CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Folha mostra que Bolsonaro mentiu a seus eleitores sobre seus gastos na Câmara

A Folha checou valores com base em dados oficiais e públicos da Câmara. Na verdade, segundo as informações da Casa, o deputado gastou muito mais do que publicou na tabela

10/01/18, 12:55

O

deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) divulgou nas redes sociais nesta terça-feira (9) um número inflado da economia que teria feito aos cofres públicos nos últimos oito anos.

O presidenciável publicou uma tabela anual com o total de seus gastos do “cotão”, a verba mensal que cada deputado tem para custeio de atividades relacionadas às suas atividades legislativas.

Com a inscrição “aguardando divulgação por parte da Folha de S.Paulo e demais órgãos de imprensa” e a sua foto de braços cruzados, Bolsonaro afirmou na publicação que teria devolvido aos cofres públicos R$ 1,3 milhão do “cotão”, de 2010 até 2017.

Folha checou valores com base em dados oficiais e públicos da Câmara. Na verdade, segundo as informações da Casa, o deputado gastou muito mais do que publicou na tabela.

Pelos números da Câmara, o parlamentar consumiu nos oito anos R$ 2,5 milhões do “cotão”, não R$ 1,7 milhão, como publicou nas redes sociais.

Com isso, ele deixou de utilizar, na verdade, R$ 486 mil, e não R$ 1,3 milhão como afirmava em sua publicação. A média de “economia” ficou em R$ 61 mil por ano.

Bolsonaro também não “devolveu” nem esse dinheiro, como indicou em sua publicação, já que a Câmara não “credita” valores para que os deputados gastem. Ela, na verdade, reembolsa eventuais custos, mediante apresentação de comprovantes.

As despesas referentes a 2017 podem aumentar porque o gabinete tem até este mês de janeiro para prestar contas de dezembro passado.

A cota de exercício da atividade parlamentar é oferecida pela Câmara para custeio de gastos como passagem aérea, alimentação, combustível, aluguel e material de escritório, entre outros, tudo relacionado à atividade parlamentar. No caso de parlamentares do Rio, o cotão é de R$ 35.759.

Em 2012, por exemplo, a tabela de Bolsonaro dizia que ele só gastou R$ 155 mil de R$ 321 mil a que teria direito naquele ano. Com isso, teria deixado de utilizar R$ 166 mil.

Na verdade, a economia foi bem menor porque Bolsonaro gastou em 2012 R$ 303 mil, cerca do dobro do que informou aos seus seguidores nas redes sociais.

No domingo, a Folha publicou que o presidenciável e seus três filhos parlamentares multiplicaram o patrimônio na política, reunindo atualmente 13 imóveis em áreas valorizadas do Rio e de Brasília, com preço de mercado de cerca de R$ 15 milhões.

Na segunda, a Folha mostrou que Jair e seu filho Eduardo, também deputado federal, receberam R$ 730 mil de auxílio-moradia da Câmara desde 1995 (Eduardo desde 2015) mesmo tendo apartamento próprio em Brasília.

O auxílio-moradia é pago a deputados que não ocupam apartamentos funcionais no DF. Como há mais deputados do que vagas em imóveis destinados a eles, a Câmara desembolsa para cada um desses, por mês, R$ 4.253.

NOTAS

Há duas formas de pagamento: 1) por meio de reembolso, para quem apresenta recibo de aluguel ou de gasto com hotel em Brasília, 2) ou em espécie, sem necessidade de apresentação de qualquer recibo, mas nesse caso com desconto de 27,5% relativo a Imposto de Renda.

Jair e Eduardo Bolsonaro utilizam essa segunda opção, o que rende mensalmente, para cada um, R$ 3.083. O salário de um deputado federal é de R$ 33,7 mil.

O auxílio-moradia pode ser recusado pelos congressistas. Em, novembro, 27 dos 513 deputados abriram mão do benefício.

OUTRO LADO

Procurada pela reportagem, a assessoria do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) informou que estava “apurando a falha”. A reportagem perguntou se o parlamentar gostaria de se manifestar sobre as diferenças de valores em relação aos números da Câmara, mas não houve resposta.

Na noite desta terça (9), a equipe do deputado divulgou uma versão reduzida da tabela, com correções.

Fonte: JL/Via Folha de S. Paulo
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
18/04/18, 09:54 | SUPREMO - Agora réu, Aécio Neves será julgado pela 1ª turma do Supremo
18/04/18, 09:02 | MUNDO - Berlim será evacuada para desativar bomba da II Guerra Mundial
18/04/18, 08:48 | AGRESSÃO - Militantes pró-Lula são agredidos com barras de ferro, diz líder
18/04/18, 08:44 | SANEAMENTO - Apenas 45% do esgoto do país passa por tratamento correto, diz estudo
17/04/18, 20:27 | PARLAMENTO - Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying
17/04/18, 20:20 | LUTO - Corpo de Ivone Lara é sepultado ao som de seus grandes sucessos
17/04/18, 20:18 | ENCHENTES - Quase 10 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas no Maranhão
17/04/18, 19:39 | CRIME - Lava Jato deu origem a ações penais no STF contra seis senadores
17/04/18, 19:23 | CRIMES - Aécio vira réu no Supremo por corrupção e obstrução de Justiça
17/04/18, 15:15 | PESQUISA - Planalto reconhece impopularidade recorde de Temer
17/04/18, 15:12 | PESQUISA - Datafolha: 41% dos entrevistados atribuíram nota 0 ao governo Temer
17/04/18, 14:37 | MUDANÇA - Primeiros resultados da reforma trabalhista indicam precarização do emprego
17/04/18, 14:32 | PESQUISA - Vox Populi: Lula lidera; Bolsonaro e Joaquim Barbosa disputam 2º lugar
17/04/18, 14:05 | ECONOMIA - Quatro bancos concentram 78,5% do crédito no país
17/04/18, 13:53 | CRIME - Dentista acusada de racismo nas redes sociais é presa em Teresina
17/04/18, 13:31 | ISOLAMENTO - Trecho da estrada que liga cidades de Batalha e Esperantina é destruído pelas chuvas
17/04/18, 13:28 | SAÚDE - Bebê de um mês é agredido a mordidas pelo próprio pai em Teresina
17/04/18, 12:40 | ECONOMIA - Refis de Temer perdoa R$ 109 milhões em dívidas de parlamentares
17/04/18, 12:33 | CORRUPÇÃO - Anotações de lobista preso indicam repasse a ministro de Temer, revela O Globo
17/04/18, 12:28 | ECONOMIA - Aumenta preocupação de bancos com risco político e fiscal, diz BC
17/04/18, 12:25 | ECONOMIA - FMI eleva projeção de crescimento do Brasil para 2,3% em 2018
17/04/18, 12:16 | BENEFÍCIO - Reajuste do Bolsa Família ainda está indefinido, diz ministro do Planejamento
17/04/18, 11:53 | ELEIÇÕES 2018 - Eleição presidencial já tem 16 pré-candidatos oficializados
17/04/18, 07:50 | LUTO - Paul Singer construiu o socialismo com ideias, palavras e atitudes
17/04/18, 07:46 | ECONOMIA - Dois anos de golpe: mais desempregados, menos carteira assinada
17/04/18, 07:43 | PRIVATIZAÇÃO - Federação de planos de saúde apresenta proposta que decreta o fim do SUS
17/04/18, 06:53 | MEDIDAS - Governo Federal anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais
16/04/18, 17:54 | VIOLÊNCIA - Jungmann aponta atuação de milícias como hipótese para assassinato de Marielle Franco
16/04/18, 17:31 | ARTIGO - Sem Lula na eleição presidencial, intenções de voto no PT caem para 2%
16/04/18, 17:17 | ARTIGO - Atendimento como catalisador de soluções permanentes
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site