CBN - A rádio que toca notícia

CRIME

Justiça anula testamento de ganhador da Mega-Sena assassinado

O ex-lavrador Renne Senna ganhou R$ 52 milhões na Mega-Sena em julho de 2005

08/02/18, 17:23

A

17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro aceitou o recurso dos familiares de Renne Sena, milionário ganhador da Mega-Sena assassinado em Rio Bonito, interior do estado, em 2007, e anulou o testamento em que eram beneficiárias a viúva Adriana Almeida, condenada pelo crime, e a filha dele, Renata Senna.

Segundo o desembargador Elton Leme, relator do processo, o testamento, feito em 2006, é nulo porque favorecia a viúva, que não estava legitimada a receber a herança em razão de ter sido condenada criminalmente pela morte dolosa de Renne.

Marcos Pizarro Ourivio, inventariante nomeado por Renne, também réu no processo, tinha interesse na celebração do ato, uma vez que era sócio-gerente da empresa que administrava os bens de Renne. Além disso, as testemunhas levadas por ele eram funcionários dessa mesma empresa.

Lavrador

O ex-lavrador Renne Senna ganhou R$ 52 milhões na Mega-Sena em julho de 2005 e foi assassinado quase dois anos depois, com quatro tiros, quando conversava com amigos na porta de um bar em Rio Bonito, onde morava. A viúva, Adriana Almeida, 25 anos mais jovem que Sena, foi apontada pela polícia como a mandante do crime, supostamente motivada pela herança.

O caso foi encerrado em dezembro de 2016, quando Adriana Almeida foi condenada a 20 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado. Adriana era cabeleireira na cidade e foi levada por uma irmã da vítima a passar o Natal na casa do milionário, que ele tinha adquirido num condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. Durante a festa de final de ano, Adriana se aproximou de Renne e começou a namorá-lo. Humilde, ele decidiu voltar para Rio Bonito, onde nascera, e, meses depois, casou com Adriana, que começou a mandar em tudo, afastando Renne de seus irmãos e parentes e até da filha, que Renee tinha de um relacionamento anterior.

O ex-lavrador era diabético e teve de amputar as duas pernas, em consequência da doença. Ele andava em um quadriciclo pela cidade e tinha o hábito de nos finais de semana ir a um bar conversar e tomar cerveja com amigos, quando foi assassinado. Os matadores estavam em uma moto e fizeram diversos disparos contra Renne, que morreu na hora.

Fonte: JLAgência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
09/09/18, 15:24 | HISTÓRIA - Ustra: “Herói” de Bolsonaro e Mourão torturava mulheres grávidas
09/09/18, 15:10 | LIVRO - Maria Bonita só surgiu após a morte da cangaceira, diz biógrafa
09/09/18, 14:46 | INTERNACIONAL - Tiroteio em McDonald’s no Alabama deixa um morto e quatro feridos
09/09/18, 14:28 | ELEIÇÕES 2018 - Não é na bala, nem na faca, diz novo programa de Alckmin
09/09/18, 10:51 | ARTIGO - CASO BOLSONARO - O crime e a Lei de Segurança Nacional
08/09/18, 21:02 | POLÍTICA - Revista Veja aponta Bolsonaro como um dos responsáveis pelo atentado que sofreu
08/09/18, 20:32 | INCÊNDIO - Tragédia deve servir para fortalecer museus, afirma especialista
08/09/18, 20:29 | ATENTADO - Moradores da pensão de Adélio dizem que ele era estranho e calado
08/09/18, 19:53 | ELEIÇÕES 2018 - Cada candidato à Presidência terá 25 policiais para sua segurança
08/09/18, 15:08 | POLÍTICA - Bolsonaro faz gesto de arma de fogo com as mãos mesmo esfaqueado
08/09/18, 14:28 | ECONOMIA - Vitória é a capital com mais famílias com dívidas em atraso
08/09/18, 14:24 | ELEIÇÕES 2018 - Cerca de 88 mil eleitores se registraram para votar em trânsito
08/09/18, 10:46 | POLÍTICA - Globo em campanha aberta por Bolsonaro; Adeus, Alckmin!
08/09/18, 10:16 | ESPORTE - Brasil inicia novo ciclo para Copa com vitória e gol de Neymar
08/09/18, 10:09 | PESQUISA - XP POLÍTICA: Alckmin é quem mais perde com o ataque a Bolsonaro
08/09/18, 09:15 | MERCADO - US$ 655 milhões de arrecadação: conheça o fenômeno mundial dos e-Sports
08/09/18, 09:09 | ELEIÇÕES 2018 - Campanha de Bolsonaro adotará tom mais moderado, diz vice Mourão
08/09/18, 09:01 | PESQUISA - XP Investimentos: Bolsonaro lidera seguido por Haddad; Ciro, Alckmin e Marina empatados
08/09/18, 08:55 | EDUCAÇÃO - Melhorar formação e salários de professores será desafio de presidente
08/09/18, 08:29 | ELEIÇÕES 2018 - Substituição de Lula será feita entre 2ª e 3ª com carta do ex-presidente ungindo Haddad candidato
07/09/18, 20:44 | DIA DA PÁTRIA - Filho de Temer faz gesto imitando arma durante desfile de 7 de setembro
07/09/18, 20:18 | PROGRAMA ELEITORAL - Após atentado, Alckmin retira propagandas no rádio que atacam Bolsonaro
07/09/18, 20:16 | ATENTADO - Defesa diz que Adélio agiu sozinho e motivado por 'discurso de ódio' de Bolsonaro
07/09/18, 20:01 | ATENTADO - Caso Bolsonaro: Não foi crime político, diz a Polícia Federal
07/09/18, 19:39 | FAKE NEWS - Caso Bolsonaro: Senador e picaretas usam foto falsa para prejudicar Lula e o PT
07/09/18, 19:35 | HISTÓRIA - Grito dos Excluídos pede redução da desigualdade
07/09/18, 19:32 | INCÊNDIO - Quinta da Boa Vista recebe turistas e manifestação pelo Museu Nacional
07/09/18, 11:54 | EDUCAÇÃO - Novo presidente terá de garantir mais vagas no ensino superior
07/09/18, 11:47 | DIADA PÁTRIA - Cerca de 30 mil pessoas acompanham o desfile na Esplanada
07/09/18, 11:27 | ATENTADO - Bolsonaro usará bolsa de colostomia por até três meses, diz médica
« Anterior 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 | 361 - 390 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site