CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Eleições: 91% dos deputados alvo da Lava Jato disputam vaga

Para o doutor em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB) Leonardo Barreto, a mudança no entendimento do STF a respeito do foro traz mais celeridade no julgamento de crimes de corrupção

15/05/18, 13:48

D

os 55 deputados federais alvo de inquéritos e ações penais na Operação Lava Jato, 50 (o equivalente a 91% do total) vão disputar as eleições deste ano, de acordo com levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A maior parte dos parlamentares (42) disse que disputará a reeleição; quatro pretendem concorrer a uma vaga no Senado; dois a governos estaduais; um ao Legislativo estadual e um à Presidência da República. Três deputados não responderam ou estão indecisos, enquanto apenas dois disseram que não vão ser candidatos.

Se eleitos para o Congresso, eles mantêm foro privilegiado para serem investigados e julgados em casos que tramitam no Supremo Tribunal Federal. Com o novo entendimento firmado pelo STF, no entanto, o foro para parlamentares federais só vale para crimes praticados no mandato e em função do exercício do cargo. Crimes comuns ocorridos antes de assumirem seus cargos ou sem ligação com os mandatos podem ser julgados por tribunais de primeira instância.

Nesta terça-feira, 15, o STF julgará o primeiro político com foro na Corte no âmbito da Lava Jato, quase dois anos após aceitar a denúncia da Procuradoria-Geral da República. Será o caso do deputado Nelson Meurer (PP-PR), réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele é um dos que responderam que não pretendem concorrer neste ano.

'Segurança'

Para o doutor em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB) Leonardo Barreto, a mudança no entendimento do STF a respeito do foro traz mais celeridade no julgamento de crimes de corrupção. Ele citou o mensalão, que levou cinco anos para começar a ser julgado. "Antes dessa decisão do STF, o foro era entendido como uma coisa boa para todo mundo. O Supremo não tinha capacidade para julgar, isso dava uma sensação de segurança (aos investigados) muito boa", afirmou Barreto.

Desde a mudança de entendimento do STF, no início deste mês, ao menos 68 casos envolvendo deputados e senadores já foram enviados pela Corte para outras instâncias da Justiça.

O líder do PSDB na Câmara, Nilson Leitão (MT), criticou o que chamou de "indústria das denúncias" e disse que a sigla não antecipa condenações sobre parlamentares investigados do partido. "Independentemente da Lava Jato, cada caso é um caso. O PSDB, com casos gritantes, sem sombra de dúvidas, tomará atitudes."

Questionado sobre pré-candidatos petistas investigados na operação, o líder do partido na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), afirmou que "só em um Estado policial, investigado é tratado como culpado". Para ele, a Lava Jato é "uma manipulação conduzida de forma seletiva em esquemas suspeitos de toda ordem".

Partidos

Dos 50 deputados que pretendem disputar algum cargo neste ano, 12 são filiados ao PP e outros 12 ao PT. Na sequência, aparecem seis do PSDB e quatro do DEM.

Com planos de concorrer à sucessão no Planalto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM- RJ), é alvo de três inquéritos no Supremo sobre supostos repasses de empreiteiras ao parlamentar. Os casos foram abertos com base em depoimentos de colaboradores das empreiteiras Odebrecht e OAS.

Por meio de sua assessoria, Maia afirmou "que tem prestado todos os esclarecimentos necessários" e reiterou "que confia na Justiça". Em entrevista ao Estado publicada no domingo, 13, questionado sobre a Lava Jato, o presidente da Câmara disse que é preciso "discutir não apenas a punição, mas também as condições para ter um Estado no qual os sistemas de controle sejam mais rígidos".

Fonte: JL/Jornal do Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
17/01/19, 13:26 | ECONOMIA - Estados fazem pressão por socorro federal para equilibrar contas
17/01/19, 13:18 | POLÊMICA - Gisele Bündchen diz à ministra da Agricultura que mau brasileiro é quem desmata
17/01/19, 13:11 | CONFLITO - Ministro do STF manda suspender investigação sobre Queiroz, diz MP
17/01/19, 12:52 | CRIME - Procuradora aposentada condenada por torturar criança é presa no Rio
16/01/19, 19:25 | VATICANO - Papa pede a bispos que evitem esconder casos de abusos contra crianças
16/01/19, 19:15 | ECONOMIA - Aposentadoria de quem ganha acima do mínimo sobe 3,43%
16/01/19, 19:10 | ECONOMIA - Contribuição previdenciária vai mudar no salário pago em fevereiro
16/01/19, 18:42 | REFORMA - Sem incluir militares, reforma da Previdência perde, diz Paulo Guedes
16/01/19, 18:37 | POLÊMICA - Decreto sobre posse de armas favorece quem tem antecedentes criminais
16/01/19, 18:01 | ESPORTE - Juventus vence o Milan e é campeão da Supercopa da Itália
16/01/19, 13:32 | NOVA REGRA - Presunção de "efetiva necessidade" de posse de arma viola Constituição
16/01/19, 13:27 | EFEITO REBOTE - Comunidade jurídica diverge quanto à eficácia de decreto de armas
16/01/19, 12:41 | VIOLÊNCIA - Após decreto, interesse por armas cresce em lojas, mas preço assusta
16/01/19, 12:35 | ENTREVISTA - Autor do texto, Moro minimiza alteração no decreto de armas
16/01/19, 12:22 | ENTREVISTA - CEARÁ: Moro disse que 'seria apropriado' enquadrar como terrorismo
16/01/19, 11:58 | POLÊMICA - Após flexibilização da posse, bancada da bala no Congressso quer facilitar o porte de armas
16/01/19, 11:55 | SALÁRIO EXTRA - Presidente Bolsonaro recebeu R$ 33,7 mil de auxílio-mudança três dias antes da posse
16/01/19, 11:52 | CRIMINALIDADE - Governo Bolsonaro pretende anistiar 8 milhões de armas irregulares
16/01/19, 10:52 | FESTIVIDADES - Prefeitura de Teresina lança edital para 8º Concurso de Músicas Carnavalescas
16/01/19, 10:49 | EDUCAÇÃO - Estudantes de Teresina conquistam 16 medalhas na Olimpíada de Matemática 2018
16/01/19, 10:44 | EDUCAÇÃO - Prefeito de Teresina e secretário empossam equipes gestoras nas unidades de ensino
15/01/19, 22:28 | POLÍTICA - LULA: 'Era melhor ter armado a população com carteira de trabalho e livros'
15/01/19, 22:25 | POLÊMICA - Armar a população é inconstitucional e mergulhará o país num 'faroeste'
15/01/19, 22:05 | CRIMINALIDADE - Deputada comemora decreto das armas com vídeo em que atira com pistola e fuzil
15/01/19, 21:57 | POLÊMICA - Governador do Maranhão: Decreto de Bolsonaro é uma 'gambiarra jurídica' que vai aumentar mortes por 'conflitos pessoais'
15/01/19, 21:54 | VIOLÊNCIA - "Aposta enganosa", diz O Globo sobre liberar armas para combater violência
15/01/19, 21:51 | CRIME - Cerca de cinco veículos clonados são apreendidos a cada mês no Piauí, diz Polinter
15/01/19, 18:23 | SAÚDE - Cirurgia de Bolsonaro será realizada no dia 28 de janeiro em SP
15/01/19, 18:17 | PREVIDÊNCIA - Bolsonaro e 141 ex-deputados podem se aposentar com R$ 33,7 mil
15/01/19, 18:10 | VIOLÊNCIA - Após 13 dias, Ceará tem primeira madrugada sem ataques
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site