CBN - A rádio que toca notícia

INCRÍVEL!

Cadela emociona familiares ao velar corpo de dona que faleceu em Teresina

Belinha era chamada de "enfermeira" pela dona, que morreu de câncer há uma semana. Cadela também participa de momentos de oração e será levada para visita ao túmulo

13/02/18, 13:46

 
D
urante o velório de Telma Maria Pereira de Andrade a tristeza era compartilhada por todos, mas foi a reação da cadela Belinha que mais emocionou a família. Companheira de Telma durante o tratamento contra o câncer, a cadela da raça boxer era chamada de “enfermeira” e no velório ficou sempre perto do caixão, vigilante, velando o corpo de sua companheira. A própria família ficou impressionada com a ligação entre as duas.

"E como um anjo ela passou a noite toda ao seu lado. Mamãe dizia que era a sua enfermeira. A Belinha, como foi batizada por Telma Maria, mostrou ser a companheira mais que fiel. Amor, vida, morte e ensinamentos. Alguns vão dizer que sou um idiota em postar a foto do caixão da minha mãe, mas uma imagem pode ensinar muita gente a amar os animais, e que animais não são só animais, pois eles são puramente amor. #saudade", escreveu o filho de Telma, Dionísio Neto, ao publicar a imagem acima no Facebook.

Ele contou ao G1 que Belinha e Telma tinham uma relação muito forte. O que mais o impressionou foi a postura da cadela enquanto o corpo era velado. "No velório ela ficava em pé quando as pessoas se aproximavam do caixão. Ela subia e ficava vigilante. Acho que era porque minha mãe dormia na rede. Ela ficava embaixo também durante a noite toda", comentou.

Dionísio Neto explicou que Telma e Belinha eram unidas em todas as atividades do dia. "Ela que botou o nome de Belinha e virou a companheira dela. Faziam tudo juntas desde o café da manhã. Todos os dias a Belinha acordava minha mãe e ela chamava a cachorra de 'minha enfermeira'. Foi uma enfermeira do amor e da alegria, um xodó", contou.

A amizade entre as duas durou todo o período em que Telma esteve doente. "Ela fez muita companhia para minha mãe e manteve a alegria", comentou. A relação entre as duas foi construída aos poucos. "No começo ela não queria, mas depois se tornaram melhores amigas", disse Dionísio Neto acrescentando que Belinha está na família desde que nasceu, há 4 anos.

Telma morreu em decorrência de um câncer. "Minha mãe teve uma metástase afetando pâncreas, fígado, pulmão, coluna e estava bem evoluído. Ela sofria muitas dores e a cadela funcionava como uma distração, uma terapia. Foram dias difíceis e dolorosos. Até hoje a cadela vai até no quarto e fica chorando", relatou o filho de Telma.

Dionísio Neto contou ainda que a cadela será levada na próxima quarta-feira (14) para a visita ao túmulo da dona. "Ela vai na visita na quarta-feira quando completa 7 dias da morte da minha mãe que deixou dois filhos, o marido e um neto que vai chegar nos próximos meses. Antes de morrer ela soube que o neto é um menino", finalizou.

Fonte: JL/G1PI
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
05/02/19, 10:46 | ANTICRIME - Proposta de Moro pode elevar letalidade, dizem especialistas
05/02/19, 10:36 | PREVIDÊNCIA - 40 anos de contribuição para se ter 100% da aposentadoria
05/02/19, 08:59 | POJETO DE LEI - Pacote anticrime: veja como a lei é hoje e o que pode mudar
05/02/19, 08:52 | TRAGÉDIA - Brumadinho: buscas por vítimas entram no 12º dia; 134 mortos
05/02/19, 08:48 | REFORMAS - Previdência: regra de transição, idade mínima. Veja o que muda com a proposta
04/02/19, 22:12 | PROJETO DE LEI - Para advogados, projeto de lei anticrime de Moro cria 'licença para matar'
04/02/19, 22:09 | STF - Barroso envia denúncia contra Temer para primeira instância
04/02/19, 21:55 | INTERNACIONAL - Grupo de Lima recomenda restrições às negociações com regime de Maduro
04/02/19, 21:46 | REPERCUSSÃO - Entidades da sociedade se manifestam sobre projeto de lei anticrime
04/02/19, 14:59 | SAÚDE - Sobreviventes do câncer devem mudar estilo de vida, diz pesquisa
04/02/19, 14:53 | DISCUSSÃO - Estados pedem desburocratização de fundos de segurança pública
04/02/19, 14:50 | PAUTA - Ministros fazem reunião para debater políticas para a Região Nordeste
04/02/19, 13:36 | INTERNACIONAL - Corpo é achado entre pedaços de avião onde estava jogador argentino
04/02/19, 13:30 | JUSTIÇA - Uso de tecnologia no transporte de presos agrada a governadores
04/02/19, 13:26 | REFORMAS - Lei propõe endurecer cumprimento de pena para crimes graves
04/02/19, 12:31 | DENÚNCIA - Prefeito de Luzilândia é denunciado por crime de improbidade na Justiça Federal e poderá perder o cargo
04/02/19, 11:11 | CRIME - Ministro de Bolsonaro teria usado 'laranjas' para conseguir verbas
04/02/19, 11:04 | AGRESSÃO - Renan ataca jornalista e pai de senadora com ofensa de natureza sexual
04/02/19, 10:59 | DISCUSSÃO - Em Brasília, Moro e governadores debatem Lei Anticrime
04/02/19, 10:50 | REFORMAS - Lei anticrime poderá criminalizar caixa 2 também em ato já praticado
04/02/19, 09:56 | CRIME - Novo presidente do Senado é alvo de duas investigações no STF
04/02/19, 09:49 | SENADO - Festa da vitória de Alcolumbre tem deboche a Renan
04/02/19, 09:40 | LUTO - Ativista que ajudava vítimas de João de Deus se suicida
04/02/19, 09:26 | REFORMAS - Moro anuncia medidas 'objetivas' contra corrupção, crime organizado e crime violento
03/02/19, 11:00 | PARLAMENTO - Senador de poucos discursos e muitas articulações, o Davi que derrotou Renan terá de pacificar o Senado
03/02/19, 10:45 | ARTIGO - Itália no turbilhão do euro
02/02/19, 22:33 | ELEIÇÃO DO SENADO - Davi Alcolumbre: 'O Senado não pode se curvar à intromissão do Judiciário e de qualquer outro Poder'
02/02/19, 19:23 | CRIME - Empresário é preso sob suspeita de arrastar a sogra por 30 m em veículo
02/02/19, 19:21 | RECUPERAÇÃO - Bolsonaro se sente mal e usa sonda para alimentação
02/02/19, 19:09 | SUCESSÃO - Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado Federal
« Anterior 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 | 391 - 420 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site