CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO

Gilmar Mendes: “Em um momento houve canonização da Lava Jato”

“Qualquer decisão contra a ação do Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”, criticou o ministro do STF

07/07/18, 12:35

D

urante passagem por Londres, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu suas decisões em que revogou prisões ordenadas por juízes de primeira instância da Lava Jato. Além disso, declarou que houve um momento de “canonização” da operação no País, em que qualquer questionamento a ela era considerado “antirrepublicano”, disse, em entrevista à Célia Froufe, do Estado de São Paulo.

O ministro destacou, ainda, que a lei de abuso de autoridade é uma das coisas nas quais o Brasil precisa “pensar” para os próximos anos. “Em um momento houve a canonização da Lava Jato. Então, qualquer decisão contra a ação do (juiz Sergio) Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”.

Gilmar está na capital inglesa para participar de um seminário na Universidade de Londres e no qual falou sobre os 30 anos da Constituição brasileira. “A Lava Jato começou a pensar que era uma entidade, quis legislar, mudar habeas corpus e outras coisas. Depois se viu que eles eram suscetíveis a problemas sérios e que a corrupção estava ali perto, como o caso (do ex-procurador Marcello) Miller”, afirmou Gilmar, em referência ao ex-procurador da República que, na semana passada, se tornou réu por supostamente atuar como advogado do Grupo J&F quando ainda integrava o Ministério Público Federal.

O ministro também criticou procedimentos adotados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal não só na Lava Jato como também na Carne Fraca e Satiagraha – operações em que foi questionado por ter revogado decisões expedidas pela primeira instância. Sobre isso, Gilmar disse estar “muito tranquilo”. “Nunca houve uma decisão minha que não fosse confirmada pela turma ou pelo pleno”.

O magistrado defendeu a reformulação da lei que trata de abuso de autoridade no País. Neste caso, fez referência ao trabalho do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, responsável pela negociação e assinatura de acordos de delação premiada de ex-executivos do Grupo J&F, material que fundamentou duas denúncias contra Michel Temer.

“O doutor Janot, de fato, queria derrubar o presidente para isso? Então foi a primeira tentativa de golpe que se fez em 30 anos vinda não de militares”, disse Gilmar. “Não estou falando que não é para investigar, não. Agora, faça direito”, afirmou. “Isso é também uma coisa na qual precisamos pensar para os próximos 30 anos: lei de abuso de autoridade, responsabilidade”, afirmou.
 
 
Fonte: JL/Revista Fórum
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
05/07/18, 13:42 | DADOS - IBGE: apenas 39,7% dos municípios tinham plano de habitação em 2017
05/07/18, 13:40 | POLÍTICA - Mulheres são prefeitas em 11,9% das cidades brasileiras
05/07/18, 13:32 | COPA DO MUNDO - Tite confirma retorno de Marcelo e comenta disputa entre Firmino e Jesus
05/07/18, 13:29 | INVESTIGAÇÃO - Ministro do Trabalho presta depoimento à Polícia Federal
05/07/18, 12:49 | EDUCAÇÃO - Teresina tem professor finalista no Prêmio Educador Nota 10
04/07/18, 14:36 | POLÍTICA - Orçamento de 2019 exclui reajuste salarial para servidores
04/07/18, 14:34 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Justiça bloqueia R$ 1,2 bilhão de envolvidos em fraudes na saúde
04/07/18, 14:30 | TRANSPARÊNCIA - Desigualdade social contribui para o círculo vicioso da corrupção
04/07/18, 13:58 | COPA DO MUNDO - Imprensa estrangeira repercute 'jeitão' de Tite em entrevistas
04/07/18, 13:56 | SELEÇÃO - Marcelo treina e deve retornar à seleção contra a Bélgica
04/07/18, 13:52 | ESPORTE - Apenas 17% dos russos acreditam que seleção vencerá a Copa
04/07/18, 13:21 | CORRUPÇÃO - MP investiga relação de Aécio com negócios de grupo de comunicação
04/07/18, 12:37 | EDUCAÇÃO - Professores protestam contra reajuste de 2,95% e pedem reunião com o Governo
04/07/18, 12:23 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Comissão a empresário alvo da Lava Jato chegava a 40%, diz MPF
04/07/18, 12:16 | LEGISLAÇÃO - Câmara aprova projeto que impede ministro do STF de suspender lei por decisão individual
04/07/18, 11:37 | CORRUPÇÃO - Lava Jato no Rio deflagra Operação Ressonância contra fraudes na Saúde
04/07/18, 10:49 | MUNDO - Mulher de 92 anos mata filho após recusar ir para um asilo
03/07/18, 19:28 | INFRAESTRUTURA - Ministro libera mais de R$ 124 milhões para Teresina investir em habitação e mobilidade
03/07/18, 18:04 | FUTEBOL - Pela primeira vez, Inglaterra vence nos pênaltis em uma Copa
03/07/18, 16:33 | COPA DO MUNDO - Suécia vence Suíça e avança para as quartas de final
03/07/18, 15:08 | ARTIGO - É possível o julgamento de demandas eleitorais repetitivas
03/07/18, 14:43 | ARTIGO - Pena de Morte versus Direito à Vida
03/07/18, 14:25 | TRANSPORTE - Alunos protestam por colegas que não podem ir à aula no PI
03/07/18, 14:20 | CRIME - Eike Batista é condenado a 30 anos por corrupção e lavagem
03/07/18, 14:17 | SAÚDE PÚBLICA - Manaus decreta situação de emergência diante de surto de sarampo
03/07/18, 11:05 | CORRUPÇÃO & PROPINA - TCU pede para Supremo Tribunal regular uso de delações
03/07/18, 10:59 | ECONOMIA - 46% dos usuários do cheque especial recorrem ao limite todos os meses
03/07/18, 10:37 | COPA DO MUNDO - ‘Não sei como pará-lo’, diz jogador belga sobre Neymar
03/07/18, 10:30 | COPA DO MUNDO - Brasil chega às quartas com equilíbrio defensivo e um ataque fatal
03/07/18, 10:09 | COPA DO MUNDO - Três europeus e Colômbia definem últimas vagas para as quartas
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site