CBN - A rádio que toca notícia

ECONOMIA

Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco

Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes

08/11/18, 14:07

A

partir do próximo sábado (10), boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos.

Isso será possível com a conclusão da implementação da Nova Plataforma de Cobrança (NPC), sistema desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com os bancos.

Na última fase do processo, passa a ser obrigatório o cadastramento de títulos referentes a faturas de cartão de crédito e doações no novo sistema.

Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes.

Outra mudança diz respeito ao comprovante de pagamento, que será mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, (juros, multa, desconto, etc) e as informações do beneficiário e pagador.

O projeto da Nova Plataforma de Cobrança começou há quatro anos.

Desde 2016 ele vem incorporando na sua base de dados os boletos de pagamentos já dentro das normas exigidas pelo Banco Central, ou seja, com informações do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do emissor, data de vencimento e valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.

A Febraban diz que essas informações são importantes para checar a veracidade dos documentos na hora de se fazer o pagamento.

Caso os dados do boleto a ser pago não coincidam com aqueles registrados na base da Nova Plataforma, ele é recusado, pois o boleto pode ser falso.

Para fazer a migração do modelo antigo de processamento para o atual, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas, de acordo com o valor a ser pago.

Esse processo começou em meados do ano passado para boletos acima de R$ 50 mil (os de menor volume) e termina no dia 10 de novembro, com a incorporação dos boletos de cartão de crédito e doações.

Última fase

Com uma participação de cerca de 40% do total de títulos emitidos no país, os boletos de cartões de crédito e doações têm uma característica em comum: o valor a ser pago pelo consumidor pode não ser exatamente o que consta em cada boleto.

No caso dos cartões, porque há opções de pagamento, como valor mínimo, duas ou três parcelas. No caso das doações, ele também pode escolher um valor diferente do que está impresso no boleto.

Segundo a Febraban, da mesma forma que nas fases anteriores, se os boletos não estiverem cadastrados na base do novo sistema, os bancos irão recusá-los.

Se isso acontecer, o pagador deve procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito ou solicitar o cadastramento do título.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
03/11/18, 20:47 | POLÍTICA - Declarações de Bolsonaro sobre política externa preocupam diplomatas
03/11/18, 16:03 | PREVIDÊNCIA - O que deve mudar na aposentadoria com as mudanças propostas por Bolsonaro
03/11/18, 15:47 | PESQUISA - Para 71% acham que Bolsa Família deve continuar
03/11/18, 15:40 | PESQUISA - Maior parte é contra facilitar compra de arma no Brasil; entre eleitores de Bolsonaro, maioria é favorável
03/11/18, 15:24 | PESQUISA - Sintonia Eleitoral: 70% dos eleitores acham que pessoas ricas devem pagar mais impostos
03/11/18, 15:12 | VATICANO - 'Devemos cultivar a memória', diz Papa na missa de finados
03/11/18, 13:54 | POLÊMICA - Prioridades de Moro devem levar a embates com ministros do STF
03/11/18, 00:47 | POLÍTICA - BOLSONARO: 'Moro me ajudou politicamente'
02/11/18, 23:43 | REPERCUSSÃO - IMPRENSA INTERNACIONAL: Bolsonaro deu cargo a quem prendeu rival
02/11/18, 22:21 | ENTREVISTA - Cientista Político italiano teme que Moro tenha destino de 'herói' da Mãos Limpas que entrou para a política
02/11/18, 21:33 | EDUCAÇÃO - Horário de verão e fake News estão entre as preocupações dos responsáveis pelo Enem
02/11/18, 21:20 | POLÍTICA - Bolsonaro sinaliza rompimento de relações com Cuba e avisa: “Não posso errar, senão o PT volta”
02/11/18, 21:17 | CRIME ELEITORAL - Notícias falsas influenciaram eleições deste ano, dizem pesquisadores
02/11/18, 21:09 | INUSITADO - Morena clicada com Mourão foi investigada por Sergio Moro em suposta ligação com tráfico
02/11/18, 20:55 | EVENTO - ‘Garotos’ de 25 anos se tornam juízes sem conhecer a realidade, diz Toffoli
02/11/18, 20:50 | SEGURANÇA - Witzel e Flávio Bolsonaro vão a Israel conhecer drone que faz disparos para matar bandidos
02/11/18, 19:13 | POLÊMICA - Entidades que representam delegados divulgam nota de repúdio por declarações de Jungmann sobre caso Marielle
02/11/18, 15:03 | POLÍTICA - Reinaldo Azevedo: Moro é exemplo da justiça com partido
02/11/18, 14:46 | ARTIGO JURÍDICO - Tipos de Família, Paternidade e Maternidade no Registro Civil
02/11/18, 14:15 | JUDICIÁRIO - Com decisão de Moro, especialistas avaliam futuro da Lava Jato
02/11/18, 14:06 | CRIME - Justiça determina retirada de post de deputada do PSL contra professores
02/11/18, 13:57 | POLÊMICA - Mourão volta à cena: à BBC, nega autoritarismo; a jornal, diz que Magno Malta procura emprego
02/11/18, 13:48 | CRIME - Supremo notifica Eduardo Bolsonaro a responder denúncia de ameaça a jornalista
02/11/18, 13:30 | POLÊMICA - Equipe econômica de Bolsonaro quer nova CPMF para financiar a Previdência. Presidente eleito desautoriza economista
01/11/18, 22:34 | TRUCULÊNCIA - Em 1ª coletiva, Bolsonaro barra jornalistas da Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, Valor Econômico, CBN e EBC
01/11/18, 22:18 | MUDANÇAS - Bolsonaro recua em fusão dos Ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura
01/11/18, 22:08 | ARTIGO JURÍDICO - Ministério da Justiça e a exoneração de Sérgio Moro
01/11/18, 21:05 | AVALIAÇÃO - Para Ayres Britto, ex-ministro do STF, Moro no governo compromete Judiciário
01/11/18, 21:00 | ENTREVISTA - Eduardo Bolsonaro: Reforma da Previdência “é uma medida impopular que o Brasil precisa tomar”
01/11/18, 20:40 | PALESTRA - General Mourão: “O presidente deveria ganhar R$ 100 mil por mês”
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site