CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO

Gilmar Mendes: “Em um momento houve canonização da Lava Jato”

“Qualquer decisão contra a ação do Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”, criticou o ministro do STF

07/07/18, 12:35

D

urante passagem por Londres, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu suas decisões em que revogou prisões ordenadas por juízes de primeira instância da Lava Jato. Além disso, declarou que houve um momento de “canonização” da operação no País, em que qualquer questionamento a ela era considerado “antirrepublicano”, disse, em entrevista à Célia Froufe, do Estado de São Paulo.

O ministro destacou, ainda, que a lei de abuso de autoridade é uma das coisas nas quais o Brasil precisa “pensar” para os próximos anos. “Em um momento houve a canonização da Lava Jato. Então, qualquer decisão contra a ação do (juiz Sergio) Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’, o que é uma bobagem”.

Gilmar está na capital inglesa para participar de um seminário na Universidade de Londres e no qual falou sobre os 30 anos da Constituição brasileira. “A Lava Jato começou a pensar que era uma entidade, quis legislar, mudar habeas corpus e outras coisas. Depois se viu que eles eram suscetíveis a problemas sérios e que a corrupção estava ali perto, como o caso (do ex-procurador Marcello) Miller”, afirmou Gilmar, em referência ao ex-procurador da República que, na semana passada, se tornou réu por supostamente atuar como advogado do Grupo J&F quando ainda integrava o Ministério Público Federal.

O ministro também criticou procedimentos adotados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal não só na Lava Jato como também na Carne Fraca e Satiagraha – operações em que foi questionado por ter revogado decisões expedidas pela primeira instância. Sobre isso, Gilmar disse estar “muito tranquilo”. “Nunca houve uma decisão minha que não fosse confirmada pela turma ou pelo pleno”.

O magistrado defendeu a reformulação da lei que trata de abuso de autoridade no País. Neste caso, fez referência ao trabalho do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, responsável pela negociação e assinatura de acordos de delação premiada de ex-executivos do Grupo J&F, material que fundamentou duas denúncias contra Michel Temer.

“O doutor Janot, de fato, queria derrubar o presidente para isso? Então foi a primeira tentativa de golpe que se fez em 30 anos vinda não de militares”, disse Gilmar. “Não estou falando que não é para investigar, não. Agora, faça direito”, afirmou. “Isso é também uma coisa na qual precisamos pensar para os próximos 30 anos: lei de abuso de autoridade, responsabilidade”, afirmou.
 
 
Fonte: JL/Revista Fórum
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
02/02/19, 16:16 | CRIMINALIDADE - Rio de Janeiro tem sexto policial militar morto em 2019
02/02/19, 15:46 | INTERNACIONAL - Principais cidades da Venezuela têm manifestações contra Maduro
02/02/19, 15:22 | OPINIÃO - O gabinete de Toffoli é uma farmácia que só atende alguns pacientes
02/02/19, 14:58 | POLÍTICA - Onyx Lorenzoni x Paulo Gudes: Disputa no Senado revela racha no núcleo duro do governo Bolsonaro
02/02/19, 13:55 | ABUSOS SEXUAIS - Filho de João de Deus é preso por coação e corrupção a testemunha
02/02/19, 13:49 | INVESTIGAÇÃO - Raquel Dodge cria força-tarefa para investigar rompimento de barragem
02/02/19, 13:46 | TRAGÉDIA - Em Brumadinho, um ritual de dor e angústia se repete entre as famílias
02/02/19, 10:19 | SERVIÇO - Agespisa conclui serviço em Luzilândia e abastecimento é retomado
02/02/19, 10:15 | PREMIAÇÃO - Banco de Alimentos da Nova Ceasa recebe Prêmio Piauí Inclusão Social
02/02/19, 10:02 | DISCURSO - Em posse de deputados, governador pede união e diálogo pelo Piauí
02/02/19, 09:23 | INFRAESTRUTURA - Autoridades vão fiscalizar 3,3 mil barragens com risco neste ano
02/02/19, 09:20 | TRAGÉDIA - Brumadinho: famílias recebem doações de alimentos, água e roupas
02/02/19, 09:17 | POLÍTICA - Dias Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado
02/02/19, 09:12 | POLÍTICA - Rodrigo Maia é reeleito presidente da Câmara dos Deputados
01/02/19, 13:44 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Presidente do STJ manda soltar tucano Beto Richa, ex-governador do Paraná
01/02/19, 13:39 | CELEBRAÇÃO - Agentes fazem cerimônia em homenagem às vítimas da barragem da Vale
01/02/19, 13:33 | JUDICIÁRIO - Mourão diz que Supremo saberá tomar decisões que o país precisa
01/02/19, 13:29 | POLÍTICA - Toffoli defende pacto entre os poderes para aprovação de reformas
01/02/19, 11:48 | PARLAMENTO - Dos 70 deputados eleitos do Rio, seis estão presos e devem adiar posse
01/02/19, 11:44 | INTERNACIONAL - China dá início a celebrações de novo ano; porco vai reger o período
01/02/19, 11:40 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Ministro do STF nega pedido de Flávio Bolsonaro e quebra sigilo
31/01/19, 15:58 | REFORMAS - Reforma incluirá militares: 'Ninguém vai ficar de fora', diz secretário
31/01/19, 15:44 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Nova fase da Lava Jato investiga propina a políticos do MDB
31/01/19, 15:38 | MINISTÉRIO PÚBLICO - “Não é possível não sentir essa dor”, diz procuradora Raquel Dodge
31/01/19, 14:27 | TRAGÉDIA - Arcebispo de Belo Horizonte celebra missa de sétimo dia em Brumadinho
31/01/19, 14:24 | ENSINO - Educação em casa não substitui a escola, diz secretário do MEC
31/01/19, 14:22 | PUNIÇÃO - Justiça do Trabalho bloqueia mais R$ 800 milhões da Vale
31/01/19, 14:08 | VALE - Militares israelenses deixam tragédia de Brumadinho hoje
31/01/19, 13:51 | EDUCAÇÃO - Uma em cada 3 disciplinas é dada por professor sem formação específica
31/01/19, 13:48 | EDUCAÇÃO - Cresce o número de estudantes com necessidades especiais
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site