CBN - A rádio que toca notícia

MOVIMENTO

Estados e governo federal vão firmar pacto nacional contra homofobia

Em 2017, Disque 100 recebeu 1.720 denúncias de violações contra LGBTT

15/05/18, 13:24

E

m 2017, o Disque 100, do Ministério dos Direitos Humanos, recebeu 1.720 denúncias de violações contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Do total, 70,8% foram por discriminação. Na seqüência, aparecem violências psicológicas e físicas, com 53,3% e 31,8%, respectivamente.

Na busca pelo fim da violência contra o público LGBTI, o ministério promove até sexta-feira (18) a Semana de Luta contra LGBTfobia, que terá a assinatura de um Pacto Nacional de Enfrentamento.

As atividades marcam também o Dia Internacional de Combate à Homofobia, lembrado no dia 17 de maio. A data foi escolhida em 1990, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a palavra homossexualismo da Classificação Estatística Internacional (CID). A decisão reconheceu que a homossexualidade não pode ser considerada doença, por se tratar de traço da personalidade do indivíduo. No Brasil, somente em 2010, por meio de decreto presidencial, o Dia Nacional de Combate à Homofobia foi oficialmente instituído. A partir daí, estados e municípios iniciaram políticas específicas para intensificar ações de combate à violência, ao preconceito e discriminação.

Durante a semana, haverá uma série de debates sobre políticas públicas de enfrentamento. A abertura está marcada para esta terça-feira (15) quando serão relatadas as ações desenvolvidas. Em seguida, serão apresentados dados a respeito das denúncias de violações de direitos humanos. Conforme o levantamento, 27% das violações ocorrem na casa da vítima.

Para o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, a semana traz visibilidade à causa. “Precisamos avançar neste assunto. É muito bom que já exista espaço para a população LGBTI na política, mas esse é apenas mais um passo para que seus direitos sejam preservados”, destaca.

Pacto Nacional

Além dos debates, na quarta-feira (16) será assinado o Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência LGBTfóbica. O documento tem como proposta promover e articular ações que combatam à violência, priorizando o respeito à dignidade e diversidade humana.

Nele, estados, Distrito Federal e o governo federal assumem o compromisso conjuntamente enfrentar a violência LGBTfóbica. Uma consultoria especializada, via Nações Unidas, foi contratadar e fez visitas técnicas nas 27 unidades da Federação, que puderam opinar e trazer informações para elaboração do pacto.

Segundo a diretora de Promoção dos Direitos LGBTI do Ministério dos Direitos Humanos, Marina Reidel, a medida “visa unir esforços em todo território brasileiro no combate à violência”

Uma das demandas apresentadas pelos estados é a destinação de recursos para a execução das ações. Com isso, o ministro assinará um edital para seleção de propostas de ações de enfrentamento à violência LGBTfóbica, que serão financiadas pela da Secretaria Nacional de Cidadania do Ministério dos Direitos Humanos, por meio de convênio.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
07/10/18, 23:03 | ELEIÇÕES - Candidata a deputada federal de Ronaldo Gomes vence Ismar Marques
07/10/18, 22:36 | POLÍTICA - Ciro Nogueira e Marcelo Castro são eleitos senadores no Piauí
07/10/18, 22:31 | POLÍTICA - Wellington Dias é eleito pela 4ª vez em 1° turno no Piauí
07/10/18, 22:24 | SUCESSÃO NACIONAL - Haddad defende união dos democratas contra Bolsonaro no 2º turno
07/10/18, 20:56 | POLÍTICA - Janainna Marques se reelege, elege o governador e os dois senadores
07/10/18, 16:10 | PREOCUPAÇÃO - 'Ódio não é solução para nada', diz Lula em carta aos brasileiros
07/10/18, 16:05 | APOLOGIA AO CRIME - Eleitores de Bolsonaro usam armas para votar; assista vídeo
07/10/18, 16:00 | ELEIÇÕES - Resultados de urnas brasileiras em 16 países já são conhecidos
07/10/18, 11:17 | POLÍTICA - Pela 1ª vez em 24 anos, 2º turno para presidente não deve ser entre PT e PSDB
07/10/18, 11:07 | ELEIÇÃO - Haddad herda mais votos de Alckmin do que Bolsonaro, segundo Datafolha
07/10/18, 11:02 | ELEIÇÕES - Datafolha: 67% dos eleitores de Ciro podem ir com Haddad no segundo turno
07/10/18, 10:49 | POLÍTICA - Brasil vai às urnas sob o olhar atento e preocupado do mundo
07/10/18, 10:42 | SUCESSÃO NACIONAL - Eleição de 2018 é decisiva para história do país, afirmam pesquisadores
07/10/18, 10:32 | POLÍTICA - Campanha presidencial de 2018 foi atípica
07/10/18, 10:27 | PROJETO - Câmara de Manaus aprova em sessão extra a gratuidade de ônibus nas eleições
06/10/18, 20:34 | POLÍTICA - Ibope indica reeleição de sete governadores em primeiro turno
06/10/18, 19:55 | ELEIÇÕES - Piauí e mais 14 estados terão Lei Seca neste domingo
06/10/18, 19:53 | ELEIÇÕES 2018 - Candidatos intensificam campanha nas redes sociais
06/10/18, 19:50 | POLÍTICA - TSE fará última verificação da integridade das urnas
06/10/18, 18:01 | INCIDENTE - Avião com tropas que iam a Palmas para eleições sofre pane e retorna a Brasília
06/10/18, 17:55 | POLÍTICA - Forças federais reforçarão segurança das eleições no Piauí e mais 10 estados
06/10/18, 17:46 | CAMPANHA ELEITORAL - Em último ato de campanha, Alckmin é xingado de 'corrupto safado'
06/10/18, 17:26 | PROCESSO ELEITORAL - TSE fracassa no combate a fake news no primeiro turno
06/10/18, 17:19 | ELEIÇÕES 2018 - Confira qual é a ordem de votação na urna eletrônica
06/10/18, 17:04 | ELEIÇÃO - Velhos conhecidos da política podem não ser eleitos, apontam pesquisas
06/10/18, 16:48 | ARTIGO JURÍDICO - Adoção “post mortem” segundo a lei e o Judiciário
06/10/18, 16:33 | POLÍTICA - Mais de 500 mil brasileiros em 125 países vão votar nestas eleições
06/10/18, 16:25 | DEMOCRACIA - Eleição polarizada no Brasil ganha destaque na imprensa estrangeira
05/10/18, 19:55 | PESQUISA - Ibope - Piauí, votos válidos: Wellington Dias 53%, Dr. Pessoa 22%, Luciano 15%
05/10/18, 19:42 | REPERCUSSÃO - Jornal francês: Bolsonaro é “racista, homofóbico, misógino e pró-ditadura”
« Anterior 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site