CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO

Gilmar Mendes: “Em um momento houve canonização da Lava Jato”

“Qualquer decisão contra a ação do Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”, criticou o ministro do STF

07/07/18, 12:35

D

urante passagem por Londres, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu suas decisões em que revogou prisões ordenadas por juízes de primeira instância da Lava Jato. Além disso, declarou que houve um momento de “canonização” da operação no País, em que qualquer questionamento a ela era considerado “antirrepublicano”, disse, em entrevista à Célia Froufe, do Estado de São Paulo.

O ministro destacou, ainda, que a lei de abuso de autoridade é uma das coisas nas quais o Brasil precisa “pensar” para os próximos anos. “Em um momento houve a canonização da Lava Jato. Então, qualquer decisão contra a ação do (juiz Sergio) Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”.

Gilmar está na capital inglesa para participar de um seminário na Universidade de Londres e no qual falou sobre os 30 anos da Constituição brasileira. “A Lava Jato começou a pensar que era uma entidade, quis legislar, mudar habeas corpus e outras coisas. Depois se viu que eles eram suscetíveis a problemas sérios e que a corrupção estava ali perto, como o caso (do ex-procurador Marcello) Miller”, afirmou Gilmar, em referência ao ex-procurador da República que, na semana passada, se tornou réu por supostamente atuar como advogado do Grupo J&F quando ainda integrava o Ministério Público Federal.

O ministro também criticou procedimentos adotados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal não só na Lava Jato como também na Carne Fraca e Satiagraha – operações em que foi questionado por ter revogado decisões expedidas pela primeira instância. Sobre isso, Gilmar disse estar “muito tranquilo”. “Nunca houve uma decisão minha que não fosse confirmada pela turma ou pelo pleno”.

O magistrado defendeu a reformulação da lei que trata de abuso de autoridade no País. Neste caso, fez referência ao trabalho do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, responsável pela negociação e assinatura de acordos de delação premiada de ex-executivos do Grupo J&F, material que fundamentou duas denúncias contra Michel Temer.

“O doutor Janot, de fato, queria derrubar o presidente para isso? Então foi a primeira tentativa de golpe que se fez em 30 anos vinda não de militares”, disse Gilmar. “Não estou falando que não é para investigar, não. Agora, faça direito”, afirmou. “Isso é também uma coisa na qual precisamos pensar para os próximos 30 anos: lei de abuso de autoridade, responsabilidade”, afirmou.
 
 
Fonte: JL/Revista Fórum
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
09/11/18, 18:33 | EDUCAÇÃO - Mesmo quem teve 1ª fase do Enem cancelada deve fazer provas no domingo
09/11/18, 12:43 | JUDICIÁRIO - Justiça renova acordo para preservar crianças vítimas de violência
09/11/18, 12:39 | LEGISLAÇÃO - Câmara avança em proposta que tipifica crime de espancamento
09/11/18, 12:35 | REFORMAS - Bolsonaro nega criar alíquota de 22% para a Previdência
09/11/18, 11:58 | CRIME ORGANIZADO - Por que o PCC está em alerta depois da eleição de Bolsonaro
09/11/18, 11:51 | CORRUPÇÃO & PROPINA - PGR: Propina da Odebrecht a Jucá e Renan saiu de paraísos fiscais
09/11/18, 11:45 | INVESTIGAÇÃO - Ex-procurador-geral de Justiça do Rio é preso por propina
09/11/18, 11:18 | TRANSIÇÃO - Moro quer uso de parlatórios e regras mais duras no combate a facções
09/11/18, 11:13 | ECONOMIA - Aneel: conta de luz pode ter bandeira amarela ou até verde em dezembro
09/11/18, 11:11 | CORRUPÇÃO & PROPINA - PF cumpre mandados contra vice-governador de Minas e 3 empresários
09/11/18, 11:07 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Operação Capitu: Joesley Batista, da JBS, é preso novamente
08/11/18, 23:38 | PROMISCUIDADE - Temer convidou para jantar ministros que vão julgá-lo por corrupção e propina quando deixar a presidência
08/11/18, 21:32 | JUDICIÁRIO - Em evento com magistrados negros, Toffoli defende cotas raciais
08/11/18, 21:28 | ECONOMIA - Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC
08/11/18, 21:23 | REFORMA - Servidores dão abraço simbólico no prédio do Ministério do Trabalho
08/11/18, 17:33 | CRISE - Bolsonaro garante que intervenção no Rio vai até dezembro, diz Witzel
08/11/18, 17:29 | TRANSIÇÃO - Moro quer plano anticrime simples para rápida aprovação no Congresso
08/11/18, 17:15 | CRIMES - MPF e PF fazem operação e prendem mais sete deputados estaduais no Rio
08/11/18, 14:15 | ECONOMIA - Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
08/11/18, 14:07 | ECONOMIA - Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
08/11/18, 13:20 | INVESTIGAÇÃO - Hackers invadiram sistema da Justiça Eleitoral antes do 2º turno; TSE investiga
08/11/18, 13:10 | POLÍTICA - 'Ciro é um ser humano que vale a pena', diz Lula
08/11/18, 12:57 | PROPINA & CORRUPÇÃO - PF cumpre ordens de prisão contra deputados do Rio em desdobramento da Lava Jato
08/11/18, 12:52 | REFORMAS - Com fim do Ministério do Trabalho, funcionário vai virar refém do patrão
08/11/18, 12:48 | JUDICIÁRIO - 'Agora poderemos enfrentar auxílio-moradia', diz Toffoli após reajuste
08/11/18, 12:43 | CRIMES - Cresce número de blogueiros assassinados no país, aponta relatório
08/11/18, 12:21 | CRIME - Testemunha: Daniel foi convidado a fazer sexo com esposa de suspeito
08/11/18, 09:31 | CRIME - PF cumpre 9 mandados de busca ligados a inquérito que investiga Jucá
07/11/18, 19:07 | POLÍTICA - Presidente eleito vai se reunir com governadores no dia 14
07/11/18, 19:03 | POLÍTICA - Deputada é confirmada primeira mulher no ministério de Bolsonaro
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site