu a reformulação da lei que trata de abuso de autoridade no País. Neste caso, fez referência ao trabalho do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, responsável pela negociação e assinatura de acordos de delação premiada de ex-executivos do Grupo J&F, material que fundamentou duas denúncias contra Michel Temer.

“O doutor Janot, de fato, queria derrubar o presidente para isso? Então foi a primeira tentativa de golpe que se fez em 30 anos vinda não de militares”, disse Gilmar. “Não estou falando que não é para investigar, não. Agora, faça direito”, afirmou. “Isso é também uma coisa na qual precisamos pensar para os próximos 30 anos: lei de abuso de autoridade, responsabilidade”, afirmou.
 
 
Fonte: JL/Revista Fórum
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
31/10/18, 14:26 | ECONOMIA - CNI volta a se manifestar contra extinção do Ministério da Indústria
31/10/18, 14:19 | ESPORTE - Grêmio vai à Conmebol pedir pontos e vaga na final após 'caso Gallardo'
31/10/18, 14:15 | TRANSIÇÃO - Ministério do novo governo deverá ter até 16 pastas
31/10/18, 13:07 | REAÇÃO - Conta no Twitter mostra 'arrependimentos de eleitores de Bolsonaro'
31/10/18, 10:13 | LIBERTADORES - Renato põe eliminação na conta do VAR: “Grêmio foi roubado”
30/10/18, 16:40 | DENÚNCIAS - Ex-assessora de Moro na Lava Jato abre o jogo dos bastidores da operação
30/10/18, 16:32 | POLÍTICA - Perseguições a homossexuais, pobres, negros e nordestinos podem trazer consequências negativas
30/10/18, 16:21 | REAÇÃO - Alckmin diz que Bolsonaro vai substituir liberdade pelo “clientelismo de imprensa”
30/10/18, 16:14 | POLÍTICA - O que disse Bolsonaro nas primeiras entrevistas após a eleição
30/10/18, 16:10 | REAÇÃO - Supremo vai se unir em defesa de negros, gays, mulheres e liberdade de expressão
30/10/18, 16:01 | EDUCAÇÃO - Contra Bolsonaro, estudantes vão às aulas de luto em Porto Alegre
30/10/18, 15:26 | ECONOMIA - Aumento do limite de financiamento de imóveis começa a vigorar
30/10/18, 15:12 | ECONOMIA - Futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes desautoriza Onyx sobre Previdência
30/10/18, 14:56 | EDUCAÇÃO - Mais de 1,5 milhão de estudantes participam da Olimpíada de Matemática
30/10/18, 14:40 | ARTIGO JURÍDICO - A justa, necessária e urgente Reforma Tributária
29/10/18, 21:50 | CLIMA TENSO - Bolsonaristas ameaçam: “Já está liberado dar porrada em negro, viado e baiano?”
29/10/18, 21:37 | PARLAMENTO - Senado abre consulta sobre porte de arma de fogo para a população
29/10/18, 21:09 | FASCISMO - Professores da UnB cancelam aulas após ameaças de apoiadores de Bolsonaro
29/10/18, 21:02 | BOICOTE - Seguidores divulgam lista para que Bolsonaro faça perseguição a celebridades
29/10/18, 20:38 | POLÍTICA - Meirelles e Alckmin movimentam mais recursos que Bolsonaro e Haddad
29/10/18, 20:35 | PASSANDO A LIMPO - Petrobras lança campanha nacional para divulgar ações anticorrupção
29/10/18, 20:28 | EDUCAÇÃO - Mais de 4 milhões de estudantes já sabem onde farão o Enem
29/10/18, 16:19 | VIOLÊNCIA - Disparo em comemoração a Bolsonaro mata menino de 8 anos
29/10/18, 16:16 | DIEESE - Luta por direitos deve se intensificar no governo Bolsonaro
29/10/18, 16:13 | LUTA - Movimentos sociais defendem organização para resistir Bolsonaro
29/10/18, 15:10 | VIOLÊNCIA - Apoiadores de Bolsonaro agridem jornalistas em Fortaleza
29/10/18, 15:05 | INTIMIDAÇÃO - Deputada aliada de Bolsonaro estimula perseguição a professores
29/10/18, 14:58 | ELEIÇÕES - Haddad venceu a eleição em 2810 municípios; Bolsonaro em 2760
29/10/18, 14:33 | PARTIDÁRIA - Esposa de Sérgio Moro comemora vitória de Bolsonaro e diz: “Feliz”
29/10/18, 14:28 | ELEIÇÕES 2018 - Um em cada cinco brasileiros não votou; brancos e nulos aumentam
« Anterior 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 | 391 - 420 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site