CBN - A rádio que toca notícia

LAVA JATO

Sérgio Moro proíbe órgãos de controle de usar provas contra delatores

Com base na Lava Jato, o TCU bloqueou R$ 508 milhões em bens da Andrade Gutierrez para garantir o ressarcimento de danos causados na construção da usina nuclear de Angra 3

13/06/18, 14:46

O

juiz Sergio Moro proibiu o uso de provas obtidas pela Operação Lava Jato contra delatores e empresas que reconheceram crimes e passaram a colaborar com os procuradores à frente das investigações.

De acordo com a Folha de S.Paulo, a decisão de Moro atrapalha a atuação de órgãos de controle e do governo federal como a AGU (Advocacia Geral da União), a CGU (Controladoria Geral da União), o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), o Banco Central, a Receita Federal e o TCU (Tribunal de Contas da União).

Segundo a Folha, no despacho, que é sigiloso, o juiz altera nove decisões anteriores em que autorizara o compartilhamento de provas da Lava Jato com esses órgãos, que têm a atribuição de buscar reparação de danos causados aos cofres públicos e aplicar multas e outras penalidades de caráter administrativo.

Além de vedar o uso das informações da Lava Jato em ações contra colaboradores, Moro submete à sua autorização o prosseguimento de medidas que já tenham sido tomadas contra eles e que tenham entre os seus fundamentos documentos enviados pelos procuradores.

A decisão atendeu a um pedido do Ministério Público Federal e, na prática, blinda delatores e empresas contra o cerco dos outros órgãos de controle. Os procuradores alegam que a medida é necessária para evitar que a insegurança jurídica criada pela falta de coordenação entre os vários órgãos de controle desestimule novos colaboradores, prejudicando o combate à corrupção.

“A AGU, que defende o governo federal nos tribunais, cobra das empreiteiras mais de R$ 40 bilhões por danos em contratos com a Petrobras. Colaboradores que confessaram o recebimento de propina foram autuados pela Receita Federal, que tem cobrado imposto sobre os ganhos ilícitos”, diz a reportagem.

Com base na Lava Jato, o TCU bloqueou R$ 508 milhões em bens da Andrade Gutierrez para garantir o ressarcimento de danos causados na construção da usina nuclear de Angra 3.

Mas, como os acordos fechados com o Ministério Público só garantem imunidade na área criminal, a Andrade Gutierrez, a Camargo Corrêa e a Odebrecht negociam desde o ano passado acordos de leniência com a AGU e a CGU, que ainda não foram assinados e terão que ser submetidos ao TCU.

Fonte: JL/Congresso em Foco
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
06/01/19, 13:44 | VIOLÊNCIA - Ceará registra oito ataques após chegada da Força Nacional no estado
06/01/19, 13:41 | POLÍTICA - Preocupado, Lula diz que Bolsonaro foi eleito para 'destruir' o PT
05/01/19, 22:08 | COMPROMISSO - Empregados cobram promessa de Bolsonaro de não vender Eletrobras
05/01/19, 20:33 | VIOLÊNCIA - Goverandor do CE descarta recuo após quase 90 ataques: 'Serei duro'
05/01/19, 20:29 | POLÍTICA - Filho de Bolsonaro orienta professores a evitarem temas como o feminismo
05/01/19, 20:23 | VIOLÊNCIA - Criminosos queimam caminhão com 2 mil frangos vivos no Ceará
05/01/19, 19:42 | ARTIGO JURÍDICO - Abuso de Direito e Ato Ilícito
05/01/19, 19:37 | EDUCAÇÃO - Indicado por Bolsonaro para o ENEM chama professores de 'desqualificados e manipuladores'
05/01/19, 19:17 | REFORMA - Sérgio Moro estuda criar programa ‘Cadeia Para o Mais Pobre’
05/01/19, 19:10 | NOVO GOVERNO - Metade do ministério de Bolsonaro vem de família de políticos ou militares
05/01/19, 19:05 | PESQUISA - DataFolha: maioria da população é contra privatizações e reforma trabalhista
05/01/19, 18:57 | VIOLÊNCIA - Polícia já prendeu 86 suspeitos de ataques criminosos no Ceará
05/01/19, 18:54 | ECONOMIA - Ministro diz que redução do IR será possível após equilíbrio fiscal
04/01/19, 21:13 | POLÊMICA - Após criticar fala de ministra, Huck diz torcer pelo governo Bolsonaro
04/01/19, 21:03 | MARCA - Bolsonaro escolhe como slogan do governo a expressão ‘Pátria Amada, Brasil’
04/01/19, 20:44 | DECISÃO - Suspensos auxílios saúde e moradia do Ministério Público em todo o país
04/01/19, 20:24 | POLÊMICA - Governo não vai aumentar impostos, afirma ministro
04/01/19, 20:20 | SAÚDE - Lei fixa data da Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência
04/01/19, 20:16 | EDUCAÇÃO - Bolsonaro sanciona lei que permite faltar à aula por motivo religioso
04/01/19, 18:27 | ECONOMIA - Secretário da Receita Federal contradiz Bolsonaro sobre mudanças no IOF e IR
04/01/19, 15:19 | DESCARGA ELÉTRICA - Estudante morre ao ser atingido por raio enquanto jogava futebol em Luzilândia
04/01/19, 15:12 | POLÍTICA - Bolsonaro diz que não vai declarar guerra a governadores de oposição
04/01/19, 14:24 | SEGURANÇA - Moro autoriza envio da Força Nacional ao Ceará
04/01/19, 14:19 | CRIME - Filho do presidente da Câmara do Rio se entrega à polícia
04/01/19, 14:17 | DECISÃO - Juíza diz não ver necessidade de transferir João de Deus para hospital
04/01/19, 14:12 | ECONOMIA - Bolsonaro prorroga incentivos para empresas no Nordeste e Amazônia
03/01/19, 17:22 | COMUNICAÇÃO - Processo de bloqueio de celulares irregulares começa no dia 7
03/01/19, 16:52 | INVESTIMENTOS - Governador do Piauí discute novos avanços para Educação do Estado
03/01/19, 16:44 | EDUCAÇÃO - Seduc manterá matrículas online enquanto houver vagas na rede escolar do Piauí
03/01/19, 16:42 | SAÚDE - SUS vai oferecer remédio para tratar doença rara
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site