CBN - A rádio que toca notícia

ESPORTE

Copa inclusiva leva emoção a deficientes em São Paulo

Carlos contou com a ajuda de Renato Rodrigues, que, segurando suas mãos, interpretou, em Libras - a linguagem brasileira de sinais - os lances do jogo, acompanhado de uma tábua em formato de campo de futebol, o campinho tátil

06/07/18, 18:23

O

s tapinhas nas costas de Carlos não são apenas cumprimentos. Foi assim que Vinicius Alves mostrou, por meio da interpretação áptica (tátil), para Carlos Junior, de 31 anos, deficiente auditivo desde o nascimento, que ficou cego aos 27, os lances do jogo entre Brasil e Bélgica e os números dos jogadores em campo.

Carlos contou com a ajuda de Renato Rodrigues, que, segurando suas mãos, interpretou, em Libras - a linguagem brasileira de sinais - os lances do jogo, acompanhado de uma tábua em formato de campo de futebol, o campinho tátil.

“Já consegui enxergar, mas com a perda visual, eu precisava do auxílio de outra pessoa, e o Hélio [seu guia intérprete anterior] teve esse ideia do campinho tátil. E, com ele, sinto a mesma emoção e alegria que milhões de brasileiros, na íntegra, naquele exato momento. Hoje, outros surdocegos têm a mesma sensação e é muito importante que sintam isso”, disse. 

Carlos não é um espectador passivo, ele é crítico e tem opinião formada sobre os jogadores. “O Marcelo, sei que ele é um dos melhores jogadores do mundo, sempre está em conexão com Neymar, eu sei quando um jogador é bom ou ruim através da mensagem que o guia intérprete passa. Eu sei que a defesa do Brasil está bem fechada e tem essa variedade de bons zagueiros também”, opinou.

Para Renato, ser intérprete não tem preço. “Além de sentir a emoção de ver o jogo, é um prazer imensurável saber que outra pessoa, por meio de minhas mãos, está tendo acesso, naquele mesmo momento, àquela mesma sensação, naquele exato segundo. Estou muito feliz por poder proporcionar essa informação na íntegra para outra pessoa”. 

É assim, com a ajuda de audiodescrição e intérprete de libras, que diversos deficientes auditivos e visuais acompanharam o jogo entre Brasil e Bélgica, no Memorial da Inclusão, em São Paulo.

“A ideia de ter acessibilidade aos jogos surgiu em Carlos, junto com seu guia, o Hélio. A ideia foi crescendo, as pessoas surdocegas também querendo ter o mesmo acesso, e como boas ideias precisam ser difundidas, hoje estamos aqui, fazendo essa Copa inclusiva em que pessoas com ou sem deficiência podem estar juntas, curtindo o jogo. O futebol movimenta o Brasil e a Copa, o mundo todo, e as pessoas com deficiência não podem ficar de fora”, defendeu a coordenadora de desenvolvimento de programas da Secretaria do Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Lara Santana.

O professor Edvaldo Paes da Gama acompanhou o jogo, pela primeira vez, com o auxílio da guia com o campinho tátil. Deficiente visual desde os dois anos de idade, ele gostou da inovação.

“Foi algo ímpar, fantástico. Vim para conhecer como seria a transmissão do jogo com o recurso da audiodescrição, acompanhei um pouco. Pelo pouco de acompanhei, percebi que a audiodescrição é melhor do que a narração esportiva televisiva, mas ainda não chega aos pés da aproximação que o campo tátil traz daquilo que acontece de fato no campo. Faz com que a gente consiga sentir as emoções dos quase gols, toda a vibração, dá para perceber isso de forma muito clara”, descreveu o professor. 

Gama contava com uma virada do Brasil, mas gostou da atuação da seleção brasileira. “Apesar do Brasil ter perdido acho que foi um bom jogo, especialmente no segundo tempo o Brasil foi para cima, fez várias tentativas, só não foram concluídas porque o goleiro belga é muito bom, mas foi um bom jogo.”

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
26/11/18, 10:09 | CRIME - Bando assalta banco, incendeia viaturas e causam pânico no MA
26/11/18, 09:33 | SALÁRIOS - Temer deve sancionar reajuste de 16,38% para o STF até quarta
26/11/18, 09:29 | PARLAMENTO - Alvos da Lava Jato querem votar mudança na lei penal e Moro reage
26/11/18, 09:23 | ESTUDO - Seis mulheres são vítimas de feminicídio a cada hora no mundo, diz ONU
26/11/18, 09:09 | ONG - Nº de pobres cresce, e Brasil é o 9º país mais desigual, aponta Oxfam
25/11/18, 20:16 | ESPORTE - PALMEIRAS CAMPEÃO BRASILEIRO 2018: 1 x 0 sobre o Vasco
25/11/18, 18:00 | TRANSIÇÃO - Bolsonaro defende escolha de ministros sem discussão com partidos
25/11/18, 17:50 | ECONOMIA - Equipe de transição define 15 áreas da economia como prioridades
25/11/18, 17:47 | ECONOMIA - Futuro presidente da Petrobrás acha que o preço da gasolina está barato
25/11/18, 17:42 | MUNDO - Deputados ingleses defendem liberdade de Lula em moção no parlamento inglês
25/11/18, 17:35 | ARTIGO JURÍDICO - Profissional Liberal - Direito Empresarial - Código Civil
25/11/18, 15:50 | LIBERTADORES - Boca Juniors pede suspensão do jogo e punição ao River Plate
25/11/18, 15:34 | ESPORTE - Conmebol adia final da Libertadores entre Boca Juniors e River Plate
25/11/18, 15:05 | CRIME - Polícia Federal liga Renan Calheiros a propina paga na Suíça
25/11/18, 14:31 | SAÚDE - Mães de bebês com microcefalia vivem novos desafios
25/11/18, 13:55 | ELEIÇÃO - Neta de Bernardo Dias é eleita vice-presidente da OAB em Parnaíba
24/11/18, 19:02 | ECONOMIA - Vendas de comércio eletrônico na Black Friday 2018 crescem 23%
24/11/18, 18:57 | POLÊMICA - Em petição a Fux, juízes querem manter vantagem do auxílio-moradia
24/11/18, 18:51 | PROGRAMAS - Presidente eleito diz que programas sociais passarão por auditoria
24/11/18, 18:48 | POLÊMICA - Bolsonaro cogita criação de campo de refugiados para venezuelanos
24/11/18, 18:00 | MUNDO - Paris vive dia de caos em novo protesto contra Macron
24/11/18, 14:29 | VIOLÊNCIA - Briga de vizinhos termina em morte em Teresina, diz polícia
24/11/18, 14:07 | SAÚDE PÚBLICA - Ministério inicia campanha nacional para estimular doação de sangue
24/11/18, 13:39 | GESTÃO PÚBLICA - Governadores eleitos vão participar de curso de gestão em Oxford
24/11/18, 12:45 | JUDICIÁRIO - Ministro libera voto e STF pode julgar descriminalização da maconha
24/11/18, 12:41 | REFORMAS - Sérgio Moro diz que vai propor um “Plano Real” contra a criminalidade
24/11/18, 12:14 | SAÚDE - Adiamento de cirurgia abre especulações sobre saúde de Jair Bolsonaro
24/11/18, 12:05 | CORRUPÇÃO - MP pede que Aécio devolva R$ 11,5 milhões gastos com voos particulares
24/11/18, 09:58 | JUSTIÇA - Barroso diz que corruptos serão perdoados, caso STF mantenha indulto
24/11/18, 09:55 | CRIME - Ministro: envolvimento de poderosos na morte de Marielle é certeza
« Anterior 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site