CBN - A rádio que toca notícia

ARTIGO

O magistrado e o exaurimento da jurisdição

Portanto, uma vez prolatada e publicada a sentença o juiz cumpre e encerra o ofício jurisdicional no respectivo processo-crime. Encerrada sua função, não mais cabe ao magistrado se manifestar sobre a causa

10/07/18, 13:41

Por Nixonn Freitas Pinheiro, advogado (foto)

N

o Direito Penal e no Processual Penal, tal qual no âmbito civil, colhemos uma questão jurídica de substancial relevância constitucional: “o exaurimento da função jurisdicional” ou simplesmente o “exaurimento da jurisdição”.

Segundo Ricardo Benevenuti Santolini, especialista em Direito Penal e Processo Penal, em seu compêndio “A Jurisdição no Processo Penal”, jurisdição existe para vários ramos do direito. Pela definição de Giuseppe Chiovenda - cita o especialista -, jurisdição é “a função do Estado que tem por escopo a atuação da vontade concreta da lei por meio da substituição, pela atividade de órgãos públicos, na atividade de particulares ou de outros órgãos públicos, já no afirmar da existência da vontade da lei, já no torná-la, praticamente, efetiva.” José Frederico Marques é ainda mais objetivo, dizendo que é “a função estatal de aplicar as normas da ordem jurídica em relação a uma pretensão”.

Quando se exaure, então, a função jurisdicional? Em outros termos, interroga-se: “Quando termina a função do juiz no processo-crime, por exemplo?” A resposta é simples: “Quando há a prolação da sentença”. É justamente aqui que se encerra a prestação jurisdicional, a função judicante no processo-crime. Aqui surge a figura jurídica do “juiz sentenciante”. Após, o juiz tem apenas uma oportunidade para se manifestar processo-crime: quando julga admitindo ou não o recurso de embargos de declaração.

Havendo recurso de apelação contra uma sentença condenatória ou absolutória, seja pelo Ministério Público ou pelo sentenciado (quando condenado), o juiz sentenciante se desliga do processo-crime.

Transitada em julgado a sentença, o juiz sentenciante somente voltará ao respectivo processo-crime se ele próprio for o juízo competente da execução da pena. Isso ocorre quando em uma determinada Comarca ou jurisdição houver Vara Única. Caso contrário, transitada em julgado ou não a sentença o processo-crime segue para o juízo da execução da pena e não para o juízo sentenciante, seja para a execução provisória ou definitiva da pena.

Portanto, uma vez prolatada e publicada a sentença o juiz cumpre e encerra o ofício jurisdicional no respectivo processo-crime. Encerrada sua função, não mais cabe ao magistrado se manifestar sobre a causa.

Esgotada a função jurisdicional do juiz sentenciante, seja para executar a pena provisoriamente, seja para executá-la definitivamente, a competência e a função jurisdicional se transfere para a alçada do juízo da Execução da Pena, que tem por objetivo efetivar as disposições da sentença ou de decisão criminal e proporcionar condições para a harmônica integração social do condenado e do internado. Portanto, a execução penal competirá ao Juiz indicado na lei local de organização judiciária e, na sua ausência, ao da sentença. Seja execução provisória ou definitiva.

O art. 66, da Lei Federal nº 7.210, de 11 de julho de 1984, define as competências do juiz da execução penal, entre as quais a de aplicar aos casos julgados lei posterior que de qualquer modo favoreça o condenado; declarar extinta a punibilidade; decidir sobre soma ou unificação de penas; progressão ou regressão nos regimes; detração e remição da pena; suspensão condicional da pena; livramento condicional; incidentes da execução, etc., etc.

Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
07/07/18, 12:35 | CORRUPÇÃO - Gilmar Mendes: “Em um momento houve canonização da Lava Jato”
07/07/18, 12:27 | REPERCUSSÃO - Prefeito de Bruxelas agride Neymar nas redes
07/07/18, 12:12 | INTERNACIONAL - Fortes chuvas deixam mais de 30 mortos e 47 desaparecidos no Japão
07/07/18, 12:08 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Delator da JBS relata pressão para ajudar Temer
07/07/18, 11:47 | COPA DO MUNDO - 'Neymal': jornais da Europa destacam a má atuação do camisa 10
07/07/18, 11:23 | POLÍTICA - Lei Eleitoral restringe atos do poder público a partir de hoje
06/07/18, 18:27 | COPA - Torcida se cala no Vale do Anhangabaú ao final do jogo com belgas
06/07/18, 18:23 | ESPORTE - Copa inclusiva leva emoção a deficientes em São Paulo
06/07/18, 18:19 | COPA - Belgas fazem festa na embaixada do país em Brasília após classificação
06/07/18, 18:02 | NEPOTISMO - Jungmann nomeia ex-mulher para cargo em seu ministério
06/07/18, 17:50 | ADMINISTRAÇÃO - Ministério descredencia mais de 4 mil equipes de saúde da família
06/07/18, 17:43 | MEMÓRIA - Documentário mostra como futebol foi usado pela ditadura para propaganda política
06/07/18, 17:29 | POLÍTICA - Em jantar com Alckmin, Centrão indica apoio a Ciro
06/07/18, 17:12 | ESPORTE - Até 2022: Brasil perde para a Bélgica e é eliminado da Copa da Rússia
06/07/18, 13:50 | ESPORTE - Serviços e comércio têm horário especial por causa de jogo do Brasil
06/07/18, 13:43 | COPA DO MUNDO - França elimina Uruguai e vai à semifinal da Copa
05/07/18, 22:42 | COPA DO MUNDO - Único confronto com belgas em copas teve vitória do Brasil por 2 x 0
05/07/18, 22:37 | SELEÇÃO - Lateral Danilo sofre nova contusão e não joga mais na Copa do Mundo
05/07/18, 17:12 | POLÍTICA - É preciso mudar modelo de escolha dos ministros do STF, diz Alvaro Dias
05/07/18, 17:03 | ECONOMIA - Alimentos da cesta básica ficam mais caros pelo segundo mês seguido
05/07/18, 17:00 | INVESTIGAÇÃO - PF: Marun é suspeito de ligação com fraudes no Ministério do Trabalho
05/07/18, 15:21 | PRESTAÇÃO DE CONTAS - Procurador da Justiça pede e TCE-PI decide bloquear as contas da Prefeitura e da Câmara Municipal de Luzilândia
05/07/18, 13:59 | INCIDENTE - Incêndio atinge sete ônibus em garagem de Teresina e prejuízo é de R$ 2 milhões
05/07/18, 13:53 | REIVINDICAÇÃO - Em Brasília, trabalhadores ocupam ministério contra cortes no Minha Casa Minha Vida
05/07/18, 13:46 | MOVIMENTO - Em defesa do BB, da Caixa e empresas públicas, trabalhadores fazem atos pelo país
05/07/18, 13:42 | DADOS - IBGE: apenas 39,7% dos municípios tinham plano de habitação em 2017
05/07/18, 13:40 | POLÍTICA - Mulheres são prefeitas em 11,9% das cidades brasileiras
05/07/18, 13:32 | COPA DO MUNDO - Tite confirma retorno de Marcelo e comenta disputa entre Firmino e Jesus
05/07/18, 13:29 | INVESTIGAÇÃO - Ministro do Trabalho presta depoimento à Polícia Federal
05/07/18, 12:49 | EDUCAÇÃO - Teresina tem professor finalista no Prêmio Educador Nota 10
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site