CBN - A rádio que toca notícia

CORRUPÇÃO & PROPINA

Fachin autoriza inquérito para investigar doações a senadores do MDB

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela PGR

16/05/18, 21:22

O

ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje (16) determinar abertura de inquérito para investigar suposto repasse de R$ 40 milhões em doações eleitorais a políticos do MDB do Senado. As investigações devem envolver os senadores emedebistas Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR), Eunício Oliveira (CE), Eduardo Braga (AM), Edison Lobão (MA), Valdir Raupp (RO), Roberto Requião (PR), além do ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rego.

O pedido de abertura da investigação foi solicitado ao STF pela Procuradoria-Geral da República (PGR), com base nos depoimentos de delação premiada do ex-diretor da Transpetro, subsidiária da Petrobras, Sérgio Machado, e do executivo do grupo J&F, Ricardo Saud.

Em um dos depoimentos, Machado disse que “nas reuniões ocorridas na residência de Renan Calheiros, que o grupo JBS iria fazer doações ao PMDB, a pedido do PT, na ordem de R$ 40 milhões”.

“Com relação à abertura das investigações, como sabido, uma vez requerida a abertura de investigações pela Procuradoria-Geral da República, incumbe ao relator deferi-la, não lhe competindo qualquer aprofundamento sobre o mérito das suspeitas apontadas, exceto se, a toda evidência, revelarem-se inteiramente infundadas”, decidiu Fachin.

Defesa

Em nota, o MDB afirmou que "repudia mais uma tentativa de criminalização da política". "Esperamos que a conclusão deste inquérito seja rápida e acreditamos que ao final a verdade será restabelecida", defendeu a legenda em nota.

Em comunicado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, classificou de "falsa e caluniosa" a afirmação dos delatores. Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, Eunício "nunca recebeu" doações de Sérgio Machado que é, de acordo com os assessores, adversário político histórico do senador. Ele também negou o recebimento de dinheiro proveniente do PT.

O senador Renan Calheiros negou o recebimento de caixa 2 ou vantagens e disse que o inquérito será arquivado "por falta de provas". Assim como os demais parlamentares, Calheiros disse que as doações foram declaradas na prestação de contas e ocorreram na forma da lei.

"O inquérito será uma oportunidade para mostrar as mentiras contadas por criminosos confessos, que negociaram acordos vantajosos com o Ministério Público. Machado, inclusive, já perdeu benefícios da delação por não comprovar nada do que disse", afirmou.

Também por meio de nota, o senador Eduardo Braga disse confiar na investigação da Polícia Federal. "Todas as doações da campanha de 2014 foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral". Na mesma linha, a defesa de Edison Lobão disse que não tem preocupação com as "delações em massa que não fazem provas" e que vão ser questionadas pelo Judiciário.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/09/18, 14:44 | INFORME - Uma criança morre a cada cinco segundos no mundo, alerta OMS
18/09/18, 14:37 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisa Amostragem: Wellington Dias amplia vantagem em Teresina
18/09/18, 12:32 | POLÍTICA - Ciro diz que não critica Lula porque ex-presidente está na cadeia
18/09/18, 11:53 | CAMPANHA ELEITORAL - Aliados querem que Alckmin dissemine pânico, e miram votos de Bolsonaro
17/09/18, 22:02 | PESQUISA - Um terço da população vê campanha conduzida com ódio e sem discutir soluções
17/09/18, 22:00 | PESQUISA - Dilma mantém 28% e lidera com folga para o Senado em MG, aponta Ibope
17/09/18, 21:58 | ELEIÇÕES - TRE-RJ rejeita por unanimidade pedido de impugnação da candidatura de Lindbergh
17/09/18, 21:51 | CRIME - Estudo aponta queda na disseminação de notícias falsas no Facebook
17/09/18, 21:38 | POLÍTICA - Ministro do TSE proíbe carta de Lula em propaganda eleitoral de Haddad
17/09/18, 21:35 | POLÊMICA - Desembargador não comparece e julgamento dos cartórios é adiado pela 4ª vez
17/09/18, 21:28 | ELEIÇÕES 2018 - No pleito, número de cidades do Piauí com forças federais pode chegar a 136
17/09/18, 21:19 | ELEIÇÕES 2018 - Dilma não está inelegível e pode disputar Senado, diz Justiça Eleitoral
17/09/18, 21:03 | ELEIÇÕES - Alckmin: Bolsonaro tenta justificar a derrota ao falar em fraude
17/09/18, 20:58 | SAÚDE - Mortes por câncer devem chegar a 9,6 milhões neste ano, estima OMS
17/09/18, 20:54 | POLÊMICA - Entenda o caso da advogada presa durante audiência no Rio
17/09/18, 20:48 | ARTIGO - Lula – O “canto” e o “encanto” irradiado de dentro da prisão
17/09/18, 15:00 | POLÍTICA - Apoio de Felipe Melo a Bolsonaro não reflete nossa visão, diz Palmeiras
17/09/18, 14:57 | PESQUISA - Banco com mais mulheres na chefia tem melhores resultados, diz FMI
17/09/18, 14:37 | POLÍTICA - Eleições 2018: voto nulo e branco é o mais forte em 16 anos
17/09/18, 14:16 | DISCURSO - Boas ideias são de todos, diz Ciro sobre proposta de Haddad
17/09/18, 14:12 | POLÍTICA - Haddad: Lula seria ouvido, mas quem assina lei é o presidente
17/09/18, 14:06 | ELEIÇÕES 2018 - Urna eletrônica é totalmente confiável, diz Toffoli sobre críticas
17/09/18, 13:04 | PESQUISA - Haddad distancia-se de Ciro e se consolida no 2º turno
17/09/18, 08:31 | ELEIÇÕES 2018 - Haddad cresce quatro vezes em uma semana e assume segunda colocação em nova pesquisa
16/09/18, 22:56 | FUTEBOL INTERNACIONAL - Cristiano Ronaldo faz 2, desencanta e mantém Juventus líder
16/09/18, 22:54 | BRASILEIRÃO - São Paulo empata com o Santos e assume a ponta do Brasileirão
16/09/18, 22:06 | BRASILEIRÃO - Corinthians desencanta, vence o Sport de virada e sobe na classificação
16/09/18, 15:55 | POLÍTICA - Eleição caminha para confronto entre PT e o antipetismo, avalia Tereza Cruvinel
16/09/18, 13:53 | POLÍTICA - Para Alckmin, votar em Bolsonaro para tirar PT pode ter efeito inverso
16/09/18, 13:41 | ARTIGO - Eleição Presidencial: A “incapacidade e morte anunciadas” de Bolsonaro
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site