CBN - A rádio que toca notícia

REAÇÃO

'Reforma' trabalhista será alvo de disputa nas ruas e nos tribunais

Para representantes de trabalhadores e especialistas em direito, em debate no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, país já provou que é possível criar empregos sem reduzir direitos

13/11/17, 21:53

A

nova legislação trabalhistas sancionada pelo governo Temer, que entrou em vigor no último sábado (11), não está consolidada, e será alvo de disputa jurídica, nos tribunais do trabalho e instâncias superiores, e política, nas ruas, nas fábricas e nas eleições do ano que vem. Essas foram as impressões compartilhadas por especialistas do direito, sindicalistas e políticos, em debate promovido pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, realizado nesta segunda-feira (13), em São Bernardo do Campo. 

As mudanças na legislação, segundo os debatedores, foram feitas sem que os trabalhadores fossem consultados, e atendem, portanto, somente aos interesses da classe patronal, que pretende enfraquecer os sindicatos durante as negociações e criar obstáculos para o acesso à Justiça do Trabalho. O debate sobre o dia seguinte à reforma trabalhista também foi acompanhado de perto pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que defende a realização de um referendo revogatório sobre essa e outras medidas do governo Temer. 

Ao contrário do discurso oficial do governo, que alega que as novas regras estimularão a criação de novas vagas de emprego, os participantes foram unânimes em dizer que o que, de fato, vai aumentar com a reforma trabalhista é a precarização das relações do trabalho e a queda dos rendimentos gerais dos salários. 

Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, o efeito geral é que, se essa nova legislação não for revogada, todos os trabalhadores com o atual modelo de contratação serão demitidos, e recontratados de maneira precarizada, na forma de terceirizado, autônomo ou intermitente. 

Ele também criticou o dispositivo que consta da nova lei que considera que as negociações coletivas terão prevalência sobre a legislação, até mesmo quando retirarem direitos. Segundo Freitas, negociação sem a presença do sindicato, como legítimo representante dos trabalhadores, não pode ser considerada com uma negociação coletiva. "Não há negociação coletiva sem um sindicato forte", ressaltou. 

Vagner defendeu a união de sindicatos em macro-setores, que reúna todo um determinado seguimento de trabalhadores, para, assim, terem maior poder de negociação e menores custos de manutenção de estruturas de assistência jurídica, por exemplo. 

Fonte: JL/RBA
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
07/06/18, 12:20 | INVESTIGAÇÃO - PF revela pedidos pessoais de FHC para apoio a candidatos do PSDB
06/06/18, 16:14 | VISITA - Tribunal de Contas chega a Luzilândia para auditar índice da atual gestão em Saúde e Educação
06/06/18, 14:48 | ECONOMIA - Governo reduz aumento do salário mínimo de 2019
06/06/18, 14:35 | PROJETO DE LEI - Presos podem ter de arcar com custos de permanência na cadeia
06/06/18, 14:31 | POLÍTICA - Discussão sobre candidatura de centro parece ‘conversa de bêbado’, diz Maia
06/06/18, 14:22 | ECONOMIA - Brasil cobra mais impostos de pobres do que dos mais ricos, critica centro de estudos da ONU
06/06/18, 14:12 | LEGISLAÇÃO - Deputados aprovam novo teto do funcionalismo para São Paulo
06/06/18, 13:53 | POLÊMICA - FUP processa Pedro Parente por improbidade e exige confisco de seus bens
06/06/18, 13:48 | POLÍTICA - Base está desorganizada e governo, desarticulado, diz Maia em sabatina
05/06/18, 21:31 | PESQUISA - Sem Lula, Bolsonaro tem 25%, mas perde para brancos, nulos e indecisos: 40%
05/06/18, 21:14 | LAVA JATO - Gilmar Mendes manda soltar o 20º corrupto preso por Marcelo Bretas
05/06/18, 17:06 | POLÊMICA - Senadores cobram do governo a redução do preço dos combustíveis
05/06/18, 16:58 | DEPOIMENTO - Juiz Federal afaga Lula; ex-presidente reclama de 'denuncismo'
05/06/18, 16:54 | JUDICIÁRIO - Lewandowski assume dia 12 relatoria da Lava Jato no STF
05/06/18, 15:52 | JUDICIÁRIO - Lula pede que garantam direito de recurso em liberdade
05/06/18, 15:48 | ALERTA - Fogos de artifício causaram 5 mil internações em 10 anos, diz estudo
05/06/18, 15:43 | EVENTO - Poluição plástica é tema do Dia Mundial do Meio Ambiente 2018
05/06/18, 15:12 | ELEIÇÕES 2018 - ‘Ou todos nós políticos mudamos ou seremos atropelados’, diz Alvaro Dias
05/06/18, 15:05 | ECONOMIA - Brasileiros já pagaram mais de R$ 1 tri em impostos em 2018
05/06/18, 14:51 | CRIMINALIDADE - Piauí tem a 3ª menor taxa de homicídios do país, informa Atlas da Violência
05/06/18, 14:47 | DECISÃO - Justiça do Trabalho suspende privatização da Eletrobras
05/06/18, 14:42 | DEPOIMENTO - Tacla Duran denuncia 'mordaça' e 'manipulação da Operação Lava Jato
05/06/18, 14:28 | INVESTIGAÇÃO - PF encontra R$ 23,6 milhões em contas de suspeito de intermediar propinas para Temer
04/06/18, 21:51 | POLÊMICA - Em 30 dias, Gilmar Mendes manda soltar 19 presos por corrupção e juiz federal reage
04/06/18, 20:37 | INVESTIGAÇÃO - Gilmar Mendes manda soltar quatro doleiros acusados de corrupção
04/06/18, 20:18 | INVESTIGAÇÃO - Empresário contradiz Temer e diz que coronel Lima arrecadava para ele
04/06/18, 20:02 | JUDICIÁRIO - Juiz manda Congresso instaurar comissão para analisar dívida externa
04/06/18, 19:58 | ESPORTE - Nenhum jogador que vai disputar a Copa da Rússia nasceu no século 21
04/06/18, 19:45 | EDUCAÇÃO - Estudante do Piauí recebe prêmio internacional em feira científica
04/06/18, 19:33 | IMPROBIDADE - Doria vira réu por uso de 'Acelera, SP' e é multado em R$ 200 mil
« Anterior 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 | 301 - 330 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site