CBN - A rádio que toca notícia

LAVA JATO

STF pode julgar habeas corpus de Lula ainda neste ano, diz Fachin

Defesa de Lula argumenta que juiz Moro não agiu de forma imparcial

07/11/18, 19:00

O

ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse hoje (7) acreditar na possibilidade de que seja julgado ainda neste ano na Corte o mais recente habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa pede a soltura de Lula sob o argumento de que o juiz federal Sérgio Moro não agiu com imparcialidade.

“É possível, se os prazos forem cumpridos”, afirmou Fachin, em sessão plenária nesta quarta-feira (7). Ontem (6), ele deu prazo de cinco dias para Moro e o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) se manifestarem no processo. Em seguida, a Procuradoria-Geral da República terá o mesmo tempo para dar seu parecer.

Questionado se o caso deve ser, de fato, apreciado na Segunda Turma, e não no plenário do STF, Fachin afirmou que sim.

“A matéria é pacífica sobre o tema, creio que não há razão de enviar para o plenário como houve em outras hipóteses que havia questões importantes para que o plenário definisse. Como há jurisprudência assentada, a competência originariamente é da Turma”, disse.

Para o ministro Gilmar Mendes, que também integra a Segunda Turma, no entanto, o mais recente pedido de liberdade de Lula deve voltar a ser discutido em plenário. “Eu acho que a matéria acabará vindo para o plenário, acho que é natural”, disse.

“A Turma é que delibera. Acho que essa [de levar a plenário] é que será a avaliação. É uma decisão do colegiado, mas considerando a complexidade do tema, a delicadeza, os precedentes anteriores, é de se esperar que seja essa a decisão. Mas a Turma é soberana”, acrescentou Mendes.

Lula está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação confirmada pelo TRF4, que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Argumentos

No pedido, a defesa de Lula volta a suscitar a suspeição do juiz Sérgio Moro para julgar Lula. Os argumentos foram reforçados após o magistrado ter aceitado o cargo de ministro da Justiça no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Os advogados de Lula querem que seja reconhecida a suspeição de Moro para julgar processos contra o ex-presidente e que sejam considerados nulos todos os atos processuais que resultaram na condenação no caso do triplex do Guarujá (SP).

O pedido ainda requer que sejam suspensas outras ações penais contra Lula que estavam sob a responsabilidade de Moro, como as que tratam de suposto favorecimento por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP) e de supostas propinas da empresa Odebrecht. Nesta última, o depoimento do ex-presidente está marcado para 14 de novembro.

“Lula está sendo vítima de verdadeira caçada judicial entabulada por um agente togado que se utilizou indevidamente de expedientes jurídicos para perseguir politicamente um cidadão, buscando nulificar, uma a uma, suas liberdades e seus direitos”, afirmam os advogados.

Em entrevista concedida ontem (6), Moro rebateu os argumentos da defesa de Lula. "Isso [o convite para ser ministro] não tem nada a ver com o processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele foi condenado e preso porque cometeu um crime e não por causa das eleições", disse o juiz.
 
Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
13/01/19, 16:26 | VIOLÊNCIA - 'Estão reagindo à aplicação da lei', diz secretário sobre ataques no Ceará
13/01/19, 16:20 | ENSINO - 10 dicas cientificamente comprovadas para melhorar bastante seus estudos
13/01/19, 16:18 | PROPOSTA - Ideia legislativa quer acabar com pagamento de anuidade da OAB
12/01/19, 20:43 | CORRUPÇÃO & PROPINA - Toffoli passa decisão sobre denúncias contra Temer para Barroso
12/01/19, 20:39 | VIOLÊNCIA - Deputados do Ceará preparam pacote de lei contra crime organizado
12/01/19, 20:34 | INTERNACIONAL - Explosão em padaria de Paris deixa mortos e dezenas de feridos
12/01/19, 17:44 | TERROR - Polícia apreende toneladas de explosivos que seriam usados em ataques no Ceará
12/01/19, 17:20 | VIOLÊNCIA - Decreto pró-arma de Bolsonaro poderá abranger 76% da população
12/01/19, 17:18 | CRIME - Witzel: Prisão dos envolvidos no caso Marielle deve acontecer neste mês
12/01/19, 17:12 | SFT - Toffoli passa decisão sobre denúncias contra Temer para Barroso
12/01/19, 16:13 | DECISÃO - Toffoli suspende pagamentos de advogados com recursos do Fundeb
12/01/19, 15:59 | ARTIGO JURÍDICO - Caos no Ceará e Terrorismo
12/01/19, 15:52 | DESCASO - Em vídeo, Queiroz dança no hospital com a mulher e a filha rindo do povo
12/01/19, 15:37 | TERRORISMO - Torre de transmissão de energia é alvo de ataque na Grande Fortaleza
12/01/19, 15:33 | VIOLÊNCIA - Bolsonaro defende que ataques no CE sejam considerados terrorismo
11/01/19, 23:25 | OPINIÃO PÚBLICA - Pesquisas: 91% querem polícias mais enérgicas contra o crime organizado
11/01/19, 21:09 | POLÍTICA - Com Bolsonaro articulação política deve piorar, apostam líderes
11/01/19, 21:06 | ECONOMIA - Bolsonaro veta regras para cheques e proíbe crédito bancário a devedores do FGTS
11/01/19, 20:53 | CRIMINALIDADE - Governo paulista autoriza PM a usar arma calibre 12 em chamadas do 190
11/01/19, 20:43 | ESPORTE - CBF divulga tabela detalhada da primeira fase da Copa do Brasil
11/01/19, 20:37 | PUNIÇÃO - Bolsonaro sanciona lei que determina cassar CNH de condenados por contrabando
11/01/19, 20:29 | PROPINA - MPF pede condenação de ex-assessor de Temer no caso da mala com R$ 500 mil
11/01/19, 20:19 | POLÊMICA - Petrobras violou plano de cargos para promover 'amigo particular' de Bolsonaro, diz federação
11/01/19, 16:25 | ABUSOS SEXUAIS - João de Deus passa mal novamente na prisão e é medicado
11/01/19, 16:21 | POLÍTICA - Governo estuda enviar proposta única de reforma da Previdência
11/01/19, 16:18 | PREVIDÊNCIA - Teto do INSS para aposentadoria deve subir para R$ 5.839,45
11/01/19, 15:56 | POLÍTICA - Funcionários do BB estão indignados com nomeação de filho de Mourão
11/01/19, 15:53 | POLÊMICA - Bolsonaro ironiza nomeação de amigo como executivo na Petrobras
11/01/19, 15:49 | REPERCUSSÃO - 'Um ano fatídico começou para o Brasil', opina o Jornal 'NY Times'
11/01/19, 15:31 | ESPORTE - Com Marcelo, lista da Uefa de melhores de 2018 ignora Neymar
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site