CBN - A rádio que toca notícia

POLÊMICA

Relator de investigação sobre Temer no STF intima Segovia a explicar declarações

Para Luís Roberto Barroso, comentários sobre inquérito podem caracterizar infração penal. À Reuters, diretor da PF disse que tendência é recomendar arquivamento de inquérito contra Temer

10/02/18, 15:58

O

ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), intimou o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, a explicar declarações dadas em entrevista sobre investigação sobre o presidente Michel Temer.

Em entrevista à agência Reuters, Segovia disse que a tendência na PF é recomendar o arquivamento da investigação, na qual Temer é suspeito de beneficiar a empresa Rodrimar em um decreto que renovou concessões no Porto de Santos.

Entenda
 
À TV Globo, Segovia disse, por telefone, que vai comparecer ao gabinete do minstro Barroso, levando a transcrição da entrevista à Reuters, e vai dizer que suas declarações foram mal interpretadas pela imprensa.

Ele disse que não tem, nem teve, a intenção de interferir na investigação ou no trabalho do delegado. Em carta a servidores da PF, Segovia negou ter dito que o inquérito será arquivado e disse que a equipe responsável pelo caso tem "toda a autonomia e isenção".

Para Barroso, no entanto, a conduta de Segovia na entrevista “é manifestamente imprópria e pode, em tese, caracterizar infração administrativa e até mesmo penal”.

O ministro entendeu que na entrevista o diretor da PF ameaçou o delegado responsável pelo caso, “que deve ter autonomia para desenvolver o seu trabalho com isenção e livre de pressões”.

Considerou também que a investigação ainda tem diversas diligências pendentes, “razão pela qual não devem ser objeto de comentários públicos” e que, como relator do caso, ainda não recebeu relatório final” do delegado Cleyber Malta Lopes nem parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), que conduz a investigação.

Barroso determinou, na intimação, que, além de prestar esclarecimentos, Segovia deverá se abster de novas manifestações sobre o caso.

Delegados reagem

Delegados do grupo de inquéritos da Lava Jato reagiram à fala de Segovia. Em troca de mensagens em grupo de whatsapp, investigadores disseram que as declarações de Segovia são manifestação pessoal e de responsabilidade dele.

A mensagem diz, ainda, que ninguém da equipe de investigação foi consultado ou referendou essa manifestação.

"Ninguém da equipe de investigação foi consultado ou referenda essa manifestação, inclusive pelo fato de que em três de anos de Lava Jato no STF nunca houve uma antecipação ou presunção de resultado de investigação pela imprensa", diz a mensagem.

Fonte: JL/G1
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
13/12/18, 13:54 | CRIME - Polícia do Rio cumpre primeiros mandados de prisão no caso Marielle Franco
13/12/18, 13:51 | ECONOMIA - Começa nesta quinta pagamento do sexto lote do Abono Salarial PIS de 2017
13/12/18, 13:45 | INTERNACIONAL - Homem que matou brasileira na Nicarágua é condenado a 15 anos
13/12/18, 13:40 | VATICANO - Papa envia telegrama a Campinas e pede que todos exerçam o perdão
13/12/18, 13:36 | CRIMES - STF suspende do cargo o Ministro do Trabalho em exercício na Operação Espúrio
12/12/18, 19:32 | POLÍTICA - Intelectuais, artistas e líderes populares lançam manifesto em ato pela democracia
12/12/18, 19:17 | EVENTO - Governadores querem participar da formulação de medidas para segurança
12/12/18, 19:15 | CRIMINALIDADE - Dupla rende funcionário dos Correios e rouba carro com encomendas em Teresina
12/12/18, 19:05 | ASSÉDIO SEXUAL - Ministério Público de Goiás pede prisão do médium João de Deus
12/12/18, 18:55 | MUNDO - Maduro denuncia plano 'terrorista' dos EUA e Brasil para assassiná-lo
12/12/18, 14:44 | DISCURSO - Ministro Dias Toffoli diz: Juiz não deve expressar opinião pessoal em redes sociais
12/12/18, 14:40 | REUNIÃO - Governadores eleitos dizem: Presídios e combate a facções são dores de cabeça
12/12/18, 14:33 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisa Ipsos indica que 74% dos entrevistados desaprovam Bolsonaro na América Latina
12/12/18, 12:52 | ENCONTRO - OAB recomenda que poder público retome o controle das penitenciárias
12/12/18, 12:49 | TRAGÉDIA - Catedral de Campinas recebe flores em homenagem a vítimas de atirador
12/12/18, 12:21 | EVENTO - Para Dias Toffoli, conciliação é o caminho para resolver conflitos
11/12/18, 19:34 | PARLAMENTO - Câmara aumenta pena de maus-tratos contra animais e zoofilia
11/12/18, 19:31 | PARLAMENTO - Comissão da Câmara aprova restrição de foro a chefes dos três Poderes
11/12/18, 19:27 | TRAGÉDIA - Atirador de Campinas trabalhou como auxiliar da Promotoria de SP
11/12/18, 17:59 | CRÍTICA - Tasso: Aécio ‘já prejudicou muito’ o PSDB
11/12/18, 17:42 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Ministro do STF vê “indícios de relação ilícita” entre Aécio e delatores da JBS
11/12/18, 15:56 | CRIME - Tiroteio em catedral deixa cinco mortos no centro de Campinas
11/12/18, 15:52 | CRIME - Em 24 horas, 78 supostas vítimas de João de Deus procuram MP de Goiás
11/12/18, 15:48 | PARLAMENTO - Comissão encerra sem votar Escola sem Partido e arquiva projeto
11/12/18, 11:46 | PROPINA - PF queria prisão domiciliar a Aécio, Paulinho e Cristiane; PGR negou
11/12/18, 11:39 | TRANSIÇÃO - Militares apresentam a Bolsonaro situação da segurança nos estados
11/12/18, 11:36 | ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA - Operação da PF combate fraudes em licitações no Nordeste
11/12/18, 10:50 | INVESTIGAÇÃO - Assessor de Bolsonaro movimentou R$ 1,2 mi e mora em casa pobre
11/12/18, 10:44 | POLÍTICA - Dono de carreira promissora, Aécio Neves destruiu a própria imagem
11/12/18, 10:33 | PROPINA - Paulinho vendeu apoio do Solidariedade ao PSDB por R$ 15 milhões
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site