CBN - A rádio que toca notícia

PROPINA

Inquérito sobre decreto dos portos poupa sigilo bancário de Temer

A consulta aos autos revela que uma série de medidas não foram tomadas pela PGR e pela PF

12/02/18, 11:36
 
P
assados quatro meses da abertura do inquérito sobre um decreto do setor portuário, os sigilos bancário, telefônico e fiscal do presidente Michel Temer, de amigos e empresários foram preservados pelos investigadores -no caso, a Procuradoria Geral da República e a PF (Polícia Federal).

Na última sexta-feira (9), em entrevista à agência Reuters, o diretor-geral da PF, Fernando Segovia, criticou a qualidade das provas obtidas e indicou que o inquérito poderá ser arquivado.

A consulta aos autos, porém, revela que uma série de medidas não foram tomadas pela PGR e pela PF.

A investigação, que procura saber se Temer recebeu vantagem indevida das empresas da área, se concentrou até agora em aspectos formais, como depoimentos de dez investigados -incluindo Temer- que negam qualquer irregularidade na edição do decreto.

O inquérito foi aberto a partir da delação da JBS. Em telefonemas, o ex-assessor presidencial Rodrigo Loures conversou com membros do governo e parlamentares sobre o decreto. Ele queria incluir no texto um grupo de portos que tinham recebido concessões e arrendamentos antes de uma lei de 1993.

No decreto, de maio de 2017, o grupo acabou excluído -um dos pontos usados pela defesa de Temer para pedir arquivamento do caso.

Tanto a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, quanto o delegado da PF que preside o inquérito, Cleyber Malta Lopes, não demonstraram interesse em pedir ao ministro relator no STF, Luís Roberto Barroso, acesso à movimentação bancária do presidente para ver se há ou houve alguma relação com empresas do setor portuário.

PISTAS DE LADO

Pistas também deixaram de ser perseguidas. Em junho passado, a PF apreendeu na Argeplan, empresa do coronel aposentado da PM João Baptista Lima Filho, "um projeto de reforma de imóvel com nome Maristela Temer", filha do presidente, um recibo de pagamento em nome dela e um disco rígido com "diversas informações sobre a reforma no apartamento".

Eventuais pagamentos da Argeplan, que tem contratos com órgãos públicos, à filha de Temer poderia indicar a dissimulação de vantagens indevidas. Nenhum dos documentos, porém, foi até o momento cruzado com o sigilo bancário de Maristela, que também não foi quebrado.

A filha do presidente não aparece como alvo da investigação nem é citada pela PF como alguém que mereça ser ouvido no futuro.

No inquérito há um relatório que sugere quebrar sigilo dos investigados, incluindo Temer, mas o papel foi produzido por um agente e um escrivão da PF, legalmente incapaz de pedir a quebra.

Pelo sistema de foro privilegiado no STF, caberia a Dodge formalizar o pedido a Barroso, o que não havia ocorrido até sexta (9).

Existe a hipótese de os sigilos terem sido quebrados em algum procedimento sigiloso, mas não há nenhuma referência nos autos públicos da investigação.

A PGR informou que, sobre o inquéritos dos portos, toda "manifestação ocorrerá somente nos autos".

A Polícia Federal não havia se manifestado até a conclusão deste texto.

Fonte: JL/Folha
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
12/05/18, 20:31 | MOVIMENTO - Em todo o país, mães se organizam e pedem justiça por filhos assassinados pelo Estado
12/05/18, 20:22 | CORRUPÇÃO & PROPINA - PP cooptou sete deputados com dinheiro da Saúde e oferta de mais R$ 2,5 milhões para cada campanha
12/05/18, 20:05 | INVESTIGAÇÃO - Sérgio Moro determina abertura de inquérito contra o tucano Beto Richa
12/05/18, 16:12 | TRAGÉDIA - Desabamento em SP: polícia identifica restos mortais de irmãos gêmeos
12/05/18, 16:03 | ESPORTE - Neymar é liberado para retornar aos treinos com bola no PSG
12/05/18, 15:54 | DITADURA MILITAR - Hildegard Angel: Minha mãe foi morta por ordem de Geisel
12/05/18, 15:46 | GOVERNO - Temer, dois anos de gestão: denúncias de corrupção, crise institucional e aposta na economia
12/05/18, 15:36 | ESPORTE - "Perder jogos da Copa é o pior sentimento”, diz Pelé sobre Daniel Alves
12/05/18, 15:22 | OPINIÃO - Coisas da Política, por Tereza Cruvinel: 'Ciro, Lula e o PT'
12/05/18, 15:17 | JULGAMENTO - Mais de mil mães presas foram para a casa beneficiadas por decisão do STF
11/05/18, 21:18 | DOCUMENTO - Execuções sumárias da ditadura eram decididas na Presidência da República
11/05/18, 21:11 | REPERCUSSÃO - Documento atesta que matar na ditadura era política de Estado, diz advogado da CNV
11/05/18, 20:59 | CELEBRIDADE - Apostando na diversidade, Rihanna lança sua primeira linha de lingerie
11/05/18, 20:56 | VIOLÊNCIA - Troca de tiros em rodovia estadual termina com dois mortos em Floriano
11/05/18, 20:54 | PROPINA - Ex-funcionário da Transnacional diz que esteve no escritório de José Yunes para entregar dinheiro
11/05/18, 20:33 | TRAGÉDIA - Polícia reconhece 2ª vítima de desabamento de prédio em SP
11/05/18, 20:30 | CRIME - Justiça mandar prender ex-vereador por agressão a manifestante anti-PT
11/05/18, 20:13 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Gilmar Mendes manda soltar Paulo Preto, operador de propinas do PSDB
11/05/18, 15:08 | ESPORTE - Perto do retorno, Neymar diz: "preciso perder o medo"
11/05/18, 14:40 | RECURSOS - TCU autoriza liberação do empréstimo com a Caixa para o Piauí
11/05/18, 12:55 | ASSASSINATO - Mãe de Marielle “não quer acreditar” em participação de vereador
11/05/18, 12:51 | ESPORTE - Daniel Alves está fora da Copa do Mundo, e Tite já busca substituto
11/05/18, 12:34 | POLÍTICA - Pesquisa interna do MDB mostra que partido rechaça aliança com Alckmin
11/05/18, 12:20 | POLÊMICA - Mendes se dirige a Cármen Lúcia, comenta suicídio e é 'emparedado' com revelação
11/05/18, 12:06 | MUDANÇA - Placas de veículos terão até dezembro padrão dos países do Mercosul
10/05/18, 20:27 | MEMORANDO - Geisel determinou execução sumária de presos políticos, diz CIA
10/05/18, 20:13 | ELEIÇÕES 2018 - 43,4% dos eleitores serão influenciados pela redes sociais, diz pesquisa
10/05/18, 20:08 | FORO PRIVILEGIADO - Em uma semana, ao menos 50 processos contra parlamentares já foram remetidos a instâncias inferiores
10/05/18, 19:59 | JULGAMENTO - Ações de improbidade não têm foro especial no STF, decidem ministros
10/05/18, 19:56 | POLÊMICA - Nos seis meses da lei trabalhista, Paim e juízes apresentam 'nova CLT'
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site