CBN - A rádio que toca notícia

CRISE PRISIONAL

Cármen Lúcia inspeciona presídios em Goiás onde ocorreram rebeliões

Entre as principais reclamações dos presos, muitos dos quais sem acesso a advogados, está a demora na análise de seus processos

08/01/18, 11:09

A

presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, inspeciona hoje (8) pessoalmente o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, onde ocorreram pelo menos três rebeliões desde o início do ano.

No primeiro dos motins, na Colônia Agroindustrial do complexo, nove detentos morreram, dois dos quais decapitados, e 14 ficaram feridos. Segundo informações da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária de Goiás (Seap), a confusão foi motivada por disputas entre alas controladas por facções criminosas rivais. 

A viagem de Cármen Lúcia foi marcada após relatório encaminhado à ministra pelo presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), Gilberto Marques Filho. Na semana passada, por ordem da presidente do STF, o desembargador inspecionou o local e constatou o estado de descontrole do estado sobre o complexo prisional, que abriga um número de presos três vezes maior do que sua capacidade, além da situação precária das instalações, com recorrentes cortes de água e energia.  
 
Entre as principais reclamações dos presos, muitos dos quais sem acesso a advogados, está a demora na análise de seus processos. Estima-se que muitos dos detentos já poderiam ter sido beneficiados com progressão de pena ou liberdade condicional, reduzindo a superlotação. Sobre a questão, o TJ-GO alega falta de pessoal e de recursos para analisar os mais de 12 mil autos que se acumulam na Vara de Execuções penais responsável pela prisão.

A criação de uma força-tarefa formada por membros do Ministério Público, da Defensoria Pública e Justiça criminal está entre as ações emergenciais sugeridas para lidar de imediato com a situação no Complexo Prisional de Aparecida de Goiás, cujos problemas chegaram a ser alertados após inspeção do CNJ em novembro do ano passado, bem como em outros relatórios datados de 2015. 

Embora simbólica, a visita de Cármen Lúcia a Goiânia coloca pressão sobre autoridades locais, para que lidem com a crise com maior eficiência. Ela se reúne esta manhã com o presidente do TJ-GO e outras autoridades do estado. Não está confirmado se o governador Marconi Perillo participará da reunião. Além de Goiás, ela deve visitar, esta semana, presídios no Paraná. 

Transferências 

Por ordem da Justiça Federal, que acatou pedido feito em ação civil pública pela seção goiana da Ordem dos Advogados do Brasil, o estado de Goiás prometeu iniciar esta semana a transferência de presos do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia para unidades prisionais indicadas pelo governo federal. Somente 400 detentos, capacidade original da Colônia Agroindustrial, devem permanecer na unidade de regime semiaberto.  

O estado também anunciou que acelera a conclusão de cinco unidades prisionais para acolher os presos. Também na semana passada, a Defensoria Pública de Goiás conseguiu que a Justiça estadual autorize que 105 presos que fugiram da Colônia Agroindustrial durante o motim, supostamente com medo de morrer, continuem a cumprir suas penas em prisão domiciliar, até que a situação no presídio seja normalizada. 

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
05/11/18, 15:27 | OPINIÃO - Moro comete infração ao tirar férias para montar ministério
05/11/18, 15:22 | DISQUE-CORRUPÇÃO - Governador eleito do Rio quer teste de integridade para servidores
05/11/18, 15:11 | POLÊMICA - Defesa de Lula faz novo pedido de liberdade, citando suspeição de Moro
05/11/18, 13:32 | TWITTER - Bolsonaro e Fernando Henrique 'batem boca' na rede social
05/11/18, 13:27 | PARLAMENTO - Deputados da nova Câmara devem R$ 158,4 milhões à União
05/11/18, 13:25 | PARLAMENTO - Um em cada três integrantes do novo Congresso responde processo
05/11/18, 13:10 | POLÍTICA - Moro entra de férias na Justiça Federal para se dedicar à transição
05/11/18, 13:07 | SAÚDE - Câncer de boca deve atingir 14,7 mil novos casos no país este ano
05/11/18, 10:07 | OBSERVAÇÃO - Comissão Interamericana de Direitos Humanos está no Brasil
04/11/18, 20:23 | SAÚDE - Especialistas debatem os 30 anos do SUS no Diálogo Brasil
04/11/18, 19:58 | BRASILEIRÃO - Corinthians perde para Botafogo e pode cair duas posições no Brasileiro
04/11/18, 19:43 | BRASILEIRÃO - Torcedores do Flamengo brigam entre si durante jogo contra o São Paulo
04/11/18, 15:59 | INTERNACIONAL - Brasileiro que matou e esquartejou família é condenado na Espanha
04/11/18, 15:53 | GOVERNO - Moro terá o maior orçamento do Ministério da Justiça na década
04/11/18, 15:49 | POLÍTICA - Haddad avalia ser presidente do PT para liderar oposição, diz jornal
04/11/18, 15:15 | EDUCAÇÃO - Preocupados com horário, estudantes chegam cedo para fazer Enem
04/11/18, 15:12 | EDUCAÇÃO - Inep desmente notícia falsa de que o Enem foi cancelado
04/11/18, 15:03 | EDUCAÇÃO - Manipulação na internet por meio de dados é tema de Redação do Enem
04/11/18, 14:09 | POLÍTICA - “Nunca o vi ou ouvi”: FHC diz que Bolsonaro vai danificar imagem do Brasil no exterior
04/11/18, 13:37 | ENEM - Mototaxista 'salva' candidato que confundiu título de eleitor com carteira de identidade
04/11/18, 13:34 | POLÍTICA - Bolsonaro participa de culto evangélico na manhã deste domingo
04/11/18, 12:08 | ARTIGO - Crise de autoridade e a urgente reforma do Processo Penal
04/11/18, 12:05 | EDUCAÇÃO - Enem: mais de 5,5 milhões de inscritos farão provas em 1,7 mil cidades
03/11/18, 21:54 | INTERNACIONAL - Árbitro muda súmula e confirma 1º gol de Vinicius Jr. pelo Real
03/11/18, 21:44 | BRASILEIRÃO - Vasco vence o Flu no Maracanã e se afasta do Z-4 do Brasileirão
03/11/18, 21:28 | ESPORTE - Fortaleza vence o Atlético-GO e se garante na Série A de 2019
03/11/18, 20:57 | CRIME - Polícia Civil prende 4 suspeitos de assassinato em festa na UnB
03/11/18, 20:54 | POLÊMICA - Associação Juristas pela Democracia vai entrar com representação contra Moro no CNJ
03/11/18, 20:47 | POLÍTICA - Declarações de Bolsonaro sobre política externa preocupam diplomatas
03/11/18, 16:03 | PREVIDÊNCIA - O que deve mudar na aposentadoria com as mudanças propostas por Bolsonaro
« Anterior 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 | 331 - 360 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site