CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Relator de investigação sobre Temer no STF intima Segovia a explicar declarações

Para Luís Roberto Barroso, comentários sobre inquérito podem caracterizar infração penal. À Reuters, diretor da PF disse que tendência é recomendar arquivamento de inquérito contra Temer

10/02/18, 15:58

O

ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), intimou o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, a explicar declarações dadas em entrevista sobre investigação sobre o presidente Michel Temer.

Em entrevista à agência Reuters, Segovia disse que a tendência na PF é recomendar o arquivamento da investigação, na qual Temer é suspeito de beneficiar a empresa Rodrimar em um decreto que renovou concessões no Porto de Santos.

Entenda
 
À TV Globo, Segovia disse, por telefone, que vai comparecer ao gabinete do minstro Barroso, levando a transcrição da entrevista à Reuters, e vai dizer que suas declarações foram mal interpretadas pela imprensa.

Ele disse que não tem, nem teve, a intenção de interferir na investigação ou no trabalho do delegado. Em carta a servidores da PF, Segovia negou ter dito que o inquérito será arquivado e disse que a equipe responsável pelo caso tem "toda a autonomia e isenção".

Para Barroso, no entanto, a conduta de Segovia na entrevista “é manifestamente imprópria e pode, em tese, caracterizar infração administrativa e até mesmo penal”.

O ministro entendeu que na entrevista o diretor da PF ameaçou o delegado responsável pelo caso, “que deve ter autonomia para desenvolver o seu trabalho com isenção e livre de pressões”.

Considerou também que a investigação ainda tem diversas diligências pendentes, “razão pela qual não devem ser objeto de comentários públicos” e que, como relator do caso, ainda não recebeu relatório final” do delegado Cleyber Malta Lopes nem parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), que conduz a investigação.

Barroso determinou, na intimação, que, além de prestar esclarecimentos, Segovia deverá se abster de novas manifestações sobre o caso.

Delegados reagem

Delegados do grupo de inquéritos da Lava Jato reagiram à fala de Segovia. Em troca de mensagens em grupo de whatsapp, investigadores disseram que as declarações de Segovia são manifestação pessoal e de responsabilidade dele.

A mensagem diz, ainda, que ninguém da equipe de investigação foi consultado ou referendou essa manifestação.

"Ninguém da equipe de investigação foi consultado ou referenda essa manifestação, inclusive pelo fato de que em três de anos de Lava Jato no STF nunca houve uma antecipação ou presunção de resultado de investigação pela imprensa", diz a mensagem.

Fonte: JL/G1
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
01/12/18, 22:38 | INTERNACIONAL - Putin, Macron, Merkel e Gorbachev lamentam morte de Bush
01/12/18, 22:36 | POLÍTICA - “Eu sou réu no Supremo Tribunal Federal, e daí?”, diz Bolsonaro sobre investigação contra Paulo Guedes
01/12/18, 22:18 | PROTESTOS - Em passeata, estudantes e professores pedem por mais segurança em Teresina
01/12/18, 22:14 | MUNDO - Protestos deste sábado na França têm menos gente e mais violência
01/12/18, 22:07 | FRAUDE - Bolsonaro tem acordo com Moro para afastar alvos de denúncias robustas
01/12/18, 15:02 | POLÍTICA - Deputada mais votada da Câmara diz ter recebido “cesta com cabeça de porco”
01/12/18, 14:54 | FORMAÇÃO - Profissionalizar Teresina qualificou mais de 2 mil trabalhadores
01/12/18, 14:49 | SAÚDE - Centro especializado faz mais de 7 mil atendimentos a diabéticos em 2018
01/12/18, 14:35 | FRAUDE - PF abre inquérito para investigar ministro de Bolsonaro
01/12/18, 14:24 | SAÚDE - OMS: 37 milhões de pessoas vivem com HIV em todo o mundo
30/11/18, 18:34 | ECONOMIA - Pesquisa diz que 40% dos micro e pequenos empresários querem investir
30/11/18, 18:31 | ECONOMIA - Economistas defendem inserção de idosos no mercado de trabalho
30/11/18, 18:26 | ARTIGO - Reforma Tributária e punição aos Municípios
30/11/18, 16:28 | ECONOMIA - Conta de luz terá bandeira verde em dezembro, sem cobrança extra
30/11/18, 16:13 | BENEFÍCIO - Dodge recorre de fim do auxílio-moradia para todas carreiras jurídicas
30/11/18, 16:11 | PREVIDÊNCIA - Aposentados e pensionistas se unem para enfrentar a ‘reforma’ da Previdência
30/11/18, 16:05 | EVENTO - EUA, México e Canadá assinam autorização para novo Nafta
30/11/18, 16:00 | TRANSIÇÃO - Moro anuncia comandantes do Coaf e da Secretaria de Políticas de Drogas
30/11/18, 15:28 | DECISÃO - Juiz federal foi condenado a pagar R$ 2 bilhões por prejuízos à União
30/11/18, 15:06 | TRANSIÇÃO - Almirante Bento Albuquerque Junior é confirmado para Minas e Energia
29/11/18, 22:04 | CRIMES - Com Pezão, Rio já tem mais de dez autoridades presas por corrupção e propina
29/11/18, 21:30 | MUNDO - Boi gigante chamado 'Calcinha' escapa do abate na Austrália por ser grande demais
29/11/18, 21:20 | POLÍTICA - Bolsonaro diz que não dará continuidade à intervenção federal no Rio
29/11/18, 21:14 | JUDICIÁRIO - STF suspende julgamento sobre indulto natalino; placar está 6 a 2
29/11/18, 21:12 | JUDICIÁRIO - Turma do STF julga terça-feira mais um pedido de habeas corpus de Lula
29/11/18, 21:08 | ESPORTE - Primeiro-ministro espanhol autoriza final da Libertadores em Madri
29/11/18, 21:06 | POLÍTICA - Bolsonaro diz que não colocará 'tropa na rua sem retaguarda jurídica'
29/11/18, 20:54 | ARTIGO JURÍDICO - A cassação de mandato eletivo e o processo eleitoral
29/11/18, 14:50 | SAÚDE - Há mazelas no SUS que precisam ser resolvidas, diz Raquel Dodge
29/11/18, 14:46 | POLÍTICA - Bolsonaro diz que Trump pode vir ao Brasil para sua posse em janeiro
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site