CBN - A rádio que toca notícia

ESTATÍSTICA

Crimes: mais de 3 mil pessoas foram assassinadas em fevereiro no Brasil

Os dados são solicitados via Lei de Acesso à Informação, seguindo o padrão metodológico utilizado pelo Fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública

15/04/18, 18:46

O

Brasil registrou, em fevereiro deste ano, mais de 3 mil assassinatos violentos. O levantamento não considera os dados de seis estados, que ainda não divulgaram os números. O índice nacional de homicídios foi criado pelo portal G1 e faz um mapeamento do número de mortes violentas mês a mês no país.

De acordo com a reportagem, o número consolidado (3.276) contabiliza todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

O Monitor da Violência foi desenvolvido pelo G1 , em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Os dados são solicitados via Lei de Acesso à Informação, seguindo o padrão metodológico utilizado pelo Fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

O objetivo da pesquisa é antecipar os dados e possibilitar um diagnóstico em tempo real da violência, além de obrar transparência por parte dos governos.

Os estados que não forneceram os números deram explicações. Na Bahia, a secretaria diz que o setor que trabalha com o fechamento dos dados dos dois meses não determina um prazo para a conclusão e que, quando as informações forem liberadas, serão divulgadas.

A Secretaria do Maranhão informa que os dados consolidados sobre mortes violentas e outros crimes ocorridos no Maranhão em fevereiro têm previsão de divulgação apenas para junho deste ano. “O período obedece ao prazo de três meses legalmente estabelecido pelo Ministério da Justiça, o qual considera as condições de registro de ocorrências disponíveis nas unidades federativas do país, como as dimensões territoriais e oferta de serviço de internet disponíveis nos estados.”

Em Minas Gerais, a secretaria diz que os dados de janeiro e fevereiro de 2018 ainda serão divulgados. A pasta afirma que os números passam por auditagem para "total transparência e confiabilidade". Até o momento, o governo tem apenas os dados de latrocínio (7 em janeiro e 8 em fevereiro)

O órgão responsável pelos dados no Paraná afirma que não possui a informação sobre ambos os meses. “As estatísticas referentes a homicídios, antes da divulgação, passam por quatro ciclos de controle de qualidade. Durante a realização da validação foram encontradas distorções que estão sendo homologadas para, então, ocorrer a divulgação. Foram encontradas distorções nos meses de janeiro e fevereiro. Assim que os dados forem validados, serão prontamente divulgados para a população por meio do site."

Em Rondônia, a secretaria não informa os números de fevereiro; a Polícia Civil diz que ainda aguarda o retorno dos departamentos que concentram as informações

A Secretaria de Tocantins afirmou que as delegacias levam um tempo para informar os números e, por isso, os dados de janeiro e de fevereiro ainda não foram consolidados.

Fonte: JL/Notícas ao Minuto
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
04/07/18, 13:56 | SELEÇÃO - Marcelo treina e deve retornar à seleção contra a Bélgica
04/07/18, 13:52 | ESPORTE - Apenas 17% dos russos acreditam que seleção vencerá a Copa
04/07/18, 13:21 | CORRUPÇÃO - MP investiga relação de Aécio com negócios de grupo de comunicação
04/07/18, 12:37 | EDUCAÇÃO - Professores protestam contra reajuste de 2,95% e pedem reunião com o Governo
04/07/18, 12:23 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Comissão a empresário alvo da Lava Jato chegava a 40%, diz MPF
04/07/18, 12:16 | LEGISLAÇÃO - Câmara aprova projeto que impede ministro do STF de suspender lei por decisão individual
04/07/18, 11:37 | CORRUPÇÃO - Lava Jato no Rio deflagra Operação Ressonância contra fraudes na Saúde
04/07/18, 10:49 | MUNDO - Mulher de 92 anos mata filho após recusar ir para um asilo
03/07/18, 19:28 | INFRAESTRUTURA - Ministro libera mais de R$ 124 milhões para Teresina investir em habitação e mobilidade
03/07/18, 18:04 | FUTEBOL - Pela primeira vez, Inglaterra vence nos pênaltis em uma Copa
03/07/18, 16:33 | COPA DO MUNDO - Suécia vence Suíça e avança para as quartas de final
03/07/18, 15:08 | ARTIGO - É possível o julgamento de demandas eleitorais repetitivas
03/07/18, 14:43 | ARTIGO - Pena de Morte versus Direito à Vida
03/07/18, 14:25 | TRANSPORTE - Alunos protestam por colegas que não podem ir à aula no PI
03/07/18, 14:20 | CRIME - Eike Batista é condenado a 30 anos por corrupção e lavagem
03/07/18, 14:17 | SAÚDE PÚBLICA - Manaus decreta situação de emergência diante de surto de sarampo
03/07/18, 11:05 | CORRUPÇÃO & PROPINA - TCU pede para Supremo Tribunal regular uso de delações
03/07/18, 10:59 | ECONOMIA - 46% dos usuários do cheque especial recorrem ao limite todos os meses
03/07/18, 10:37 | COPA DO MUNDO - ‘Não sei como pará-lo’, diz jogador belga sobre Neymar
03/07/18, 10:30 | COPA DO MUNDO - Brasil chega às quartas com equilíbrio defensivo e um ataque fatal
03/07/18, 10:09 | COPA DO MUNDO - Três europeus e Colômbia definem últimas vagas para as quartas
03/07/18, 10:07 | VIOLÊNCIA - Falta de segurança custou R$ 365 bilhões ao Brasil em 2017, diz CNI
03/07/18, 09:55 | JUDICIÁRIO - Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira
03/07/18, 09:18 | ECONOMIA - Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
03/07/18, 09:15 | TECNOLOGIA - Encontro vai discutir uso de "identidades virtuais" no serviço público
03/07/18, 09:12 | ECONOMIA - Inflação medida pelo IPC-S sobe em seis capitais de maio para junho
03/07/18, 08:52 | POLÍTICA - Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
03/07/18, 08:48 | JUSTIÇA - Petrobras perde US$ 622 milhões em processo de arbitragem no exterior
03/07/18, 08:12 | ECONOMIA - Brasil perdeu 6,7 milhões de linhas de celular em um ano
02/07/18, 20:15 | COPA - Repórter da Globo é agredido por torcedores brasileiros na Rússia
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site