CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO & PROPINA

Fachin autoriza inquérito para investigar doações a senadores do MDB

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela PGR

16/05/18, 21:22

O

ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje (16) determinar abertura de inquérito para investigar suposto repasse de R$ 40 milhões em doações eleitorais a políticos do MDB do Senado. As investigações devem envolver os senadores emedebistas Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR), Eunício Oliveira (CE), Eduardo Braga (AM), Edison Lobão (MA), Valdir Raupp (RO), Roberto Requião (PR), além do ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rego.

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela Procuradoria-Geral da República (PGR), com base nos depoimentos de delação premiada do ex-diretor da Transpetro, subsidiária da Petrobras, Sérgio Machado, e do executivo do grupo J&F, Ricardo Saud.

Em um dos depoimentos, Machado disse que “nas reuniões ocorridas na residência de Renan Calheiros, que o grupo JBS iria fazer doações ao PMDB, a pedido do PT, na ordem de R$ 40 milhões”.

“Com relação à abertura das investigações, como sabido, uma vez requerida a abertura de investigações pela Procuradoria-Geral da República, incumbe ao relator deferi-la, não lhe competindo qualquer aprofundamento sobre o mérito das suspeitas apontadas, exceto se, a toda evidência, revelarem-se inteiramente infundadas”, decidiu Fachin.

Defesa

Em nota, o MDB afirmou que "repudia mais uma tentativa de criminalização da política". "Esperamos que a conclusão deste inquérito seja rápida e acreditamos que ao final a verdade será restabelecida", defendeu a legenda em nota.

Em comunicado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, classificou de "falsa e caluniosa" a afirmação dos delatores. Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, Eunício "nunca recebeu" doações de Sérgio Machado que é, de acordo com os assessores, adversário político histórico do senador. Ele também negou o recebimento de dinheiro proveniente do PT.

O senador Renan Calheiros negou o recebimento de caixa 2 ou vantagens e disse que o inquérito será arquivado "por falta de provas". Assim como os demais parlamentares, Calheiros disse que as doações foram declaradas na prestação de contas e ocorreram na forma da lei.

"O inquérito será uma oportunidade para mostrar as mentiras contadas por criminosos confessos, que negociaram acordos vantajosos com o Ministério Público. Machado, inclusive, já perdeu benefícios da delação por não comprovar nada do que disse", afirmou.

Também por meio de nota, o senador Eduardo Braga disse confiar na investigação da Polícia Federal. "Todas as doações da campanha de 2014 foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral". Na mesma linha, a defesa de Edison Lobão disse que não tem preocupação com as "delações em massa que não fazem provas" e que vão ser questionadas pelo Judiciário.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
14/03/19, 13:57 | DECISÃO - Ministro vota por cassação integral de coligação com laranja no Piauí
14/03/19, 12:07 | REPERCUSSÃO - Manifestações no Brasil e no exterior cobram respostas do assassinato de Marielle
14/03/19, 11:58 | POSIÇÃO - Apologia ao Crime: Bolsonaro diz só conseguir dormir com arma de fogo ao lado
14/03/19, 10:57 | POLÊMICA - Flexibilização do porte de arma é 'barbárie', diz Rodrigo Maia
14/03/19, 10:36 | TRAGÉDIA - Atirador matou comparsa e depois se suicidou, diz PM
14/03/19, 10:28 | POLÊMICA - Massacre em escola de Suzano reacende debate sobre porte de armas
14/03/19, 10:15 | LUTO - Massacre de Suzano mostra 'que precisamos de paz e não de mais armas', diz Lula
14/03/19, 10:07 | POLÍTICA - Míriam Leitão diz que Bolsonaro vendeu 'ficção eleitoral', mas omite seu papel e o da Globo no filme
14/03/19, 10:00 | OPINIÃO - Um ano sem Marielle: seu legado para o Brasil esmaga seus assassinos
14/03/19, 09:24 | TRAGÉDIA - Atirador de Suzano era fã de pistolas, facas, games e Bolsonaro
13/03/19, 18:43 | LEVANTAMENTO - Columbine, Realengo e Suzano, os mais sangrentos massacres nas escolas de Brasil e EUA
13/03/19, 18:11 | MOVIMENTO - Coletivo de mulheres lança movimento contra flexibilização de armas no Brasil
13/03/19, 17:55 | REPERCUSSÃO - 'Mais armas geram mais violência'. Políticos repercutem massacre
13/03/19, 17:28 | POLÊMICA - Justiça Eleitoral não está apta a julgar crime de corrupção, diz Moro
13/03/19, 17:24 | CRIME - Advogado nega que suspeito de matar Marielle seja dono de 117 fuzis
13/03/19, 17:16 | REAÇÃO - Toffoli anuncia representação contra procurador da Lava Jato
13/03/19, 14:12 | DADOS - Brasil reúne histórico recente de tragédias em escolas
13/03/19, 14:08 | TRAGÉDIA - Autores de massacre em escola de Suzano são identificados
13/03/19, 14:02 | TRAGÉDIA - Major Olímpio diz que massacre seria evitado com professores armados
13/03/19, 12:35 | INTERNACIONAL - Edifício, onde havia uma escola, desmorona na Nigéria e deixa vítimas
13/03/19, 12:31 | TRAGÉDIA - Adolescentes usaram revólver e arma medieval durante ataque em Suzano/SP
13/03/19, 11:41 | OPINIÃO - Economista avalia: os dias estão contados para Bolsonaro
13/03/19, 11:14 | REPERCUSSÃO - New York Times destaca o elo entre Bolsonaro e as milícias do Rio
13/03/19, 10:53 | POLÊMICA - Em ação no STF, Raquel Dodge pede fim do fundo da Lava Jato: 'é ilegal'
13/03/19, 10:49 | TRAGÉDIA - Tiroteio em escola deixa pelo menos dez mortos na Grande SP
13/03/19, 10:46 | INVESTIGAÇÃO - Polícia e MP cumprem 16 mandados de busca relativos ao caso Marielle
13/03/19, 10:21 | INVESTIGAÇÃO - Filho de Bolsonaro faz uma indagação: 'Quem era Marielle Franco?'
12/03/19, 16:10 | INVESTIGAÇÃO - Filha de matador de Marielle namorou filho do presidente Bolsonaro
12/03/19, 16:05 | CRIME - Bolsonaro fala sobre foto abraçado com um dos matadores de Marielle
12/03/19, 15:41 | REPERCUSSÃO - Bolsonaro diz esperar que se tenha chegado aos executores de Marielle: 'se é que foram eles'
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site