CBN - A rádio que toca notícia

LAVA JATO

STF pode julgar habeas corpus de Lula ainda neste ano, diz Fachin

Defesa de Lula argumenta que juiz Moro não agiu de forma imparcial

07/11/18, 19:00

O

ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse hoje (7) acreditar na possibilidade de que seja julgado ainda neste ano na Corte o mais recente habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa pede a soltura de Lula sob o argumento de que o juiz federal Sérgio Moro não agiu com imparcialidade.

“É possível, se os prazos forem cumpridos”, afirmou Fachin, em sessão plenária nesta quarta-feira (7). Ontem (6), ele deu prazo de cinco dias para Moro e o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) se manifestarem no processo. Em seguida, a Procuradoria-Geral da República terá o mesmo tempo para dar seu parecer.

Questionado se o caso deve ser, de fato, apreciado na Segunda Turma, e não no plenário do STF, Fachin afirmou que sim.

“A matéria é pacífica sobre o tema, creio que não há razão de enviar para o plenário como houve em outras hipóteses que havia questões importantes para que o plenário definisse. Como há jurisprudência assentada, a competência originariamente é da Turma”, disse.

Para o ministro Gilmar Mendes, que também integra a Segunda Turma, no entanto, o mais recente pedido de liberdade de Lula deve voltar a ser discutido em plenário. “Eu acho que a matéria acabará vindo para o plenário, acho que é natural”, disse.

“A Turma é que delibera. Acho que essa [de levar a plenário] é que será a avaliação. É uma decisão do colegiado, mas considerando a complexidade do tema, a delicadeza, os precedentes anteriores, é de se esperar que seja essa a decisão. Mas a Turma é soberana”, acrescentou Mendes.

Lula está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação confirmada pelo TRF4, que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Argumentos

No pedido, a defesa de Lula volta a suscitar a suspeição do juiz Sérgio Moro para julgar Lula. Os argumentos foram reforçados após o magistrado ter aceitado o cargo de ministro da Justiça no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Os advogados de Lula querem que seja reconhecida a suspeição de Moro para julgar processos contra o ex-presidente e que sejam considerados nulos todos os atos processuais que resultaram na condenação no caso do triplex do Guarujá (SP).

O pedido ainda requer que sejam suspensas outras ações penais contra Lula que estavam sob a responsabilidade de Moro, como as que tratam de suposto favorecimento por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP) e de supostas propinas da empresa Odebrecht. Nesta última, o depoimento do ex-presidente está marcado para 14 de novembro.

“Lula está sendo vítima de verdadeira caçada judicial entabulada por um agente togado que se utilizou indevidamente de expedientes jurídicos para perseguir politicamente um cidadão, buscando nulificar, uma a uma, suas liberdades e seus direitos”, afirmam os advogados.

Em entrevista concedida ontem (6), Moro rebateu os argumentos da defesa de Lula. "Isso [o convite para ser ministro] não tem nada a ver com o processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele foi condenado e preso porque cometeu um crime e não por causa das eleições", disse o juiz.
 
Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
28/10/18, 16:51 | ELEIÇÕES 2018 - Brasileiros no exterior demonstram sua preferência na hora de votar
28/10/18, 16:29 | ELEIÇÕES 2018 - Mesário tem parada cardíaca e morre em zona eleitoral do Rio
28/10/18, 16:15 | ELEIÇÕES 2018 - Para demonstrar apoio aos candidatos à Presidência, eleitores usam criatividade
28/10/18, 16:08 | ESPORTE - Com show de Suarez, Barcelona goleia o Real Madrid em clássico
28/10/18, 15:45 | INTERNACIONAL - Estúdio de televisão é evacuado em Nova York por ameaça de bomba
28/10/18, 15:43 | CAMPANHA ELEITORAL - “Clima é de tranquilidade no segundo turno
28/10/18, 15:40 | DISCURSO - Reforma da Previdência deve ser prioridade, diz vice de Bolsonaro
28/10/18, 15:06 | POLÍTICA - Campanha termina sem debate e política vira rivalidade entre torcidas
28/10/18, 14:58 | ELEIÇÕES 2018 - Imprensa internacional destaca eleições no Brasil
28/10/18, 14:56 | POLÍTICA - "Ganhe quem ganhar", é preciso ter "Constuição respeitada", diz FHC
28/10/18, 14:53 | POLÍTICA - Toffoli: futuro presidente terá de garantir pluralidade política
27/10/18, 23:01 | POLÍTICA - Atriz Fernanda Paes Leme é ameaçada por eleitores de Bolsonaro
27/10/18, 22:46 | POLÍTICA - Homem é morto em Pacajus durante carreata de Haddad
27/10/18, 22:37 | ELEIÇÕES - Janot, que comandou a Lava Jato, declara voto em Fernando Haddad
27/10/18, 21:51 | ELEIÇÕES 2018 - Pesquisa Datafolha mostra Bolsonaro caindo e Haddad subindo no final
27/10/18, 21:42 | ELEIÇÕES 2018 - Pesquisa Ibope: Bolsonaro cai 3%; Haddad sobe 3% na reta final
27/10/18, 21:28 | PESQUISA - Vox Populi: Bolsonaro e Haddad estão empatados - 50% a 50%
27/10/18, 17:30 | POLÍTICA - Ciro Gomes pede que os brasileiros votem
27/10/18, 17:23 | POLÍTICA - Joaquim Barbosa declara voto em Haddad: 'Pela primeira vez em 32 anos, um candidato me inspira medo'
27/10/18, 17:17 | ELEIÇÕES 2018 - Disputa presidencial nas redes sociais cresce e toma lugar da TV no 2º turno
27/10/18, 17:10 | POLÍTICA - Simpatizantes de Haddad fazem ato em Brasília
27/10/18, 14:35 | ARTIGO - FASCISMO - flagelar e decapitar cidadãos desobedientes
27/10/18, 12:50 | DECISÃO - Cármen Lúcia suspende decisões que determinaram ação de policiais em universidades
27/10/18, 12:40 | EDITORIAL - CONGRESSO EM FOCO: Bolsonaro é o pior que nos pode acontecer
27/10/18, 11:30 | POLÍTICA - Clima: Haddad pode surpreender na reta final, afirma especialista
27/10/18, 11:24 | POLÍTICA - Manifestações tomam as ruas do Brasil na reta final da campanha
26/10/18, 16:39 | POLÍTICA - Brasil é 1º caso de fake news maciça para influenciar votos, diz OEA
26/10/18, 16:32 | CRIME - MPF abre investigação contra economista de Bolsonaro por fraudes
26/10/18, 16:16 | CHECAGEM - Das 123 notícias falsas encontradas por agências de checagem, 104 beneficiaram Bolsonaro
26/10/18, 15:50 | SUCESSÃO NACIONAL - Otimista, Haddad fala em virada e pede para que ódio não guie eleitor
« Anterior 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site