CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO & PROPINA

Fachin autoriza inquérito para investigar doações a senadores do MDB

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela PGR

16/05/18, 21:22

O

ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje (16) determinar abertura de inquérito para investigar suposto repasse de R$ 40 milhões em doações eleitorais a políticos do MDB do Senado. As investigações devem envolver os senadores emedebistas Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR), Eunício Oliveira (CE), Eduardo Braga (AM), Edison Lobão (MA), Valdir Raupp (RO), Roberto Requião (PR), além do ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rego.

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela Procuradoria-Geral da República (PGR), com base nos depoimentos de delação premiada do ex-diretor da Transpetro, subsidiária da Petrobras, Sérgio Machado, e do executivo do grupo J&F, Ricardo Saud.

Em um dos depoimentos, Machado disse que “nas reuniões ocorridas na residência de Renan Calheiros, que o grupo JBS iria fazer doações ao PMDB, a pedido do PT, na ordem de R$ 40 milhões”.

“Com relação à abertura das investigações, como sabido, uma vez requerida a abertura de investigações pela Procuradoria-Geral da República, incumbe ao relator deferi-la, não lhe competindo qualquer aprofundamento sobre o mérito das suspeitas apontadas, exceto se, a toda evidência, revelarem-se inteiramente infundadas”, decidiu Fachin.

Defesa

Em nota, o MDB afirmou que "repudia mais uma tentativa de criminalização da política". "Esperamos que a conclusão deste inquérito seja rápida e acreditamos que ao final a verdade será restabelecida", defendeu a legenda em nota.

Em comunicado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, classificou de "falsa e caluniosa" a afirmação dos delatores. Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, Eunício "nunca recebeu" doações de Sérgio Machado que é, de acordo com os assessores, adversário político histórico do senador. Ele também negou o recebimento de dinheiro proveniente do PT.

O senador Renan Calheiros negou o recebimento de caixa 2 ou vantagens e disse que o inquérito será arquivado "por falta de provas". Assim como os demais parlamentares, Calheiros disse que as doações foram declaradas na prestação de contas e ocorreram na forma da lei.

"O inquérito será uma oportunidade para mostrar as mentiras contadas por criminosos confessos, que negociaram acordos vantajosos com o Ministério Público. Machado, inclusive, já perdeu benefícios da delação por não comprovar nada do que disse", afirmou.

Também por meio de nota, o senador Eduardo Braga disse confiar na investigação da Polícia Federal. "Todas as doações da campanha de 2014 foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral". Na mesma linha, a defesa de Edison Lobão disse que não tem preocupação com as "delações em massa que não fazem provas" e que vão ser questionadas pelo Judiciário.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
04/12/18, 16:35 | CRIME - STF abre processo preliminar contra Onyx Lorenzoni por caixa dois
04/12/18, 16:29 | TRANSIÇÃO - Moro indica candidato derrotado do PSDB para segurança pública
04/12/18, 13:38 | DADOS - Em dois anos, chacinas no Brasil deixam 849 pessoas mortas
04/12/18, 13:34 | POLÍTICA - Filho de Bolsonaro rejeita Rodrigo Maia e Renan Calheiros
04/12/18, 13:30 | POLÊMICA - CNJ regulamentará auxílio-moradia para juízes em casos específicos
04/12/18, 13:15 | INVESTIGAÇÃO - Operação da Polícia Federal combate fraudes bancárias eletrônicas
04/12/18, 13:12 | POLÊMICA - Lewandowski quer cumprimento de decisão para Lula dar entrevistas
04/12/18, 13:08 | SUPREMO - Fachin autoriza abertura de processo sobre caixa dois para Lorenzoni
03/12/18, 23:56 | INVESTIGAÇÃO - Temer, Padilha e Moreira prarticaram crime de corrupção, diz Raquel Dodge
03/12/18, 22:03 | LAVA JATO - Sérgio Cabral é condenado pela 9ª vez e penas já soma quase 200 anos de prisão
03/12/18, 15:17 | POLÍTICA - Ministro de Temer defende cautela na segurança da posse de Bolsonaro
03/12/18, 15:12 | ECONOMIA - Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
03/12/18, 15:09 | ESTUDO - Ipea: 23% dos jovens brasileiros não trabalham e nem estudam
03/12/18, 15:02 | LUTO - Cão de George H. W. Bush fica ao lado do caixão do ex-presidente dos EUA
03/12/18, 14:55 | EVENTO - Cansei de levar bola nas costas, diz Sérgio Moro em Madri
03/12/18, 14:31 | SAÚDE - Programa Saúde da Família sofre após fim do Mais Médicos
03/12/18, 14:24 | POLÍTICA - Projeto que Moro tenta barrar abre brecha para perdão a corruptos
03/12/18, 14:21 | POLÍTICA - MDB anuncia “independência ativa” no governo Bolsonaro
03/12/18, 13:27 | REFORMA - Juiz: Enfraquecimento dos sindicatos retrai negociação coletiva
03/12/18, 13:25 | TRANSIÇÃO - Onix: Cargos de 2º e 3º escalões serão de técnicos e políticos
03/12/18, 12:59 | TRANSIÇÃO - Onix: Ministério do Trabalho será dividido entre 3 outras pastas
03/12/18, 08:57 | MOVIMENTO - Governadores do Norte e Nordeste vão a Brasília para garantir verbas
02/12/18, 21:08 | POLÍTICA - Bancada evangélica enfrenta racha após decepções com Bolsonaro
02/12/18, 20:59 | POLÊMICA - Drauzio Varella:'ficam falando da formação dos cubanos, mas não falam da dos brasileiros'
02/12/18, 20:50 | PROCESSO DISCIPLINAR - CNJ deve julgar no dia 11 de dezembro procedimentos contra Moro
02/12/18, 20:32 | ESPORTE - Fim do Brasileirão: veja a classificação final dos times na competição
02/12/18, 20:24 | ESPORTE - Bolsonaro acompanha vitória do Palmeiras e entrega taça de campeão
02/12/18, 14:27 | INUSITADO - A cidade gaúcha que virou capital das calcinhas e dos sutiãs
02/12/18, 14:23 | EVENTO - G20 diz que Organização Mundial do Comércio precisa de reforma
02/12/18, 14:13 | MUNDO - Começa hoje conferência sobre mudanças climáticas na Polônia
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site