CBN - A rádio que toca notícia

DIREITOS HUMANOS

Campanha marca o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

A consequência é a falta de competência e qualificação necessárias para inserção no mercado de trabalho e, provavelmente, aposentadoria precoce devido às sequelas adquiridas, ligadas às atividades de risco

12/06/18, 16:33

 
H
oje (12), no Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) lança a campanha Não proteger a infância é condenar o futuro, uma parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O foco são as modalidades chamadas de "piores formas" de trabalho, como tarefas relacionadas à agricultura, atividades domésticas, tráfico de drogas, exploração sexual e trabalho informal urbano. Em razão dos riscos e prejuízos, o emprego de meninos e meninas nessas tarefas é proibido até os 18 anos.

Nas demais situações, o trabalho é permitido a partir dos 16 anos, sendo possível também a partir dos 14 anos caso ocorra na função de aprendiz.

De acordo com a assessora do fórum, Tânia Dornellas, mais de 2 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos trabalham no Brasil. “Qual o futuro que essas crianças vão ter? Uma criança que trabalha não tem a mesma concentração e energia que precisa para estudar. Só o fato de o Estado não garantir educação pública de qualidade para todos já é uma agressão. Quando aliado à iniciação precoce ao trabalho, você condena essas crianças”, afirmou.

A consequência é a falta de competência e qualificação necessárias para inserção no mercado de trabalho e, provavelmente, aposentadoria precoce devido às sequelas adquiridas, ligadas às atividades de risco.

Houve aumento, nos últimos anos, no número de crianças de 5 a 9 anos trabalhando na agricultura, uma das piores formas de trabalho infantil, segundo Tânia Dornellas. “Embora o número absoluto de trabalho infantil seja no meio urbano. Do ponto de vista relativo, nas áreas rurais há menor concentração, mas é onde elas mais trabalham”, disse.

A última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) mostra que, em 2015, havia 2,7 milhões de crianças e adolescentes trabalhando irregularmente. 

O objetivo da campanha é chamar a atenção de órgãos públicos, empresas, organizações civis e da sociedade em geral para o problema e fomentar ações que contribuam para o combate a prática, especialmente as de maior impacto para meninos e meninas. As ações da campanha ocorrem de forma descentralizada em vários locais do país.

Dados

Brasil não cumpriu o compromisso da Convenção 182,T da OIT, de erradicar todas as piores formas de trabalho infantil até 2016. O compromisso foi revisto e a meta agora é de erradicar todas as formas da prática até 2025, conforme preveem os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. “Dificilmente vamos atingir a meta”, disse a assessora. "O Estado precisa se voltar para um projeto político que privilegie a inclusão social e reforce a educação de qualidade."

“O que percebemos,nos últimos anos, com a crise política e econômica em que o país entrou, foi um impacto, em toda a sociedade, sobretudo nas famílias em vulnerabilidade social. E uma das causas para o trabalho infantil é a desigualdade social e a pobreza. Mas o que temos visto, com o próprio redirecionamento das políticas públicas, é um enfoque maior no resgate econômico do que na inclusão social”, afirmou.

De acordo com o Sistema Nacional de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde, foram registradas 236 mortes de meninos e meninas em atividades perigosas entre 2007 e 2017. O sistema recebeu, no mesmo período, notificações de 40 mil acidentes de pessoas de 5 a 17 anos. Deste total, mais de 24 mil foram graves, resultando em fraturas ou membros amputados.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
27/07/18, 11:54 | VIOLÊNCIA - Polícia de Luzilândia prende casal assassino que foi ao velório da vítima
27/07/18, 11:22 | POLÊMICA - Em pareceres, Ministério Público dá opiniões divergentes sobre os mesmos temas
27/07/18, 11:17 | SEM PROVAS - Sentença contra Lula será estudada como exemplo de má justiça
27/07/18, 11:06 | MOVIMENTO - Festival Lula Livre reúne no Rio gerações e estilos musicais em defesa da democracia
27/07/18, 11:01 | HOMENAGEM - MF Porta-Retratos personalizados traz opções de presentes diferenciados para o Dia dos Pais
27/07/18, 10:55 | JUSTIÇA - Petrobras recorre ao STF para suspender ação trabalhista de R$ 17 bilhões
26/07/18, 20:28 | PROBIDADE - TCU absolve cinco ministros dos governos do PT de irregularidades no Fies
26/07/18, 19:59 | INVESTIGAÇÃO - Cármen Lúcia nega pedido de deputado para suspender instauração de CPI
26/07/18, 19:45 | DESCASO - Falta de recursos causa demissão em massa de funcionários no Parque Nacional Serra da Capivara
26/07/18, 19:37 | ECONOMIA - Em alguns estados, preço do gás de cozinha supera 50% da renda dos mais pobres
26/07/18, 19:34 | CONSEQUÊNCIAS - Privatização da Cepisa deve causar demissões e precarização dos serviços
26/07/18, 19:31 | ELEIÇÕES 2018 - TSE recebe lista de agentes públicos que tiveram contas rejeitadas
26/07/18, 15:32 | PRIVATIZAÇÃO - Servidores questionam participação de apenas uma empresa no leilão da Cepisa
26/07/18, 14:44 | ECONOMIA - Mais pobres pagam pela política de preços da Petrobras, mostra Dieese
26/07/18, 14:41 | DESCASO - Na Holanda, médicos brasileiros denunciam cortes de Temer na saúde
26/07/18, 14:01 | HISTÓRIA - Uma das maiores livrarias de Roma expõe livro de Lula ao lado do livro de Mandela
26/07/18, 13:56 | ELEIÇÕES - Pesquisa CUT/Vox Populi: Com 41%, Lula segue disparado e seria eleito no primeiro turno
26/07/18, 13:13 | POLÊMICA - Procurador que defende MBL contra Facebook é ativista anti-esquerda nas redes
26/07/18, 12:08 | POLÍTICA - “Centrão” não quer nome indicado por DEM para ser vice de Alckmin
26/07/18, 12:01 | BENEFÍCIO - Trabalhadores já podem sacar abono do PIS/Pasep de 2017
26/07/18, 11:58 | SETOR ELÉTRICO - Equatorial Energia vence leilão e Cepisa é privatizada
25/07/18, 21:39 | PRIVATIZAÇÃO - Ministro Dias Toffoli nega pedido para suspender leilão da Cepisa
25/07/18, 17:02 | MOVIMENTO - Mulheres negras se mobilizam para ampliar presença na política
25/07/18, 16:41 | MENTIRA DIGITAL - Facebook exclui 196 páginas e 87 contas ligadas ao MBL por divulgação de fake news
25/07/18, 16:08 | ARTIGO - Chegou a hora! É agora ou nunca!
25/07/18, 14:44 | ARTIGO - Decadência e Prescrição no Direito Tributário Nacional
25/07/18, 14:23 | MOVIMENTO - Trabalhadores fazem paralisação de 48 horas contra privatização da Eletrobras-PI
25/07/18, 14:18 | ESPORTE - 'Injustiça', diz cronista esportivo sobre ausência de Neymar na lista de melhores do mundo
25/07/18, 14:10 | BELEZA - Modelo russa com curvas de Kim Kardashian enlouquece internautas
25/07/18, 14:03 | MUNDO - Cientistas italianos descobrem lago de água líquida e salgada em Marte
« Anterior 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site