CBN - A rádio que toca notícia

PESQUISA

Datafolha: apoio à pena de morte bate recorde entre os brasileiros

Percentual de favoráveis é de 57%. Em 2008, apoio à punição era de 47%. Índice é maior entre os mais pobres

08/01/18, 11:24

O

apoio à pena de morte cresce desde 2008 e bateu recorde entre os brasileiros. É o que revela uma pesquisa do instituto Datafolha, divulgada nesta 2ª feira (8.jan.2018). Segundo o levantamento, 57% dos entrevistados são favoráveis à adoção deste tipo de sentença. Em 2008, data da última pesquisa, 47% tinham a mesma opinião.

Desde que a questão passou a ser medida pelo Datafolha, em 1991, este índice de apoio é recorde. Porém, empata na margem de erro –de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos– com os índices de 1993 e 2007, quando 55% da população se disseram favoráveis à punição.

Para realizar a pesquisa, o instituto ouviu 2.765 brasileiros em 192 municípios durante os dias 29 e 30 de novembro de 2017.

São contrários à pena de morte 39% da população. Além disso, 1% se declarou indiferente, e outros 3% não souberam responder.

Segundo a pesquisa, o apoio à pena de morte é maior entre os brasileiros mais pobres. Entre aqueles com renda mensal de até 5 salários mínimos (R$ 4.770), o apoio é de 58%. O índice recua para 51% na faixa dos 5 a 10 salários (R$ 9.540) e cai ainda mais entre a parcela mais rica, indo para 42%.

Com 54% de apoio, mulheres tendem a apoiar menos a punição capital. Entre os homens, o apoio é de 60%.

Em relação à idade, a faixa etária que mais apoia a execução de condenados é a de 25 a 34 anos, em que 61% se disseram favoráveis à proposta. Os idosos, acima de 60 anos, são os menos propensos a aceitar a adoção da punição, com 52% de apoio.

Entre as religiões, os ateus são o grupo que menos apoiam a pena de morte. Apenas 46% se declararam favoráveis. Os católicos são o que mais defendem a punição: 63% são favoráveis, ante a 34% contrários. Os evangélicos são mais reticentes ao tema: 50% são favoráveis, contra 45% contrários (4% não souberam responder e 1% se disse indiferente).

Aplicação da pena 

No Brasil, a pena de morte só é aplicada em caso de guerra declarada, como mostra o inciso 47 do artigo 5º da Constituição Federal. A última em que o país entrou foi a Segunda Guerra Mundial, que durou de 1939 a 1945.

Em 2015, pela 1ª vez em mais de 150 anos, brasileiros foram mortos por terem sido condenados à pena capital. As execuções de Marco Archer, em janeiro, e depois a de Rodrigo Gularte, ambas na Indonésia, foram as primeiras de brasileiros no exterior. Os 2 foram presos por tráfico de drogas na região.

Já no Brasil, a última execução de1 homem à morte pela Justiça Civil aconteceu em 1861, na província de Santa Luzia, que deu origem à cidade de Luziânia (GO), próxima ao Distrito Federal.

Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
04/05/18, 16:51 | ELEIÇÕES - Alckmin começa campanha pelo Maranhão e Piauí falando sobre renda e seca
04/05/18, 16:45 | TRAGÉDIA - Bombeiros encontram corpo em local de desmoronamento de prédio em SP
04/05/18, 16:39 | JUSTIÇA ELEITORAL - TRE-PI realiza evento para tratar do combate a notícias falsas nas eleições 2018
04/05/18, 16:33 | PROPINA - PGR se manifesta a favor da prorrogação e contra arquivamento de inquérito que investiga Temer
04/05/18, 16:20 | FORO - Toffoli envia às instâncias inferiores seis ações penais e uma investigação
04/05/18, 13:21 | PROPINA - Marco Aurélio estende quebra de sigilo fiscal de Aécio a todo o ano de 2017
04/05/18, 13:16 | ESPORTE - Neymar desembarca em Paris após dois meses de recuperação no Brasil
04/05/18, 12:43 | AGRESSÃO - Delegado da PF quebra som de acampamento pró-Lula em Curitiba
04/05/18, 12:28 | HOSTILIZAÇÃO - Procurador da Lava Jato é hostilizado em voo: “Corrupto”, “Cheiro de Enxofre”
04/05/18, 11:58 | ELEIÇÕES 2018 - Voto impresso estará disponível em 23 mil urnas na eleição de outubro
04/05/18, 11:50 | REPERCUSSÃO - Decisão do Supremo de restringir foro privilegiado provoca reação do Congresso
04/05/18, 11:28 | CRIMES - Ação contra doleiros deve revelar esquema maior que a Lava Jato
04/05/18, 11:24 | POLÊMICA - Foro privilegiado: o que muda com a decisão do STF? Entenda nas perguntas e respostas
03/05/18, 21:48 | POLÊMICA - STF tem cerca de 500 processos envolvendo autoridades com foro
03/05/18, 20:58 | JULGAMENTO - Gilmar Mendes ataca magistratura brasileira em plenário
03/05/18, 20:40 | OPINIÃO PÚBLICA - Fim do foro privilegiado é defendido por 78% dos brasileiros, diz Ibope
03/05/18, 20:21 | JULGAMENTO - STF: Gilmar Mendes vota para restringir foro de deputados e senadores e todas as autoridades
03/05/18, 20:19 | PRERROGATIVA - STF aprova restrição do foro privilegiado para deputados e senadores
03/05/18, 20:15 | CORRUPÇÃO - Desembargador manda soltar ex-deputado Henrique Eduardo Alves
03/05/18, 15:37 | RECURSOS PÚBLICOS - TSE confirma verba de R$ 2,5 bi para partidos financiarem campanhas
03/05/18, 14:39 | SENADO - Votação do Sistema Único de Segurança terá prioridade, diz Eunício
03/05/18, 14:33 | DISCURSO - Regina Sousa lamenta crescimento do desemprego no país
03/05/18, 14:28 | DISCURSO - Requião defende fim de foro privilegiado para todos, inclusive juízes e promotores
03/05/18, 12:21 | PROPINA - Advogados de Aécio aconselham que senador renuncie ao mandato
03/05/18, 12:06 | ATENTADO - Disparos contra caravana de Lula foram intencionais, diz delegado
03/05/18, 11:55 | EDUCAÇÃO - Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies
03/05/18, 11:42 | CRIME - Lava Jato: “Doleiro dos doleiros” movimentou US$ 1,6 bi em propina
03/05/18, 11:33 | CAMPANHA - Campanha do Maio Amarelo alerta para 37 mil mortes no trânsito do país
03/05/18, 08:07 | LIBERTADORES - Corinthians joga muito mal e perde do Independiente no Itaquerão
03/05/18, 07:58 | ESPORTE - Cruzeiro goleia o Vasco e elimina clube carioca da Libertadores
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site