CBN - A rádio que toca notícia

EVENTO

No Brasil, Malala defende que a educação é o melhor investimento

A ativista disse que o empoderamento das meninas vem da educação

09/07/18, 19:38

A

ativista paquistanesa Malala Yousafzai, em visita hoje (9) à capital paulista, defendeu a educação a longo prazo como melhor investimento, em especial para o desenvolvimento feminino. “O empoderamento das meninas vem da educação, tem a ver com emancipação”, disse. Ela participou de evento promovido pelo Itaú Unibanco, no Auditório Ibirapuera.

Malala é a pessoa mais jovem a receber um Prêmio Nobel da Paz, aos 17 anos de idade. Com 15 anos, ela foi baleada pelo Talibã por se manifestar contra a proibição da educação para mulheres. A paquistanesa lembra que, quando era uma aluna em seu país, outras colegas de sua classe também defendiam a educação feminina. “A diferença é que os meus pais nunca me impediram de falar o que eu pensava”, disse.

A ativista lembrou uma situação em que uma colega da escola chegou atrasada para aula. A garota tinha de esperar os pais saírem de casa e, assim, sair para estudar escondida. “O papel dos pais e das mães é fundamental no empoderamento feminino”, disse. “É importante que as mulheres se expressem, as mulheres têm que quebrar essas barreiras”, completou.

Viagem ao Brasil

A ativista disse que um dos seus objetivos no Brasil é “achar meios para que as 1,5 milhão de meninas [fora da escola] tenham acesso à educação”. Outra razão que levou Malala a viajar para o Brasil foi a força dos ativistas locais descobertos por ela. A ativista quer promover a educação entre as comunidades menos favorecidas do Brasil, especialmente as afro-brasileiras.

“Trabalhando junto com os defensores da educação e podendo dar a todas as pessoas, que vem das camadas menos privilegiadas, a esperança de que todos em volta se sintam seguras em receber educação de alta qualidade”, disse. Malala afirmou ainda que vai anunciar, em breve, um projeto do Fundo Malala para que a educação seja abordada pelas campanhas eleitorais.

Participou também do debate sobre o assunto, a ativista Tábata Amaral, de 24 anos, nascida na periferia de São Paulo, que representou o Brasil em competições internacionais de ciências e estuda astrofísica em Harvard. Tábata questionou sobre a possibilidade da união entre os ativistas internacionais. Em resposta, Malala disse acreditar na solução nascida entre os líderes comunitários. “Temos que ir às comunidades de base e trabalhar com os ativistas locais, que entendem os problemas e sabem a melhor maneira de resolvê-los”, disse.

Leitura

Outra participante foi a escritora mineira Conceição Evaristo, doutora em literatura comparada e vencedora do Prêmio Jabuti na categoria contos pela obra Olhos d'Água (2014). Conceição destacou o poder da leitura e da escrita incentivados por Malala, já que a adolescente partilhou a sua história e luta em seu livro.

“As pessoas que não têm acesso [à leitura], não têm uma cidadania incompleta. Que a sua presença fortifique essa ideia e o compromisso que o estado brasileiro precisa ter com a alfabetização”, disse a escritora. “A escrita amplia o seu papel, porque, enquanto leitor, você pode abarcar o mundo através da leitura. Mas quando você escreve, tem esse poder de intervenção no mundo”, acrescentou.

Em resposta ao tema, Malala lembrou da história da própria mãe, que parou de estudar aos seis anos. “Como filha, estou lendo para a minha mãe, é uma experiência maravilhosa”, disse. Segundo a paquistanesa, a sua mãe está estudando novamente, e este é seu grande estímulo para continuar na buscar pela educação das mulheres.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
15/12/18, 13:22 | CRIMES - Força-tarefa apura denúncias contra João de Deus em seis países
15/12/18, 13:00 | POLÍTICA - Lula pede a Dilma que tenha 'força' em carta por seu aniversário
15/12/18, 12:55 | INVESTIGAÇÃO - Ex-assessora de Jair Bolsonaro trabalhava como personal durante expediente
15/12/18, 12:52 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Funcionários de Flávio Bolsonaro repassaram até 99% dos salários
15/12/18, 11:08 | POLÍTICA - Vereadores honram a palavra e derrotam a mãe e o prefeito de Luzilândia
14/12/18, 20:16 | MÁ GESTÃO - MPF pede afastamento do diretor da maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina
14/12/18, 20:12 | ARTIGO JURÍDICO - Medicina Legal e Anatomia do Crime
14/12/18, 20:08 | VIOLÊNCIA - Família doa órgãos de jovem baleado na cabeça após reagir a assalto na Zona Norte de Teresina
14/12/18, 19:47 | DIREITOS HUMANOS - Parcerias de sucesso entre poder público e movimento social viram documentário
14/12/18, 19:33 | ADMINISTRAÇÃO - Servidores de Teresina recebem certificados de qualificação em cursos
14/12/18, 13:57 | ABUSOS SEXUAIS - Filha de João de Deus chama pai de ‘monstro’ e relata abuso sexual
14/12/18, 13:06 | CRIMES - Justiça decreta prisão preventiva de João de Deus por abusos sexuais
14/12/18, 12:23 | POLÍTICA - Michel Temer confirma: Jair Bolsonaro é a continuidade do seu governo
14/12/18, 09:35 | INVESTIGAÇÃO CRIMINAL - Mourão diz que Bolsonaro deveria ter falado antes sobre Fabrício Queiroz
13/12/18, 23:24 | CRIMES - Ministério Público de Goiás recebe 330 denúncias contra João de Deus
13/12/18, 23:04 | CRIME - Agripino Maia é denunciado no STF por peculato e associação criminosa
13/12/18, 22:38 | INVESTIGAÇÃO - Mulher que denunciou abusos de João de Deus cometeu suicídio, diz jornal
13/12/18, 22:35 | PROPINA & CORRUPÇÃO - Em delação, Funaro diz que Temer recebeu R$ 20 milhões para abrir capital de companhias aéras
13/12/18, 17:22 | DIREITOS HUMANOS - Governo lança código de conduta para enfrentamento à violência sexual
13/12/18, 17:18 | JUDICIÁRIO - STF decide que Ministério Público pode cobrar multas de ações penais
13/12/18, 17:13 | EDUCAÇÃO - MEC lança Base Comum de Formação de Professores da Educação Básica
13/12/18, 15:07 | CRIME - Doze policiais militares são presos por desvio de carga roubada no Rio
13/12/18, 14:40 | INVESTIGAÇÃO - Aparece mais um PM no esquema de Flávio Bolsonaro no Rio
13/12/18, 13:59 | ECONOMIA - Para Bolsonaro, vida de empresário só melhora se a do trabalhador piorar
13/12/18, 13:57 | ESCÂNDALO - Flávio Bolsonaro sobre ex-assessor: ‘não posso obrigá-lo a falar’
13/12/18, 13:54 | CRIME - Polícia do Rio cumpre primeiros mandados de prisão no caso Marielle Franco
13/12/18, 13:51 | ECONOMIA - Começa nesta quinta pagamento do sexto lote do Abono Salarial PIS de 2017
13/12/18, 13:45 | INTERNACIONAL - Homem que matou brasileira na Nicarágua é condenado a 15 anos
13/12/18, 13:40 | VATICANO - Papa envia telegrama a Campinas e pede que todos exerçam o perdão
13/12/18, 13:36 | CRIMES - STF suspende do cargo o Ministro do Trabalho em exercício na Operação Espúrio
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site