CBN - A rádio que toca notícia

ARTIGO

O magistrado e o exaurimento da jurisdição

Portanto, uma vez prolatada e publicada a sentença o juiz cumpre e encerra o ofício jurisdicional no respectivo processo-crime. Encerrada sua função, não mais cabe ao magistrado se manifestar sobre a causa

10/07/18, 13:41

Por Nixonn Freitas Pinheiro, advogado (foto)

N

o Direito Penal e no Processual Penal, tal qual no âmbito civil, colhemos uma questão jurídica de substancial relevância constitucional: “o exaurimento da função jurisdicional” ou simplesmente o “exaurimento da jurisdição”.

Segundo Ricardo Benevenuti Santolini, especialista em Direito Penal e Processo Penal, em seu compêndio “A Jurisdição no Processo Penal”, jurisdição existe para vários ramos do direito. Pela definição de Giuseppe Chiovenda - cita o especialista -, jurisdição é “a função do Estado que tem por escopo a atuação da vontade concreta da lei por meio da substituição, pela atividade de órgãos públicos, na atividade de particulares ou de outros órgãos públicos, já no afirmar da existência da vontade da lei, já no torná-la, praticamente, efetiva.” José Frederico Marques é ainda mais objetivo, dizendo que é “a função estatal de aplicar as normas da ordem jurídica em relação a uma pretensão”.

Quando se exaure, então, a função jurisdicional? Em outros termos, interroga-se: “Quando termina a função do juiz no processo-crime, por exemplo?” A resposta é simples: “Quando há a prolação da sentença”. É justamente aqui que se encerra a prestação jurisdicional, a função judicante no processo-crime. Aqui surge a figura jurídica do “juiz sentenciante”. Após, o juiz tem apenas uma oportunidade para se manifestar processo-crime: quando julga admitindo ou não o recurso de embargos de declaração.

Havendo recurso de apelação contra uma sentença condenatória ou absolutória, seja pelo Ministério Público ou pelo sentenciado (quando condenado), o juiz sentenciante se desliga do processo-crime.

Transitada em julgado a sentença, o juiz sentenciante somente voltará ao respectivo processo-crime se ele próprio for o juízo competente da execução da pena. Isso ocorre quando em uma determinada Comarca ou jurisdição houver Vara Única. Caso contrário, transitada em julgado ou não a sentença o processo-crime segue para o juízo da execução da pena e não para o juízo sentenciante, seja para a execução provisória ou definitiva da pena.

Portanto, uma vez prolatada e publicada a sentença o juiz cumpre e encerra o ofício jurisdicional no respectivo processo-crime. Encerrada sua função, não mais cabe ao magistrado se manifestar sobre a causa.

Esgotada a função jurisdicional do juiz sentenciante, seja para executar a pena provisoriamente, seja para executá-la definitivamente, a competência e a função jurisdicional se transfere para a alçada do juízo da Execução da Pena, que tem por objetivo efetivar as disposições da sentença ou de decisão criminal e proporcionar condições para a harmônica integração social do condenado e do internado. Portanto, a execução penal competirá ao Juiz indicado na lei local de organização judiciária e, na sua ausência, ao da sentença. Seja execução provisória ou definitiva.

O art. 66, da Lei Federal nº 7.210, de 11 de julho de 1984, define as competências do juiz da execução penal, entre as quais a de aplicar aos casos julgados lei posterior que de qualquer modo favoreça o condenado; declarar extinta a punibilidade; decidir sobre soma ou unificação de penas; progressão ou regressão nos regimes; detração e remição da pena; suspensão condicional da pena; livramento condicional; incidentes da execução, etc., etc.

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
09/11/18, 18:33 | EDUCAÇÃO - Mesmo quem teve 1ª fase do Enem cancelada deve fazer provas no domingo
09/11/18, 12:43 | JUDICIÁRIO - Justiça renova acordo para preservar crianças vítimas de violência
09/11/18, 12:39 | LEGISLAÇÃO - Câmara avança em proposta que tipifica crime de espancamento
09/11/18, 12:35 | REFORMAS - Bolsonaro nega criar alíquota de 22% para a Previdência
09/11/18, 11:58 | CRIME ORGANIZADO - Por que o PCC está em alerta depois da eleição de Bolsonaro
09/11/18, 11:51 | CORRUPÇÃO & PROPINA - PGR: Propina da Odebrecht a Jucá e Renan saiu de paraísos fiscais
09/11/18, 11:45 | INVESTIGAÇÃO - Ex-procurador-geral de Justiça do Rio é preso por propina
09/11/18, 11:18 | TRANSIÇÃO - Moro quer uso de parlatórios e regras mais duras no combate a facções
09/11/18, 11:13 | ECONOMIA - Aneel: conta de luz pode ter bandeira amarela ou até verde em dezembro
09/11/18, 11:11 | CORRUPÇÃO & PROPINA - PF cumpre mandados contra vice-governador de Minas e 3 empresários
09/11/18, 11:07 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Operação Capitu: Joesley Batista, da JBS, é preso novamente
08/11/18, 23:38 | PROMISCUIDADE - Temer convidou para jantar ministros que vão julgá-lo por corrupção e propina quando deixar a presidência
08/11/18, 21:32 | JUDICIÁRIO - Em evento com magistrados negros, Toffoli defende cotas raciais
08/11/18, 21:28 | ECONOMIA - Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC
08/11/18, 21:23 | REFORMA - Servidores dão abraço simbólico no prédio do Ministério do Trabalho
08/11/18, 17:33 | CRISE - Bolsonaro garante que intervenção no Rio vai até dezembro, diz Witzel
08/11/18, 17:29 | TRANSIÇÃO - Moro quer plano anticrime simples para rápida aprovação no Congresso
08/11/18, 17:15 | CRIMES - MPF e PF fazem operação e prendem mais sete deputados estaduais no Rio
08/11/18, 14:15 | ECONOMIA - Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
08/11/18, 14:07 | ECONOMIA - Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
08/11/18, 13:20 | INVESTIGAÇÃO - Hackers invadiram sistema da Justiça Eleitoral antes do 2º turno; TSE investiga
08/11/18, 13:10 | POLÍTICA - 'Ciro é um ser humano que vale a pena', diz Lula
08/11/18, 12:57 | PROPINA & CORRUPÇÃO - PF cumpre ordens de prisão contra deputados do Rio em desdobramento da Lava Jato
08/11/18, 12:52 | REFORMAS - Com fim do Ministério do Trabalho, funcionário vai virar refém do patrão
08/11/18, 12:48 | JUDICIÁRIO - 'Agora poderemos enfrentar auxílio-moradia', diz Toffoli após reajuste
08/11/18, 12:43 | CRIMES - Cresce número de blogueiros assassinados no país, aponta relatório
08/11/18, 12:21 | CRIME - Testemunha: Daniel foi convidado a fazer sexo com esposa de suspeito
08/11/18, 09:31 | CRIME - PF cumpre 9 mandados de busca ligados a inquérito que investiga Jucá
07/11/18, 19:07 | POLÍTICA - Presidente eleito vai se reunir com governadores no dia 14
07/11/18, 19:03 | POLÍTICA - Deputada é confirmada primeira mulher no ministério de Bolsonaro
« Anterior 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site