CBN - A rádio que toca notícia

DEPOIMENTO

Amigo de Temer diz à PF que presidente tem um andar inteiro em prédio de luxo em SP

O único negócio com Temer citado no depoimento de Yunes à PF foi o andar no prédio aonde fica localizado o escritório político do presidente

08/01/18, 18:35

I

nvestigado pela Operação Lava Jato, o advogado e ex-assessor da presidência da República José Yunes relatou em depoimento à Polícia Federal que fez apenas uma operação de venda de imóvel para Michel Temer; ele respondeu a 30 perguntas sobre sua relação com o peemedebista, de quem é amigo há 50 anos e de quem foi assessor no Palácio do Planalto, no inquérito que investiga suposta propina a Temer no Porto de Santos

Advogado e ex-assessor da Presidência da República José Yunes relatou em depoimento à Polícia Federal, no dia 30 de novembro, que realizou apenas uma operação de venda de imóvel para o presidente Michel Temer. A GloboNewsobteve a íntegra do depoimento de Yunes, que é investigado por suspeita de corrupção na Lava Jato.

Ele respondeu a 30 questões sobre a sua relação com presidente, de quem é amigo há 50 anos e de quem foi assessor no Palácio do Planalto, no inquérito que investiga suposta propina a Temer no Porto de Santos. Yunes pediu demissão do cargo em dezembro de 2016, após ser delatado pela Odebrecht.
 
Na pergunta de número 24, Yunes é questionado pelo delegado Ricardo Ishida sobre quais negócios realizou com Temer e se já havia vendido algum imóvel ou repassado algum valor ao presidente. Yunes respondeu:

“QUE nunca vendeu nenhum imóvel para ele como pessoa física; QUE há cerca de vinte anos, quando o declarante tinha uma incorporadora, MICHEL TEMER comprou um andar em um prédio comercial da incorporadora do declarante à época; QUE o andar adquirido é o da Rua Pedroso Alvarenga, 900, 10º andar, sendo tudo contabilizado e informado nas declarações de imposto de renda do declarante e de MICHEL TEMER; QUE não se recorda de nenhum outro negócio envolvendo o Presidente TEMER; QUE nunca fez repasses de valores para Presidente TEMER ou para qualquer emissário dele ou do partido PMDB”.

O único negócio com Temer citado no depoimento de Yunes à PF foi o andar no prédio aonde fica localizado o escritório político do presidente.

O advogado de Yunes, José Luís Oliveira Lima, negou ao blog que tenha havido qualquer omissão no depoimento de Yunes à PF. Segundo ele, quando Yunes prestou depoimento, respondeu a todas as perguntas que lhe foram feitas: “Esclareceu que o presidente Temer comprou há vinte anos um imóvel comercial de uma incorporadora que lhe pertenceu. Essa operação foi devidamente registrada no IR”, explicou.

Yunes é apontado pelo operador financeiro Lúcio Funaro, que fez uma delação premiada, como um dos responsáveis por administrar as propinas supostamente pagas ao presidente e por fazer o “branqueamento” dos valores. De acordo com Funaro, para lavar o dinheiro e disfarçar a origem, Yunes investia os valores ilícitos em sua incorporadora imobiliária.

Em julho passado, a revista “Veja” revelou que a família de Temer comprou do advogado dois escritórios, uma casa e o andar de um prédio em áreas nobres de São Paulo que valeriam atualmente, segundo a reportagem, R$ 18,4 milhões, e foram adquiridos entre os anos 2000 e 2010, quando Temer era deputado federal.

Indagado sobre o fato de não terem sido citados outros imóveis que foram negociados entre as famílias Yunes e Temer, o advogado afirmou que não houve perguntas a respeito.

Um desses imóveis é um andar do edifício Spazio Faria Lima, no Itaim Bibi. Em relação a ele, Oliveira Lima disse que o imóvel foi “vendido pela empresa YUNY, a qual José Yunes não tem nenhuma relação societária”. A empresa YUNY foi fundada por Yunes, mas hoje pertence aos filhos dele. O imóvel foi comprado por Temer três anos antes do seu lançamento, em 2003.

Em junho de 2010, Yunes comprou uma casa no bairro Alto de Pinheiros, zona também nobre de São Paulo, por R$ 750 mil. Um mês depois o imóvel foi vendido à atual primeira-dama Marcela Temer por R$ 830 mil, quantia doada a ela pelo marido antes da compra, segundo informou a assessoria do Planalto à revista.

Sobre a casa de Marcela Temer, primeira-dama, o advogado afirmou que “em momento algum José Yunes foi indagado pela autoridade policial sobre qualquer operação comercial efetuada com a Sra. Marcela Temer, se tivesse sido perguntado teria esclarecido pois a mesma foi absolutamente regular e inserida no IR”.

Yunes e Temer são amigos há 50 anos. Costumam se encontrar quando o presidente viaja a São Paulo, nos finais de semana. Uma dessas vezes ocorreu no dia 10 de novembro, na casa do presidente da Fiesp, Paulo Skaf. Outra, no dia 26 de novembro, quatro dias antes do depoimento à Polícia Federal. Temer estava em recuperação no hospital Sírio Libanês e foi visitado pelo advogado. Uma semana após o depoimento, já em dezembro, eles se encontraram novamente em São Paulo no escritório político do presidente.

Sobre o encontro de Yunes com Temer quatro dias antes do depoimento, o advogado José Luís Oliveira Lima disse que “José Yunes e o presidente, como é sabido, são amigos há 50 anos e a visita ao hospital Sírio Libanês foi fruto dessa amizade”.

Fonte: JL/Globo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
11/07/18, 16:44 | CRIME - Polícia prende dupla que usava adolescentes para invadir casas em Teresina
11/07/18, 16:37 | EMPREGO - MP-PI divulga edital de concurso com 26 vagas e salário de até R$ 6 mil
11/07/18, 16:35 | JUDICIÁRIO - Cármen Lúcia garante pensão por morte às filhas de servidores públicos
11/07/18, 16:20 | POLÍTICA - Campanha pretende aumentar número de mulheres nos parlamentos do país
11/07/18, 16:16 | MOVIMENTO - Bancários protestam em todo o país em defesa da convenção coletiva
11/07/18, 16:13 | SINDECALISMO - Centrais reforçam 10 de agosto como dia de 'basta ao desemprego'
11/07/18, 14:14 | CONHECIMENTO - Thalita Pinheiro chega do Rio onde cursa Mestrado em Engenharia de Materiais
10/07/18, 18:12 | COPA - França melhor: um time que pode ser um símbolo contra o racismo e o ódio aos refugiados
10/07/18, 17:50 | ESPORTE - França vence Bélgica por 1x0 e está na final da Copa do Mundo
10/07/18, 17:29 | POLÊMICA - CNJ abre investigação preliminar contra Favreto, Moro e Gebran Neto
10/07/18, 16:35 | POLÊMICA - Embate de instâncias jurídicas deve contaminar eleição, dizem analistas
10/07/18, 16:32 | CORRUPÇÃO - Mesmo isolado, Geddel se comporta de forma indisciplinada, diz juíza
10/07/18, 16:28 | POLÍTICA - A poucos meses do fim do mandato, Temer acelera liberação de verba
10/07/18, 14:33 | FUTEBOL - Para a história: Cristiano Ronaldo fecha ciclo pelo Real e acerta com a Juventus
10/07/18, 14:26 | CRIMINALIDADE - Teresina: Carro roubado de dono de academia foi usado em dois assaltos antes de ser abandonado
10/07/18, 14:14 | MUNDO - Doze meninos e o técnico de futebol são retirados de caverna após três dias de resgate na Tailândia
10/07/18, 14:09 | POLÍTICA - Lula: Temer vende patrimônio público 'a preço de banana'
10/07/18, 13:59 | ECONOMIA - Brasil fica em 64º lugar em ranking mundial de inovação
10/07/18, 13:46 | ARTIGO - A liberdade de expressão durante o processo eleitoral
10/07/18, 13:41 | ARTIGO - O magistrado e o exaurimento da jurisdição
10/07/18, 11:37 | ARTIGO - A interpretação conforme a constituição e a jurisprudência do STF
09/07/18, 19:38 | EVENTO - No Brasil, Malala defende que a educação é o melhor investimento
09/07/18, 19:19 | ESTATÍSTICA - Em sete meses, Piauí já registra 78% do número de casos de feminicídio de 2017
09/07/18, 18:45 | POLÍTICA - Marco Aurélio, do STF, diz que Moro agiu fora da lei contra Lula
09/07/18, 18:32 | POLÊMICA - Juízes defendem desembargador: 'Independência judicial é pilar do Estado de direito'
09/07/18, 18:23 | POLÊMICA - Ordem jurídica é 'sacrificada' para manter Lula preso, diz jurista
09/07/18, 18:00 | POLÍTICA - 7 eleições presidenciais indicam que só 5 candidatos têm chance em 2018
09/07/18, 17:55 | ECONOMIA - CNI aponta índice do medo do desemprego acima da média histórica
08/07/18, 20:01 | DECISÃO - Presidente do TRF-4 mantém Lula preso e encerra disputa judicial
08/07/18, 19:50 | IMBRÓGLIO - Defesa de Lula diz que Moro, de férias, atuou para impedir soltura
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site